Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de janeiro 2013

Mulheres

31 de janeiro de 2013 0

A vereadora Marisa Zanoni Fernandes, única mulher na Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú, preside a Comissão de Educação, Cultura, Saúde e Assistência Social da casa. Marisa, que é doutora em Educação, está preparando um evento especial alusivo à Semana da Mulher. Boa pedida.

Tragédia política

31 de janeiro de 2013 0

Impressionante é ver que a responsabilização pela falta de fiscalização e pelo alvará de funcionamento da boate de Santa Maria virou guerra política entre o governador gaúcho Tarso Genro (PT) e o prefeito da cidade, Cesar Schimer (PMDB).

Columbine não é aqui

31 de janeiro de 2013 0

No dia 20 de abril de 1999, dois rapazes armados invadiram o Instituto Columbine, no estado norte-americano do Colorado, e atiraram em colegas e professores. Nos meses que seguiram a tragédia, uma intensa onda de medo invadiu a mídia dos Estados Unidos. Chegou-se a falar que uma invasão de abelhas africanas mortais estaria indo em direção àquele país. Desconfiava-se de tudo e de todos. Latino-americanos e afrodescendentes foram perseguidos como nunca. O que estou querendo dizer é que, obviamente, o brasileiro não cumpre regras e leis, de maneira geral. O jeitinho brasileiro, já disseram, é cultural. Discordo, mas reconheço que somos bons em transgredir. Só não podemos entrar em uma alienação demasiada em razão da tragédia ocorrida em Santa Maria. Já ouvi muita besteira nos últimos dias. Chega de besteira. Vamos aos fatos concretos. Apure-se e puna-se os responsáveis. Só isso. Implantar onda de terror nas nossas mentes já é demais.

Horário

31 de janeiro de 2013 0

Idosos que aguardavam atendimento na prefeitura de Bombinhas, na terça-feira de manhã, mostravam descontentamento com o horário apertado de atendimento do local, das 8h às 14h. Diziam que isso favorece as longas filas em locais como a Secretaria da Fazenda.

Outra língua

31 de janeiro de 2013 0

Final de janeiro com muitos turistas argentinos e paraguaios ainda em Porto Belo e Bombinhas. As placas dos carros denunciam.

Tragédia

30 de janeiro de 2013 0

Todo mundo ficou comovido com o que ocorreu na boate de Santa Maria. Não tem como não ficar. Todo mundo ficou imaginando os minutos dramáticos pelos quais aquela gente passou. Todo mundo se colocou, ao menos, no lugar das mais de 200 famílias que estão chorando até agora, inconformadas com o que ocorreu. As pessoas passaram a falar sobre temas até então esquecidos como alvará, limite de público em casas noturnas, segurança das casas noturnas, desencarnação coletiva. Faz parte da nossa curiosidade

Também não pegou

30 de janeiro de 2013 0

Dando continuidade à série “Leis que não pegaram”, hoje a coluna aborda o tempo de espera nas filas dos bancos. O tempo que deveria ser de, no máximo, 20 minutos em dias normais e 30 minutos em dias de movimento intenso, como vésperas de feriado e último dia útil do mês, não vem sendo cumprido. O descumprimento da lei poderia resultar em pagamento de multas e até suspensão da licença de funcionamento da agência. Até agora, não vi nenhuma agência sendo fechada por conta disso. Os bancos se valem da máxima de que brasileiro é bonzinho, esquece logo esse tipo de lei.

Mutirão

30 de janeiro de 2013 0

Mutirão de limpeza é sempre bem-vindo, como este que está sendo feito pela Secretaria de Obras de Navegantes. Isso é importante, de tempos em tempos, obviamente. Mas eu não me impressiono com a palavra mutirão. Alardeada para dar ideia de “colocar a casa em ordem”, para agilizar procedimentos. Na verdade, eu preferia que os mutirões não existissem e que os serviços fossem realizados devidamente sem a necessidade desse tipo de ação coletiva. A gente já se acostumou com a palavra mutirão como algo bom, positivo. É mutirão de ultrassonografia, mutirão de cirurgia de catarata. Penso que se hoje existem alguns tipos de mutirões, então é porque, no passado, alguém falhou. Algum serviço deixou de ser realizado para o bem da população. O mutirão é a tentativa de resolver rapidamente um problema existente há mais tempo, o acúmulo de serviço no setor público, a falta de atendimento médico para algum tipo de procedimento, ou seja, uma falha do Estado.

Positivo

29 de janeiro de 2013 0

O leitor Juares Alves de Campos entrou em contato para elogiar a atuação da Polícia Militar no bairro Gravatá, em Navegantes.

- As blitze são constantes, viaturas circulam o dia todo e fiscalizam de maneira muito profissional e preventiva.

Que bom, Juares. Esperamos que continue assim.

Material escolar

29 de janeiro de 2013 0

A pesquisa de preços de material escolar divulgada na semana passada pelo Procon de Itajaí traz números assustadores. O preço de um simples apontador de plástico, sem coletor, pode variar entre R$ 0,09 e R$ 0,55. Quem tem criança na escola precisa pesquisar muito, acessar a pesquisa de preços que o Procon disponibilizou e conferir in loco ou vai sair no prejuízo.