Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Esperando por socorro

03 de julho de 2014 2

 

Foto: Rafaela Martins

Foto: Rafaela Martins

A capivarinha da foto anda rondando a Beira-rio em Itajaí em horário pouco comum, no meio do dia. Os técnicos da Fundação do Meio Ambiente (Famai) acreditam que ela esteja ferida e já tentaram resgatá-la, sem sucesso. Por isso pedem que, se alguém perceber a bichinha assim, sozinha na beira do rio, acione o socorro da fundação, no telefone (47) 3348-8031

Cristina Freitas, diretora de Defesa Animal da Famai, diz que a principal suspeita é que a capivara tenha sido atinginda por algum instrumento cortante, como uma faca.

A Fundação recebe constantemente denúncias de caça às capivaras, o que é considerado crime ambiental.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (2)

  • Joel diz: 3 de julho de 2014

    O poder publico é assim mesmo: tem duas capivaras prá cuidar, deixa uma delas engravidar e a outra fugir. A Cristina é uma pessoa extraordinaria e dedicada, mas, a estrutura que o municipio dá pro FAMAI é abaixo da crítica. O problema é que as capivaras que rondam a Beira-Rio vieram de Blumenau, junto com as cheias do Rio Itajaí e, portanto, elas não votam aqui…Então, prá que investir em capivara, né?

  • Capivara vítima de caçadores morre após ser atendida em Itajaí | Guarda-sol diz: 4 de julho de 2014

    […] capivarinha doente que andava rondando a região da avenida Beira-rio, em Itajaí, foi resgatada na quinta-feira pela […]

Envie seu Comentário