Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Tribunal de Justiça nega recurso a Lucas Spernau

14 de outubro de 2013 2

 

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina rejeitou por unanimidade embargo de declaração apresentado pela defesa de Lucas Spernau. A defesa pedia uma nova análise do caso, levando em conta decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que determina ser inprescindível exame técnico para aferição de embriaguez.

Em 2009, o jovem envolveu-se em um acidente que resultou em três mortes e deixou uma mulher com invalidez permanente, em Balneário Camboriú.

A hipótese de que Spernau estivesse sob efeito de bebida alcoólica já havia sido afastada pelo TJSC, por falta de provas. No entender do advogado Álvaro Machado, que defende o jovem, isso justificaria a impronúncia do réu, ou seja, permitiria que ele não fosse mais julgado em júri popular.

Em seu voto a desembargadora Cinthia Beatriz da Silva Bittencourt Schaeffer, relatora do caso, defendeu a rejeição ao pedido da defesa por entender que a decisão que leva Spernau a júri popular foi tomada em razão de outros motivos, como excesso de velocidade e desrespeito ao sinal intermitente.

Machado informou que deve recorrer ao STJ.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (2)

  • WALDIR diz: 14 de outubro de 2013

    FEZ O QUE FEZ E AINDA QUER FICAR EM UMA BOA POR BC? ERA SÓ O QUE FALTAVA MAS NO BRASIL É ASSIM MESMO QUEM PODE MAIS CHORA MENOS,PERGUNTE AOS PAIS DESTE GAROTO QUE SE FOSSE AO CONTRÁRIO QUAL SERIA SUA REACÃO ,MATOU DE MODO DELIBERADO, CADEIA DEPOIS DE PRESO VEJAM OS ATENUANTES ,QUANDO VOU DIRIGIR NEM REMÉDIO HOMEOPATICO

  • oriberto da silveira carneiro diz: 14 de outubro de 2013

    Parabéns a Justiça.Chega de impunidade.Doa a quem doer.vamos recordar o acidente, e por a mão na conciência. Acho que aos poucos estamos mudando.Tomara.

Envie seu Comentário