Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Estado quer que família de idosa que morreu atropelada por viatura pague pelos danos ao veículo

25 de abril de 2014 63
Foto: Marcos Porto/Arquivo

Foto: Marcos Porto/Arquivo

Atualizada às 17h19min

Uma briga judicial no mínimo inesperada tem causado polêmica em Balneário Camboriú. O Estado pede indenização por danos materiais à família de Irena dos Santos, que morreu aos 81 anos atropelada por uma viatura da Polícia Militar quando atravessava, segundo a família, sobre a faixa de pedestres, na Terceira Avenida. A morte da idosa ocorreu em 2007, mas o caso continua tramitando na Justiça.

A cobrança em caso de acidentes que envolvem bens públicos _ caso da viatura _ é prevista em lei. Nesse caso poderia ter sido direcionada ao policial que dirigia o carro, mas a Justiça Militar entendeu que ele não teve culpa do acidente. Com isso, a família de dona Irena recebeu a cobrança de, na época, cerca de R$ 4 mil.

A família já tem um parecer favorável na comarca de Balneário Camboriú. A juíza Adriana Lisbôa emitiu sentença em que afirma que não cabe aos familiares da idosa pagar pelo prejuízo porque a culpa pelo acidente não foi dela. Mas o Estado recorreu ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina, sob a alegação de que o sinal estava aberto para os carros e de que dona Irena não estava na faixa de segurança.

A defesa já apresentou as contra-razões e o caso aguarda, agora, que os desembargadores marquem a data do julgamento. A apelação está no TJSC sob o número 2014.020048-3 .

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (63)

  • marlisa diz: 25 de abril de 2014

    A Idosa é atropelada na faixa de segurança e ainda tem culpa????? que absurdo !!!!

  • fabiano diz: 25 de abril de 2014

    hahaha ridículo o estado ainda entrar com uma ação dessas, não tem vergonha na cara mesmo!!! por isso nosso País e Estado está desse jeito! VERGONHOSO!!!!! O Infeliz que moveu essa ação, deveria estar no lugar da idosa, pois essa sim coitada da pagando pelos erros de uns “policiais” que não conhecem o que é FAIXA DE SEGURANÇA

  • Marcelo diz: 25 de abril de 2014

    Fico pensando qual deve ser a linha da defesa… Dever ser algo do tipo: “como a expectativa de vida no Brasil é de 74 anos, pelo IBGE, que é um órgão oficial, a sra. já deveria estar morta há uns 7 anos. Logo, o fato de ela não ter morrido na idade certa foi a causa principal do acidente, uma vez que, se tivesse seguido as estatísticas oficiais, não estaria ali naquele momento.”

  • betodo15 diz: 25 de abril de 2014

    Tomara que ela venha toda noite puxar os pés desses aloprados, ( policiais e gestores) enquanto estiverem durmindo.!!!

  • Curió diz: 25 de abril de 2014

    Assim como o estado recorre das ações dos servidores para pagar salários pagos a menos! É para financiar a máfia que se apoderou do estado! Absurdo não, é chocate!

  • Mari diz: 25 de abril de 2014

    Ela estava na faixa, mas o sinal para carros estava verde. Contar a historia pela metade não dá certo!!! Não estou defendendo ninguém, mas os fatos tem que ser contados inteiros.

  • Leafars diz: 25 de abril de 2014

    Absurdo, imputar à vítima culpa exclusiva fere até mesmo a Constituição, Dagmara. Ela, segundo uns comentários no facebook, estava na faixa de segurança no momento do acidente. Acho um absurdo eles quererem provar que a culpa foi da vítima. Deve-se levar em consideração que ela era uma idosa de 81 anos, que mesmo na faixa, não tinha discernimento pra verificar se todos os carros estavam parados. Eu tenho certeza que existe sujeira por trás disso, esses caras avançaram a faixa e querem culpar uma pessoa que já nao pode mais se defender. Vou torcer pra que além da culpa deles que o motorista pague na justiça por homicídio doloso.

  • LUCIMAR SAVIO SAPELLI diz: 25 de abril de 2014

    MEU DEUS , AONDE NÓS ESTAMOS ???
    UMA IDOSA É ATROPELADA E MORTA ATRAVESSANDO A RUA NA FAIXA DE PEDESTRES E A JUSTIÇA MILITAR DIS QUE O POLICIAL MOTORISTA NÃO É CULPADO
    ELE É CULPADO SIM, POR NÃO PARAR NA FAIXA, POR ANDAR ACIMA DA VELOCIDADE DA VIA, ISSO DA PRA VER ATRAVES DO ESTRAGO NA VIATURA.
    DEVE SER JULGADO POR HOMICIDIO DOLOSO
    E O ESTADO DEVE INDENIZAR A FAMILIA
    QUE JUIZES SÃO ESTES QUE DERAM GANHO DE CAUSA PRO ESTADO
    TOMEM VERGONHA NA CARA , QUE PAIS É ESSE EM QUE VIVEMOS

  • Josiane Lima diz: 25 de abril de 2014

    Não dá para acreditar. Se passamos na faixa de pedestre sem parar, somos multados (mesmo não tendo semáforo). Uma viatura passa na faixa onde uma pessoa está atravessando, é atropelada, falece e ainda leva a culpa por ter prejuízo causado na viatura? Pode isso???? NÃO PODE… Q VERGONHA BRASIL. Estamos falando em uma vida. O policial deveria ser autuado por não parar na faixa, e pior, matou uma pessoa. Devido a isto, a um governo VERGONHOSO q o Brasil não desenvolve.

  • NEY S.C FILHO diz: 25 de abril de 2014

    O governo tem que cobra na justiça é dos politicos corruptos que não são poucos ai sim ganharia ibope.

  • Paulo de Oliveira diz: 25 de abril de 2014

    Governo inoperante, que apresenta propaganda enganosa para iludir os incautos, agora passou do limite. O que pretende com a verba de 4 mil reais ? Continuar enaltecendo os consertos meia-boca promovidos em escolas públicas ? Gente, chega a dar raiva.
    Raiva não. Nojo.

  • JAIR diz: 25 de abril de 2014

    vergonhoso se fosse outro veiculo teria ke pagar pela morte dela e ainda seria preso o condutor do veiculo,o minimo seria caçar a carteira dele, mesmo sendo policial direitos iguais…
    Esseé o nosso BRASILLLLLLLLL

  • NEY S. C FILHO diz: 25 de abril de 2014

    O governo teria que cobrar na justiça são desses politicos corruptos que não são poucos,ai sim ganharia ibope do povo e meu.

  • waltencir j da silva diz: 25 de abril de 2014

    o irresponsável do policial mata a idosa e ainda a família dela tem que ressarcir o estado? absurdo, vergonha, juiz que deu ganho de causa p o estado so pode ser comprado.

  • math diz: 25 de abril de 2014

    Disseram ai acima que a mesma estava atravessando e o sinal já estava verde. Hora, imagine você que uma senhora desta idade nem sempre anda na velocidade que nós jovens conseguimos, os quais muitos sinais são feitos levando em consideração nossas condições de mobilidade. Ela provavelmente começou a atravessar no sinal verde para ela e vermelho para os carros, no decorrer da travessia o sinal dela fechou e o da via se abriu, dando a autorização pros policiais atropelarem e matarem ela, é isso mesmo? Tá louco!!! Esta tudo perdido

  • Jean Coelho diz: 25 de abril de 2014

    Até onde sei o semáforo estava aberto para os veículo, então o pedestre deveria ter aguardado. Vejam o CTB:
    Art. 69. Para cruzar a pista de rolamento o pedestre tomará precauções de segurança, levando em conta, principalmente, a visibilidade, a distância e a velocidade dos veículos, utilizando sempre as faixas ou passagens a ele destinadas sempre que estas existirem numa distância de até cinqüenta metros dele, observadas as seguintes disposições:

    ….

    II – para atravessar uma passagem sinalizada para pedestres ou delimitada por marcas sobre a pista:

    b) onde não houver foco de pedestres, aguardar que o semáforo ou o agente de trânsito interrompa o fluxo de veículos;

    A forma como foi colocada a reportagem, crucifica os policiais e o estado sem esclarecer as circunstâncias do acidente. O texto não é imparcial.

  • Marcelo Mazur diz: 25 de abril de 2014

    Os políticos, juízes e muitos outros deveríamos jogar numa privada e dar descarga!

    Sistema PODRE que estamos vivenciando! Muito triste!

  • everton diz: 25 de abril de 2014

    É brasil…., um pais que ladrão condenado no mensalão faz vaquinha na internet para pagar divida dos cofres públicos e segundo os comentários ganharam tanto dinheiro que dividiram os valores para ajudar uns aos outros, não podemos esperar mais nada. Governo hipócrita, povo Burro……

    at,

    Everton

  • Mario Dias diz: 25 de abril de 2014

    Nestas situações, geralmente agimos com o coração e não com a razão. Deve-se atentar aos fatos. Pelo que se noticiou, o semáforo estava com luz verde para o veiculo. Qualquer cidadão, mesmo com todo cuidado, não podia prever que uma senhora de 81 anos, muitas vezes (nem sempre) sem a perfeita lucidez, atravessaria a rua, mesmo na faixa de segurança, inobservando que o semáforo favorecia o veiculo. Este fato pode acontecer com qualquer um de nós, por mais precavidos que sejamos nestas situações. Para julgar, tem-se que conhecer detalhes do que realmente ocorreu. Infelizmente continua a guerra Carro X Pedestre .

  • Cleiton diz: 25 de abril de 2014

    Ontem mesmo quase fui atropelado por uma viatura da policia em Itajai. Estava atravessando a rua e uma viatura vinha pelo acostamento com as luzes apagadas, se isso não fosse suficiente …. O policial que dirigia a viatura me xingou, um cidadão que paga impostos e ajuda a pagar o salário desse filho de uma p…….. Acho que tenho o direito de xingar ele também … Somente mais um exemplo diante esta vergonha que aconteceu com essa senhora em Balneário Camboriú.

  • NapaSorriso diz: 25 de abril de 2014

    A inversão de valores nesse Pais a todo vapor, se é assim porque não cobram os maus políticos e gestores pelos prejuízos causados aos cofres públicos?
    Esse governo colombo que se curvou aos pés do pmdb esta acabando com resto de dignidade que SC ainda tinha, o os PTralhas estão acabando com o Brasil.

  • carlos diz: 25 de abril de 2014

    Mari diz:
    25 de abril de 2014
    Ela estava na faixa, mas o sinal para carros estava verde. Contar a historia pela metade não dá certo!!! Não estou defendendo ninguém, mas os fatos tem que ser contados inteiros.

  • Airton diz: 25 de abril de 2014

    Por favor né pessoal… vamos ser justos, claro que foi uma tragédia a idosa falecer, mas o trânsito é feito por normas e regulamentações e em uma faixa de segurança onde existe semáforo os dois lados devem respeitar, tanto os automóveis como os pedestres e se a idosa invadiu a faixa, mesmo estando vermelho para ela e verde para os motoristas ela foi errada sim e não é porque morreu que o motorista deve assumir a culpa.
    Os estragos da viatura devem SIM ser pagos pelo responsável pelo acidente e neste caso me parece que a responsável foi SIM a idosa.

  • fatos nao contados diz: 25 de abril de 2014

    o pedestre deve respeitar o sinal. Hora se uma pessoa se atravessa em via fechada para pedestre e é atropelado…. !! a culpa é de quem ???? os fatos precisam ser melhores explicados para tirarem as conclusões ! eis que … Senão então para que sinal na frente do terminal do TICEN… que façam uma passarela por baixo ou por cima (acho o mais correto)…

  • Ronald diz: 25 de abril de 2014

    Que lixo! É para isto que serve o dinheiro dos impostos que todos nós pagamos?! Lamentável!

  • Andrei Mendes Martins diz: 25 de abril de 2014

    O estado matou a senhora de 81 anos, e agora quer roubar a família em 4 mil reais?
    um capô mais um para-brisa 4 mil reis ? vão colocar em quantas viaturas? no minimo 5 viaturas!!!

  • pedro paulo diz: 25 de abril de 2014

    Essa turma que que faz comentarios é de chorar,pois o codigo de transito é bem claro nessa situação,mas esses entendidos são os mesmos que furam sinal,estacionam em local proibido,jogam lixo pela janela do veiculo,depois vem criticar quem segue a lei;Ta dificil,sinal verde, veiculo liberado,pedestre pare e aguarde para cruzar a rua,sinal vermelho,veiculo pare,pedestre liberado para cruzar a rua,mas para os entendidos…..
    Pedro

  • Paulo Pennaforte diz: 25 de abril de 2014

    Eu estava passando sobre uma faixa e havia pessoas na calçada, paradas. Um “zeloso” PM, certamente precisando completar a cota de multas do mês, me multou dizendo que “não dei preferência aos pedestres”. Repito, os pedestres estavam PARADOS NA CALÇADA sem indicativo claro de que queriam atravessar.
    Agora, um carro da PM atropela uma pessoa na faixa e daí alegam que o sinal estava verde para o veículo. Ora, eles não sabem que se o pedestre ainda está na faixa depois de o sinal abrir, o pedestre ainda tem a preferência e o carro tem que esperar?
    É por causa de políticos mau caráter e de maus policiais que esse país não evolui.
    Espero que o Judiciário esqueça os compromissos com o Governo do Estado [por terem sido nomeados por ele] e restabeleça a Justiça verdadeira!

  • Roberto Ribeiro Jr diz: 25 de abril de 2014

    Está certo…! Se os carros tem que respeitar o sinal (verde/vermelho), porque os pedestres não têm a mesma obrigação (verde/vermelho para pedestres)? Do contrário, nós todos pagamos a conta da viatura! VOCÊ também vai pagar!

  • Fellipe diz: 25 de abril de 2014

    Ou a culpa é da idoso ou do policial condutor.
    Se a culpa do acidente foi da idosa, a família tem q pagar o bem público.
    Se ela não pagar, quem vai pagar sou eu (contribuinte)
    Seja como for, no mínima existe uma culpa concorrente.
    É claro que existe uma razão humanitária, mas se o modelo de resposabilização civil não for seguido, o Estado vai quebrar mais ainda.
    Eu imagino que nesse caso os desembargadores vão fazer o que sempre fizerem, não aplicar a lei. Pra não ficar socialmente feio pra eles, juridicamente vão dizer que a culpa é de ninguém.

  • Heitor diz: 25 de abril de 2014

    Gente, isso ocorreu num semáforo.
    Estava verde para os veículos, a sra foi culpada e há de pagar.
    Vocês querendo ou não, o dinheiro público não pode favorecer alguém só porque é ‘uma velhinha’.

    “E se……..” fosse seu carro!? Iria arcar com as custas?

  • marcelo diz: 25 de abril de 2014

    se a idosa estava na faixa de segurança mas, tendo o sinal aberto para os carros, o pedestre deve aguardar até o sinal feche para os veículos, mesmo havendo uma faixa de segurança, o semafaro deve ser respeitado.

  • Luiz diz: 25 de abril de 2014

    Garanto que o seguro DPVAT a família ficou!!! Mesmo sendo a idosa a culpada!

  • nano diz: 25 de abril de 2014

    Esse jean coelho deve ser um baita de um jaguara,se fosse a sua vò vc nao falaria isso,coloque na sua cabeça seu burro,que uma pessoa idosa já os reflexos sao menos do que o normal,a mobilidade dela é menos também.e se vc for na auto escola q independente a situação o pedestre sempre tem preferencia,e como o cara consegue atropelar um pedestre na cidade.e a velocidade que ele devia estar,carro novo os freios sao tudo bom,uns 40 por hora dava tempo de parar sossegado,e mesmo que atropelasse nao a ponto de matar.

  • leocadia kaucz largura diz: 25 de abril de 2014

    so faltava isso …..pouca de uma vergonha ,a família alem de sofrer com a perda da mãe ter , que pagar ao estado …..cadê as autoridades…. ?????????????

  • Adair José diz: 25 de abril de 2014

    Justiça Militar? Existe isso na Polícia ou e piada? Se existe, é mais algum cabide de emprego para proteger os seus pares! Rsrsrsrsrsrs. Brasil não é sério, definitivamente!

  • Leandro Felipe diz: 25 de abril de 2014

    Com uma polícia dessa… esperavam o que?

  • E diz: 25 de abril de 2014

    Se eu fosse a juíza eu mandava prender o ator e o advogado do processo por atrapalhar a justiça, tem sim semáforo que não tem sinal para pedestre e tem um na Avenida Osmar Cunha com a Avenida Rio Branco se você não correr morre atropelada, o tempo não é respeita a acessibilidade para com os idosos ou pessoas com algum tipo de dificuldade em locomoção.

  • José Afonso Costa diz: 25 de abril de 2014

    POR FAVOR JUSTIÇA NÃO FALHE, PORQUE EU NÃO FALHO.

  • ilton diz: 25 de abril de 2014

    pouca vergonha morar no brasil,e so aqui que tem esse tipo de palhaçada

  • Van diz: 25 de abril de 2014

    O processo é realizado para apurar os fatos. Se ficou comprovado que a senhora atravessou a avenida, mesmo na faixa de pedestres, porém com o semáforo fechado, o ressarcimento ao Estado deve sim ser imputado à idosa.

  • rafael diz: 25 de abril de 2014

    A Lei de Trânsito é bem clara sobre o ocorrido. Sinal vermelho pare e sinal verde siga. Infelizmente houve uma morte e muitas pessoas se deixam levar pelo emocional. Respeitamos a emoção mas a RAZÃO deve ser cumprida.

  • Daniel santos diz: 25 de abril de 2014

    Aconteceu comigo algo parecido. Eu andava de moto a 40Km/h, logo a frente um ciclsta que seguia pela borda da via simplesmente cruzou a pista em minha frente. Inevitavelmente o atropelei, ambos caímos e nos machucamos, ouve danos na minha motocicleta e na bicicleta do ciclista.
    De quem é a culpa????
    No meu caso a família do ciclista pagou pelo meu prejuízo.

  • Fabricio diz: 25 de abril de 2014

    O Estado se mostra BURRO, assim como estes gestores desprovidos de inteligência e bom senso. Isso é no mínimo vergonhoso. A cada dia o Brasil se mostra um país decadente e patético, agora o Estado se SC se coloca na mesma posição. Não sei se sinto raiva, vergonha ou uma combo destes sentimentos. E ainda somos obrigados a votar nestes FDP…

  • Leonardo diz: 25 de abril de 2014

    Comentários lamentáveis, ignorantes… O mais coerente ainda de Pedro Paulo. Porém ninguém sabe certo dos fatos, até mesmo a reportagem deixa a dúvida, mas metem pau na policia, no estado, todo mundo sabe julgar apontar os erros do outros, acham culpados… Vergonha é o estado disponibilizar aos servidores conduzirem veículos de emergência e urgência, para realizarem suas atribuições, obrigações em prol desses cidadãos hipócritas e mal agradecidos, sendo que na condução destes veículos estão em risco eminente a todo tempo sem seguro.

  • Rangél diz: 25 de abril de 2014

    A notícia é sensacionalista e tá apresentada de forma a causar a indignação das pessoas leigas que não têm conhecimento do processo. É capaz de uns loucos quererem linchar o policial por causa de uma história mal contada dessas.
    Só tem uma coisa que dá para afirmar: o governo é culpado sim, mas de pintar faixa de segurança embaixo de semáforo. Nestes locais deveriam haver barras diagonais e faixas delimitadoras do local de travessia. A faixa de segurança dá a impressão às pessoas pouco esclarecidas de que os veículos sempre têm que parar para elas atravessarem, mesmo sob o semáforo!

  • Fernando Cordeiro diz: 25 de abril de 2014

    è meus amigos….isso q temos para nós…vamos la nós votar daqui a pouco vamos kkkkk

  • roque diz: 26 de abril de 2014

    Pelo que da pra ver o colombo esta sem dinheiro para campanha,gostaria que um dos ex governadores destes que nos estamos pagando sua aposentadoria emprestasem uma graninha para ele.Como que um juiz aceita um caso como esse em que se baseia uma barbare dessas quem fez este artigo da lei teria que tar preso se ja não esta morto.

  • Mario Dias diz: 26 de abril de 2014

    Já fiz meu comentário acima. Reforço, as leis, apesar de não serem respeitadas por muitos, tem que ser levada em conta. Conforme foi dito acima, não é porque se trata de uma senhora de 81 anos, que o condutor deva ser condenado, ainda mais sem conhecer de fato os detalhes. Logico que tratando-se de pessoas idosas, o cuidado deve ser redobrado, porem qualquer um de nós está sujeito ao fato ocorrido. Se a familia tinha conhecimento de possiveis dificuldades desta Senhora, deveria acompanhá-la. Muitas vezes as faixas de segurança tem se tornado um perigo, tanto para os condutores de veiculos, como para os pedestres, pois não são tomados os cuidados necessários. Como foi dito acima, as leis de transito são vergonhosamente desrespeitadas, é só prestar atenção.

  • Antônio Vitor Ulrich diz: 26 de abril de 2014

    Vejo que o maior problema mesmo no Brasil é o despreparo, Aquele que fez uma pessoa atravessar imprudentemente num sinal de trânsito, aquele que impediu a prudência do policial em passar a faixa em velocidade muito menor e aquela que faz com que ninguém conheça a administração pública. Não vi nenhum comentário que leve isso em conta. Os agentes do Estado estão constitucionalmente obrigados a agir em seu nome, não tendo o direito de não acionar a família da idosa, sob pena de caracterização do crime de improbidade administrativa.

  • Crispim Oliveira diz: 26 de abril de 2014

    Para a polícia não existe lei… eles podem tudo… eles mesmos julgam…. VERGONHA

  • Edmilson diz: 26 de abril de 2014

    Não sei se é o caso desta senhora que morreu, mas devo concluir que se um pedestre atravessar a rua fora da faixa de pedestre pode atropelar e matar ?
    Você freia e desvia de buracos, e outros barbeiros mas se uma senhora de 81 anos for atravessar a rua você deve passar por cima e ainda cobrar da família os prejuízos causados pela sua falta de atenção ?
    Ah tá……………

  • Pedro Goulart diz: 26 de abril de 2014

    Sg

  • Jonathan diz: 26 de abril de 2014

    Acho que a sociedade em geral está muito radical hoje em dia, ou tem que seguir a lei a risca, ou tem que condenar o governo a queimar no inferno. Acho que falta a sociedade um pouco mais de BOM SENSO. Oras…ta certo, a lei é clara e o pedestre não deve atravessar a faixa sem olhar antes, mas PELO AMOR DE DEUS, estamos falando de uma senhora de 81 ANOS!!! Qualquer imbecil sabe que ela já não tinha discernimento claro das Leis de transito, ela queria apenas atravessar a rua porra!! Se por um lado ela estava errada conforme as lei de transito, no MINIMO o estado deveria respeitar a família dela e esquecer essa cobrança, com certeza eles não vão ficar mais pobres por causa de R$ 4000,00, assim o bom e velho BOM SENSO prevaleceria a todos.

  • elton diz: 26 de abril de 2014

    O CTB é claro quanto aos direitos e deveres de pedestres e motoristas,, independente de ser policial ou cidadão comum. Mas também há que se levar em consideração que assim como há motoristas que desrespeitam a faixa, há pedestres que abusam dela, justificando se enfiar na frente dos carros o fato de estarem sobre a faixa. Não sei se foi esse o caso dessa senhora, mas cobrar a dívida da família? A provável autora do fato já não existe, o processo não deveria ser arquivado? Daqui a pouco estaremos presenciando familiares de bandidos mortos cumprirem pena por eles.

  • CURTO&GROSSO diz: 27 de abril de 2014

    Que a disposição em defender o Estado também seja dessa forma quando o assunto se tratar dos desvios/roubas de verbas pública destinadas a construção de estradas ou pontes, das benesses bilionárias concedidas a fundo perdido a países de regimes escravocratas tais como Cuba ou Venezuela, quando da compra de refinarias superfaturadas e sucateadas tal como a de Pasadena nos EUA e que explicitam a roubalheira nas estatais e o desrespeito com os trouxas/contribuintes deste país, que a disposição seja a mesma quando o assunto se tratar de roubo as verbas públicas que deveriam financiar a saúde ou a merenda escolar !
    Que país de gente sem vergonha !!!

  • Elias diz: 28 de abril de 2014

    - Boa Matéria no minimo autoridades e governos ja deviam ter veiculado nos canal de mídia, notas de apoio indenizado a vitima e prestado atos soliedadariedade e os sentimentos de condolência a família…….enlutada….. por perda de um enter querido, este tipo de processo mostra o desrespeito com a vida humana…a população elege estes cidadão porque são obrigados…uma ditadura mascarada de democracia….

  • rafael matias diz: 14 de maio de 2014

    Independente de ter faixa ou não, ter sinal ou não, a prioridade é o pedestre, pra quê existe então direção defensiva?.

    vergonhoso…

    “Cadê a Pátria amada? Onde está a mão gentil?”

  • Estado avalia desistir de processo | Guarda-sol diz: 14 de maio de 2014

    [...] 81 anos, que morreu em 2007 atropelada por uma viatura da Polícia Militar em Balneário Camboriú. O Estado pedia o ressarcimento pelos danos ao veículo [...]

  • Cobrança do conserto de viatura que atropelou idosa repercute no Youtube | Guarda-sol diz: 16 de maio de 2014

    [...] o caso da idosa atropelada por uma viatura da Polícia Militar em Balneário Camboriú, em que o Estado pede indenização à família da vítima, que morreu no acidente. No vídeo, publicado nesta quinta-feira, o vlogger, [...]

  • wellington holanda diz: 18 de maio de 2014

    DEPOIS DE TODO ESSE COMENTARIO,RESTA SO UM PRA FECHAR: ESSE PAIS NOS DA VERGONHA DE SER BRASILEIRO PRINCIPALMENTE ISSO QUE CHAMAM DE JUSTICA.

  • Evandro diz: 23 de maio de 2014

    PARA OS DESINFORMADOS!

    Hierarquia de responsabilidades definida na lei para o trânsito brasileiro, caminhões, ônibus e carros devem proteção a pedestres, ciclistas e motociclistas, para segurança nas vias públicas
    Se levada em consideração a filosofia do Código de Trânsito Brasileiro (CTB – Lei 9.503/97), os motociclistas não deveriam ser os principais acusados da guerra registrada nas ruas do país. O CBT faz uma hierarquia das responsabilidades dos diversos participantes do trânsito, cabendo maior responsabilidade ao condutor do maior veículo, ou seja, ônibus ou caminhões. Por essa visão, os motociclistas só não são mais vulneráveis que os ciclistas e os pedestres (veja o infográfico ao lado). Porém, ao se andar a pé ou de bicicleta não se atinge a velocidade da motocicleta, o que aumenta o risco para os motociclistas.
    Os dados confirmam essa vulnerabilidade. Duas em cada três vítimas do trânsito no Brasil são pedestres, ciclistas ou motociclistas. Porém, segundo o Mapa da Violência 2012, os últimos anos vêm assistindo à queda na mortalidade dos pedestres, leves incrementos nas mortes de ciclistas e violentos aumentos na letalidade de motociclistas.
    “Os usuários mais vulneráveis do trânsito passam por riscos adicionais porque as suas necessidades não são levadas em consideração no planejamento das vias públicas, construídas para o fluxo de veículos motorizados, geralmente de quatro ou mais rodas. Pouca atenção é dada para as necessidades de pedestres e ciclistas [e também de motociclistas], o que significa que esses grupos devem enfrentar riscos crescentes no uso e na travessia de vias públicas. Grande parte das intervenções de segurança no trânsito (uso do cinto de segurança, de cadeirinhas para crianças e testes de colisão) é direcionada a ocupantes de carros”, registra o Relatório do Estado Global sobre a Segurança nas Estradas, da ONU, de 2009.

  • Estado desiste de cobrar família de idosa que morreu atropelada por viatura por danos ao veículo | Guarda-sol diz: 16 de junho de 2014

    […] Geral do Estado (PGE) comunicou ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) que desistiu da ação movida contra a família de Irena dos Santos, que morreu aos 81 anos atropelada por uma viatura da Polícia Militar em Balneário Camboriú, em […]

Envie seu Comentário