Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

De olho nos golfinhos

21 de outubro de 2013 0
Foto: Univali/Divulgação

Foto: Univali/Divulgação

Pesquisadores do programa Botos do Itajaí, da Univali, lançaram uma página no Facebook para que qualquer pessoa que registre a passagem dos golfinhos pela região possa enviar fotos e ajudar no monitoramento dos bichinhos. A página, que leva o nome do projeto, mostra os registros já feitos por alunos voluntários que acompanham o vaivém dos botos, chova ou faça sol.
Doutor em Oceanografia Biológica, o professor André Barreto, que comanda o projeto, diz que a espécie mais comum por aqui é o boto-da-tainha. Pelo menos 30 espécimes, já identificados, entram no estuário do Itajaí-Açu com frequência para se alimentar.

O monitoramento constante serve para identificar o reflexo do ambiente no comportamento dos golfinhos. O projeto já descobriu que, cada vez que se faz o aprofundamento do calado, os botos desaparecem temporariamente. É possível que isto decorra da debandada dos peixes que servem de alimento, e que deixam o rio quando é feita movimentação de sedimentos. Seis meses depois das obras, as populações se restabelecem.
Nos últimos tempos, outra característica tem chamado atenção dos pesquisadores: manchas de pele no dorso dos golfinhos. Estudos devem indicar se podem estar ligadas a algum indicador de poluição nas águas.

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário