Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Delegado Renato Hendges será cremado em Balneário Camboriú

16 de abril de 2014 8
Foto; Cristiano Estrela

Foto: Cristiano Estrela

O delegado aposentado Renato Hendges, que faleceu na madrugada desta quarta-feira, será cremado no Crematório Vaticano, em Balneário Camboriú. A cerimônia está marcada para 20h, mas pode atrasar dependendo do horário de chegada do corpo, que virá de Florianópolis.

Renatão, que lutava contra um câncer, havia sido internado na tarde de terça-feira no Hospital de Caridade, em Florianópolis, para tratar uma infecção no pulmão.

Com 48 anos de polícia, o delegado trabalhou durante 34 na Divisão Antisequestros. E ostentava o impressionante número de 100% de resoluções _ entre ele s alguns pelo Litoral, como o sequestro de Alcino Pasqualotto, herdeiro da construtora Pasqualotto, de Itapema, em 2009.

 

 

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (8)

  • Jorge Brodt diz: 16 de abril de 2014

    Foi um ícone da nossa polícia civil, grande sujeito, vai deixar saudades.
    Minhas condolências à família!

  • Walterley Neves diz: 16 de abril de 2014

    Grande perda…

    O Delegado Renato sempre honrou o nome da Polícia Civil de Santa Catarina.
    Inteligente, perspicaz, líder e organizado, sempre teve sucesso nos casos mais difíceis que participou, pois sempre teve bom diálogo com seus subordinados, fazendo a equipe toda crescer.
    Que sirva de EXEMPLO, tão raros hoje em dia.

  • Pensador Contemporâneo diz: 16 de abril de 2014

    Pessoas com este delegado deveriam ser um exemplo para a sociedade… Parabéns a este herói brasileiro…

  • Alexandre Cordeiro diz: 16 de abril de 2014

    Meu Pai (falecido) era muito amigo dele. O Renatão era um homem do bem. Meus sentimentos a família.

  • Carlos Jorge (Russo) diz: 16 de abril de 2014

    Que outros delegados tenham ele como exemplo.

  • Zulmar Francisco Medeiros diz: 16 de abril de 2014

    Grande perda para todos, este sim fazia a honraria de ser policial, a policia em geral perde grande nome, trabalho, honestidade profissionalismo.

    Vai com Deus,Dr. Renato, porque tudo que aqui fez .

  • Daniel Ramos De Oliveira diz: 16 de abril de 2014

    Um grande Policial e Delegado, certamente um exemplo a todos que hoje estão na Polícia Civil, ou desejam seguir a carreira policial, demostrou em todos os anos que esteve a frente do DAS e da Polícia Civil de Santa Catarina, profissionalismo e comprometimento com a missão diária de proteger vidas, e que sabemos que não é nenhum pouco fácil, mas ele demostrou que apesar de todos os desafios e limitações que se têm na Polícia, é possível sim fazer um trabalho de extrema qualidade.
    Vai com Deus Renatão.Minhas condolências a toda a família.

  • PEDRO ANTONIO MOCHETTI diz: 17 de abril de 2014

    Meu caro amigo e irmão Renatão, que o Grande Arquiteto do Universo o receba de braços abertos, pois voce foi mais que um irmão, voce foi e será sempre um amigo,pois o tenho reservado no coração. Até breve meu irmão.
    Pedro Antonio Mochetti.

Envie seu Comentário