Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Recuperação em Laranjeiras

06 de maio de 2014 4
Foto:Rafaela Martins

Foto:Rafaela Martins

Parte das construções à beira do mar na praia de Laranjeiras, em Balneário Camboriú, terá que ser demolida para dar lugar a um projeto de recuperação da restinga, vegetação de preservação permanente e protegida por lei. O recuo é resultado de um termo de ajuste de conduta firmado em 2008 com o Ministério Público Federal, que agora chegou à fase de execução.

As construções na orla de Laranjeiras são comerciais, restaurantes e bares na beira da praia. A decisão de quais serão as construções atingidas e como será feita a demolição das áreas dos imóveis que estão em local irregular está passando por avaliação de viabilidade. O acordo prevê que a prefeitura de Balneário apresente ao MPF um estudo para o plano de recuperação da vegetação no local.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (4)

  • armelino diz: 6 de maio de 2014

    è o cú da cobra esta merda de MPF querendo recuperar uma area que já é de uso público a mais tempo que estes Senhores são Senhores. ISTO É UMA VERGONHA

  • kliferson diz: 6 de maio de 2014

    Parabéns ao MPF. Otima ação.

  • Paulo Roberto diz: 7 de maio de 2014

    Já não era sem tempo, esta mais do que na hora de organizar aquela bagunça. Parabéns ao MPF que resolveu agir para que a praia de laranjeiras fosse recuperada. Restaurante a beira da praia tudo bem, mas não dentro da praia.

  • Marcelo diz: 7 de maio de 2014

    Esse Armelino deve ser proprietário de algum restaurante por lá, só pode!!

    Parabéns ao MPF, um dos poucos órgãos que ainda se pode confiar nesse Brasil!!

Envie seu Comentário