Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Alvará suspenso e mudanças em vista

03 de maio de 2014 0
Foto: Rafaela Martins

Foto: Rafaela Martins

 

A construção de uma filial da Havan em Balneário Camboriú, em um terreno próximo ao Balneário Shopping, teve o alvará suspenso pela prefeitura até que a procuradoria jurídica do município decida sobre a necessidade de um estudo de impacto de vizinhança para a obra. A confusão ocorreu porque a Secretaria de Planejamento abriu mão do documento, mas o Conselho da Cidade exige que seja entregue um parecer completo sobre o empreendimento que será feito no local – um complexo com três torres que, além da loja brusquense, também vai abrigar um hotel, outras lojas e uma nova prefeitura.

Auri Pavoni, secretário de Planejamento, diz que o estudo não foi exigido porque a construção da Havan será provisória. Depois que o complexo estiver pronto, a loja deve migrar para dentro do edifício comercial.

O empreendimento, feito por dois empresários da cidade, foi aprovado pelo Conselho da Cidade tendo a área para a prefeitura como contrapartida. A ideia da administração municipal é levar para o local não só o gabinete do prefeito, mas todas as secretarias com exceção da de Obras.

A previsão é que os prédios e uma praça horizontal fiquem prontos em quatro a cinco anos. A prefeitura ainda não definiu o que será feito, então, com o prédio atual, que fica no alto da rua Dinamarca.

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário