Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Polêmica no Morcego

12 de junho de 2013 3

A promessa do prefeito Jandir Bellini (PP) de proteger o Canto do Morcego, feita em rede nacional na segunda-feira à noite, causou burburinho nas redes sociais. O problema está na delimitação: para a prefeitura, o Canto do Morcego se restringe à área entre a Praia do Morcego e a Praia da Solidão. Para os moradores que defendem a preservação, o canto se estende desde a lagoa, em todo o Norte da Praia Brava. No fim das contas, Jandir prometeu manter intacta a área que já é, por lei, de preservação permanente. Ou seja: a promessa não valeu para nada.

A Aprobrava, associação dos proprietários de imóveis do Canto Norte da Brava, emitiu nota garantindo que as mudanças no plano diretor diminuíram a taxa construtiva dos terrenos e que a ideia é investir em obras sustentáveis _ inclusive com contrapartidas, como o tratamento da lagoa. A pergunta, inevitável, é a posição dos órgãos ambientais. Pelo menos uma obra, ali, já está licenciada.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (3)

  • Claudia Severo diz: 12 de junho de 2013

    A UniBrava, manifesta indignação:
    1. Prefeito Jandir Belini,desconhece o Plano Diretor de Itajai – lei 94/2006, que institui o Canto norte da Brava, conhecido como Canto do Morcego, como área de preservação permanente, sendo possível apenas atividades de baixo impacto ambiental. Ao assumir publicamente que autorizou empreendimentos naquele local, assumiu tambem que está cometendo crime ambeintal, portanto passivel de ser processado por Improbidade Administrativa, material inclusive que servirá de prova na denuncia, portanto deu tiro no proprio pé !
    2. APROBRAVA, entidade que não tem interesse social, é reu em processo de crime ambiental na região do canto norte da brva – Canto do Morcego. Desconhece o Plano Diretor de Itajai, pois, de acordo com o Plano Diretor, nada poderá ser construído naquela região e ainda confunde o instituto da compesnsação e contrapartidas ambientais, pois não eh esta função, compensar para justificar um crime ambbiental, alem de que, preservar a balneabilidade de rios, lagoas, e mar e dever do Estado, e que após a implantação da estação de saneamento a lagoa despoluirá por si só !
    E vergonhoso !!!!

  • Edson Moraes Lessa diz: 13 de junho de 2013

    Assisti a entrevista do Prefeito no CQC. Aquele pessoal do programa, são mesmo uns gozadores. Não precisavam expor o Prefeito ao ridículo como fizeram. Preocuparam-se mais em evidenciar a dificuldade de fala do Prefeito do que a importância do tema em si. Compreende-se que é um programa humorístico, más não precisava tanta gozação. Lamentável a postura dos apresentadores.

  • CURTO&GROSSO diz: 16 de junho de 2013

    Jamais poderemos esquecer que políticos nada mais são são do que o retrato e a expressão de seu próprio povo !!!

Envie seu Comentário