Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Vereadores agora têm que comparecer às sessões de terno

26 de março de 2014 10
Foto: Câmara de Vereadores/Divulgação

Foto: Câmara de Vereadores/Divulgação

Os vereadores de Balneário Camboriú  terão que aposentar o jeans e a camiseta. Uma mudança no regimento interno, aprovada esta semana, exige que todos compareçam às sessões usando paletó e gravata, no caso dos homens, e saia ou calça com blazer para as mulheres. Quem não obedecer às novas regras será considerado ausente e terá desconto na folha de pagamento.

A justificativa da alteração, que foi proposta pelo vereador Moacir Schmidt (PSDB), é “primar por uma boa apresentação de seus membros a sociedade, dando maior seriedade aos trabalhos”.

Pode até deixar o pessoal mais apresentável, mas que diferença vai fazer para o cidadão? Até que se prove em contrário, terno e gravata não ajudam a legislar melhor. Tanta rigidez _ com  a possibilidade de “levar falta” _ bem que poderia ser aplicada em outros quesitos. Como a exigência de apresentar projetos interessantes.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (10)

  • Becker diz: 26 de março de 2014

    Verdade, creio que a maior exigência seria curso técnico ou superior para trabalhar como assessor, ou até mesmo ser um vereador.
    Abraços

  • CURTO&GROSSO diz: 26 de março de 2014

    Apenas mais uma calhordice de forma a enganar ainda mais o povão.
    Se a roupagem realmente fosse o diferencial, o pinguim seria presidente da república !!!

  • Hamilton diz: 26 de março de 2014

    O correto seria exigir honestidade e seriedade dos vereadores. Quem tem ficha suja não pode ter cargo público.

  • Gustavo Póvoas diz: 26 de março de 2014

    Claro, ano que vem vão aprovar a bolsa paletó para cobrir as ‘despesas’ desta nova regra!

    Vale a pena citar esta decisão do governo de Bangladesh:
    http://super.abril.com.br/blogs/cienciamaluca/bangladesh-proibe-terno-para-conservar-energia/

  • fujiro nakomby diz: 26 de março de 2014

    falta do que fazer… por mim poderiam trabalhar? kaka de sunga, afinal ali nao e forum…

  • Miguel José Teixeira diz: 26 de março de 2014

    O normativo vem a corroborar com a máxima:
    no atual formato, as Câmara de Vereadores estão obsoletas.

  • Paulo diz: 26 de março de 2014

    Até parece que a vestimenta é que faz o homem. Deveriam primar pelos bons costumes, ética, principalmente.
    ÉTICA SENHORES VEREADORES.

  • charles melo diz: 26 de março de 2014

    É um motivo para em breve pedirem auxílio terno. KKKKKKKKKKKKK.

  • Michel diz: 27 de março de 2014

    Terno para os vereadores e chapéu de palhaço para os contribuintes !

  • Márcia diz: 27 de março de 2014

    Isso chega a ser criminoso de parte destes alienados. Perdem tempo com assuntos ridículos, malbaratando estrutura caríssima, mantida com o dinheiro sofrido do povo. Muitos ali não têm o preparo necessário para assuntos do legislativo e da sociedade. Elegem-se na base do tapinha nas costas e por aí vai.

    Sobretudo não se vê espírito público, para merecer as muitas benesses de ser vereador. Muitos só pensam no prosseguimento da vida boa, tanto que se vê a debandada de ocupantes de cargos públicos, para caçar um novo mandato. Lá se vai o prefeito, embora os eleitores votamos nele para um mandato completo.

    Vejam que, após tantas décadas e com tamanha população, não fizeram nada pelo transporte público, integração, consolidação da região metropolitana, concorrência. Até os vereadores de Camboriú saíram (tardiamente) na frente e estão experimentando o que o povo sofre nos ônibus. Itajaí é outro monopólio inaceitável. Além de ser caro, não há como passar horas esperando para pegar outro ônibus e chegar nos confins de Balneário, de madrugada ou altas horas. É preciso atravessar a cidade a pé, coisa para quem tem saúde, tempo. Difícil para idosos, crianças, gente que tem horários apertados.

    O povo se obriga a comprar motos ou carro, o que absurdamente sai mais barato. Tem táxi levando passageiros pelo preço da Praiana. Por inúmeros locais, não passa ônibus, se passa são poucos e incertos horários. E acham que fizeram grande coisa obrigando a Eterna Praiana a pôr uma segunda porta nos ônibus! Não atendem dignamente nem a trabalhadores, estudantes, e muito menos ao turismo.

    Cidade – turística ou não – sem transporte público decente é pura balela. É o retrato da omissão dos vereadores e demais “autoridades”. Vamos dar férias a eles, por favor, na próxima eleição! Ou vamos nos deixar impressionar por terno e gravata e conversinha sem conteúdo?

Envie seu Comentário