Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 12 maio 2013

Uma pausa

12 de maio de 2013 2

A partir de segunda-feira, deixo de responder pela coluna Guarda-Sol, a página 3, o filet mignon do jornal. Orgulho-me de ter feito parte do Sol Diário desde o início, quando a primeira edição foi às bancas, em 31 de julho do ano passado. De qualquer forma, os compromissos profissionais me impedem de continuar escrevendo aqui. Vou sentir falta desse contato generoso dos leitores, dos amigos que fiz via coluna e blog. Quero deixar bem claro que o Sol Diário sempre me tratou com o maior respeito possível, que sempre tive liberdade para escrever sobre o que eu queria e que estou saindo de cena agora, para voltar um dia, tenho certeza, pois minha vocação é falar. Por ora, concentrarei meus esforços na coordenação do Curso de Jornalismo e no programa de rádio Viva Voz, na Univali FM, o que já é bastante coisa para alguém que é viúvo e tem um filho pra criar. Amigos, tenho certeza que a coluna Guarda-Sol vai crescer cada vez mais. Desejo muito sucesso ao grupo de jornalistas comandado pela editora executiva Romi de Liz. Sei que os companheiros do jornal, todos eles, sejam editores, repórteres, diagramadores, fotógrafos, vão seguir na luta diária com muita determinação, boa vontade e amor, porque paixão pelo jornalismo, este grupo tem de sobra. Muito obrigado a todos que me ajudaram a fazer este trabalho nas páginas do Sol Diário. Agradeço, também, ao carinho do Conselho do Leitor pelo acompanhamento do trabalho. Ao invés de adeus, quero deixar um “até breve”. Forte abraço do Praxedes!

Ps. Havia abandonado meu blog pessoal há pouco mais de um ano, mas devo voltar a escrever por lá. www.carlospraxedes.wordpress.com

244 colunas

12 de maio de 2013 0

Do dia 31 de julho do ano passado até aqui, foram 244 colunas. Quando iniciei este trabalho, pensei que não fosse conseguir chegar ao final da primeira semana. Porém, há muito o que falar, sempre. Vivemos em uma região rica, bela, de povo acolhedor. Mas os problemas do dia-a-dia são tantos e, muitas vezes, se arrastam por anos. O que mais destacamos, nesta coluna, foram as péssimas condições de nossas estradas, as calçadas sem acessibilidade, os buracos no meio da rua, o congestionamento diário, a falta de vaga nas creches, o descaso com a saúde pública. O trânsito caótico de Itajaí foi destaque semanal. De qualquer forma, vale lembrar que muitos dos problemas estão aí, sem solução, aguardando a boa vontade do poder público. A falta de disciplina nas rótulas da cidade continua, os pontos de ônibus ainda enfeiam boa parte do município, assim como os quiosques de Cabeçudas e a falta de sanitários decentes naquela que é uma das praias mais bonitas da região. É, há muito por fazer.

Mãe

12 de maio de 2013 0

Nada se compara ao amor incondicional da mulher que nos gera, faz tudo por nós, nos compreende mais do que qualquer pessoa, nos alimenta, nos protege. Nada. A você, que é mãe, um forte abraço neste daí. A você, que é filho, não deixe de demonstrar o quanto sua mãe é importante para você. 

Ar seco

12 de maio de 2013 0

Um alerta emitido pela Epagri/Ciram indica que a umidade relativa do ar está muito baixa no Estado. Essa condição pode trazer prejuízos à saúde, especialmente para quem já apresenta problemas respiratórios. Aqui na nossa região, somos privilegiados em relação a isso. A chuva nunca fica muito tempo sem aparecer por aqui, o que costuma deixar o ar suficientemente úmido para os nossos pulmões. Também, pudera. A chuva tinha que jogar a nosso favor, pelo menos uma vez.

Otimismo

12 de maio de 2013 0

Criadores de aves e suínos esperam uma recuperação do setor este ano, depois da crise enfrentada em 2012 com a escassez de grãos no mercado e o consequente aumento nos custos de produção. Representantes das principais indústrias do setor vão estar reunidos em Florianópolis, a partir da próxima terça-feira, em umas das maiores feiras de avicultura e suinocultura da América Latina, a AveSui 2013. Além de oportunizar negócios, a feira também promove a atualização técnica de profissionais da área, através de seminários. Que as discussões sejam produtivas e o otimismo se confirme!

Impostos

12 de maio de 2013 0

A lei foi aprovada no final do ano passado, mas entra em vigor apenas no mês que vem. A partir de 9 de junho, estabelecimentos comerciais serão obrigados a discriminar na nota que entregam ao cliente a quantidade de imposto embutida no preço de cada um dos produtos vendidos. Poucos países no mundo têm cargas tributárias comparáveis às do Brasil. Mas para que algo mude nesse cenário, é preciso, em primeiro lugar, nos darmos conta do montante de dinheiro que sai do nosso bolso diretamente para os cofres públicos. No momento em que isso acontecer, vai ficar difícil para o governo usar a falta de recursos financeiros como desculpa para o que quer que seja.

Canteiro

12 de maio de 2013 0

A leitora Marise do Rocio Chiamulera, de Balneário Camboriú, reclama do canteiro de obras particulares em que se transformou a cidade. Segundo ela, as construtoras são as verdadeiras donas da cidade porque interditam passeios e ruas conforme suas necessidades sem prévio aviso e sem sinalização. Elas lavam os prédios com cloro, para azar de quem passar por perto.

Energético

12 de maio de 2013 0

Pesquisa de acadêmicos do Curso de Odontologia da Univali, sob orientação da professora Lídia Morales Justino, concluiu que o energético causa problemas ao esmalte dos dentes. Como é consumido em grande quantidade, geralmente durante longos períodos de tempo, isso significa que pode haver uma perda importante de esmalte dos dentes de quem consome. A pesquisa tem ganhado repercussão estadual.

Inclusão

12 de maio de 2013 0

Bato palmas para os comerciantes que empregam pessoas com mais de 70 anos em seus estabelecimentos. Já notou como essas pessoas atendem bem? São simpáticas, prestativas, sempre estão aptas a ajudar. Tem muito jovem por aí com cara feia e impaciente no comércio.

Mau atendimento

12 de maio de 2013 0

Você vai a uma padaria e espera ser atendido rapidamente. Mas às vezes não é isso que acontece. Uma fila enorme, duas atendentes apenas para servir café e preparar os sanduíches, mas o proprietário fica sentado no caixa, lendo jornal. Isso ocorre em uma padaria de Itajaí. Não entendo a ótica de alguns empresários. Não adianta oferecer apenas um bom produto ao cliente. Atendimento ágil e prestativo faz parte do negócio, ou deveria fazer.