Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Fechou o tempo para as pipas

23 de agosto de 2013 7
Foto: Rafaela Martins

Foto: Rafaela Martins

Os vereadores de Navegantes aprovaram por unanimidade um projeto de lei que proíbe crianças e adultos de empinarem pipas nas ruas da cidade. Autor da proposta, o vereador Fredolino Alfredo Bento (PMDB) diz que quer evitar atropelamentos e danos à fiação elétrica, causados pelas pandorgas.
Segundo Bento, praças e campos de futebol continuam liberados para a brincadeira, que é tradicional especialmente nos bairros. A lei proíbe, ainda, o uso de cerol _ já coibido pela legislação estadual.
A punição prevista no projeto inclui recolhimento do material e multa. Para que a lei possa valer, ainda é necessária a sanção do prefeito Roberto Carlos de Souza (PSDB).

Proibir parece ter virado moda entre os vereadores da região. Se em Navegantes quer-se tirar as pandorgas das ruas, em Balneário Camboriú o alvo são os skates, conforme publicado na coluna esta semana.
Os projetos podem ter seus motivos, mas não dá para negar que está ficando difícil ser criança por aqui.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (7)

  • Afonso Desiderio diz: 24 de agosto de 2013

    correto… proibir crianças de ter uma infancia feliz… quem sabe eles vao ocupar o tempo ocioso com outras brincadeiras, como matar, roubar e estuprar…. governantes e legisladoresm fiscalizem o uso do cerol, nem que tenham que revistar pipa por pipa….

  • CURTO&GROSSO diz: 25 de agosto de 2013

    Medidas como estas visam preservar vidas e ainda impedir que estragos sejam causados nas redes elétricas.
    Deplorável e vergonhoso é ter que assistir vereadores fazerem o trabalho que deveria ser
    executado por pais relapsos/ignorantes, afinal, para coisa existe um lugar certo !!!

  • Ana Moser diz: 26 de agosto de 2013

    Em Balneário é lei faz décadas!!! Mas lógico que não funciona, até porque ninguém fiscaliza também!!

  • Sebastião diz: 26 de agosto de 2013

    Deplorável e vergonhoso é ter pais defendendo filhos como se fosse normal a perda vidas, o cerol mata, quantos motociclistas já morreram degolados? Fora os prejuízos para a rede elétrica. O governo deveria é cobrar as despesas e prender os pais deses filhos que causaram acidentes, vamos ver se a opinião dos demais mudam. Os skates também, mesmo com pistas nas praças eles gostam de andar é no meio da rua, eu mesmo escapei de matar um, e quem seria o culpado? Essas leis vem pra somar, parabéns aos vereadores.

  • Michel diz: 26 de agosto de 2013

    Vivemos na geração em que tudo é permitido, inclusive alunos (?) baterem em professores nas salas de aula e tudo isso com o apoio de pais que estão muito mais para bandidos do que para educadores !

  • Cidadão Comum diz: 26 de agosto de 2013

    Parabéns ao vereadores que estão muito mais preocupados em salvar vidas do que em “jogar para a torcida” ou fazer coro com a desordem.
    O mais importante de tudo é a integridade física e moral dos cidadãos mas as vezes parece que muitos e até mesmo a imprensa não entendem e insistem em conviver em um padrão Global de esculhambação que não nos leva a lugar nenhum.

  • Correa diz: 17 de setembro de 2013

    Concordo na proibição desta praga chamada pipa.Esses pais que permite que seus filhos empinem pipas, deveriam ser no minimo, responsabilizados e processados por; tentativa de homicídio, lesões corporais, danos ao patrimonio publico e privado,e isso sem falar da pertubação do sossego alheio,e a invasão á domicílio,voce está vendo aí leitor que critica esta lei que veio para ajudar,vamos nos unir e acabar de vez com esta brincadeira,que lota os hospitais e tiram vidas de inocentes.Parabéns aos vereadores que criaram esta lei.

Envie seu Comentário