Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 2 agosto 2013

Falta integração na Defesa Civil

02 de agosto de 2013 0

Camboriú é a única cidade da região que será contemplada com o kit de Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional, que inclui desde itens básicos, como pranchetas, até computadores e uma caminhonete com tração nas quatro rodas.
Um kit parecido _ mas sem o veículo _ foi montado pela Defesa Civil Estadual para ser entregue a outros municípios que também sofrem com enchentes e deslizamentos.

Enquanto isso, o projeto de um sistema de alerta estadual ainda está em desenvolvimento. Hoje, a Defesa Civil do Estado não tem dados em tempo real sobre a situação de cada município, e depende das informações repassadas pelos órgãos de cada cidade _ o que prejudica o trabalho de assistência.
A previsão é que os primeiros editais para implantação do sistema, que depende de integração com órgãos como a Epagri, saiam ainda este mês. O alerta integrado deve entrar em funcionamento até março do ano que vem.

3D

02 de agosto de 2013 0

Reprodução/Google Earth

Os edifícios da construtora FG na orla de Balneário Camboriú agora aparecerão em 3D no mapa virtual do Google Earth. A empresa é a primeira a adotar a novidade na cidade. Além de uma melhor visualização dos prédios, a ferramenta permite acesso a dados dos empreendimentos.

Na palma da mão

02 de agosto de 2013 0

Itajaí é a primeira cidade no Sul do país a oferecer dados sobre o transporte público em tempo real. O aplicativo gratuito Moovit entrou em vigor esta semana, e permite visualizar o horário de chegada e as melhores alternativas para quem faz uso dos ônibus. As informações podem ser acessadas de qualquer lugar, através de smartphone.

Entrevista: Atair Derner Filho, comandante regional da PM

02 de agosto de 2013 0

Responsável pelo policiamento em 17 cidades, o comandante da 3ª Região da Polícia Militar, coronel Atair Derner Filho, diz que a melhoria das condições de trabalho dos policiais é o maior desafio da PM. Em visita ao Sol Diário, esta semana, ele conversou com exclusividade com a coluna e falou sobre os planos de uniformização de ações.

Foto: Rafaela Martins/Agência RBS

Qual tem sido o maior desafio do comando regional?

A melhoria das condições de trabalho. Estou tentando trazer escolas de formação à região, duas turmas em Balneário Camboriú e uma em Itajaí. Navegantes ficou de fora porque o batalhão é novo, acharam que seria precoce. A meta do Estado é chegar a mil novos soldados formados até o final do ano, mas a estrutura de Florianópolis não permite isso.

Há um pedido do Ministério Público para que se instale uma unidade da PM Ambiental por aqui. Isso é possível?

Sei que existe essa solicitação. Há um edital da PM para recrutar policiais para três unidades especializadas, e uma delas é a Polícia Militar Ambiental. Mas, com a falta de efetivo, a curto prazo não vislumbro ainda uma unidade na região.

Os batalhões da região têm experimentado ações de pós-crime. Elas têm funcionado?

Têm dado resultado. Importante dizer que não é para concorrer com nada, o pós-crime vai atrás do crime diário, e consegue identificar os autores. Isso auxilia nosso trabalho policial. Não tenho dados em mãos, mas a percepção é que nos ajuda, e muito.

Havia intenção de transferir o atendimento do 190 de Itajaí para Balneário Camboriú. Como está esse projeto?

Foi abortado. Até o final de agosto estaremos operando a Central de Monitoramento de Itajaí, a parte física já está pronta. Essa central vai atender a região de Itajaí, até as cidades de Barra Velha, Luís Alves e São João do Itaperiú. O próximo passo é trazer Tijucas para Balneário. Isso facilita, porque centraliza e uniformiza as ações.