Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Falta acolhimento

14 de julho de 2014 2
Marcos Porto / Agência RBS

Marcos Porto / Agência RBS

A prefeitura de Camboriú foi pioneira na região ao lançar um programa de chipagem de animais para evitar o abandono. Pelo menos 30 cães são atendidos por mês e, além de receberem o chip, que contém dados do dono, também passam por castração.

A ideia tem funcionado bem, exceto por um problema: os cães de rua, já abandonados e principais vítimas dos atropelamentos, por exemplo, não conseguem ser atendidos pelo programa.

Carla Krug, secretária de Meio Ambiente da cidade, diz que como não há ambulatório veterinário em Camboriú a solução é contar com a boa vontade de algum morador que se disponha a cuidar do bichinho no pós-operatório. Se não houver quem cuide, não é feita a castração.

A secretária admite que há milhares de cães nas ruas de Camboriú e que o problema é sério. Como não consegue castrá-los, está apostando na conscientização. Agentes têm feito palestras em escolas para falar sobre posse responsável e adoção.

A ideia é, no futuro, criar um ambulatório para os bichinhos. Mas para isso é necessário um recurso que o município não tem. A expectativa de Carla é conseguir a verba com os serviços que necessitam de autorização da secretaria, como terraplanagem e corte de árvores, que só passaram a ser taxados recentemente.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (2)

  • carla rosana krug diz: 14 de julho de 2014

    Boa tarde. Gostaria, inclusive, de mais uma vez conclamar a comunidade para que seja evitado o abandono de animais, que é ato criminoso, com severas punições. Cada dono de animal, deve manter o mesmo dentro de sua propriedade, dados estatísticos contam que 80% dos animais errantes, tem dono, logo, tem casa. Temos que promover uma mudança cultural radical para melhorar este quadro, tenho boa expectativa diante das palestrar e da castração gratuita, para os animais errantes, estamos estudando possibilidades para tutela, para que possamos, também, oferecer-lhes a castração. Nos próximos trinta dias, estamos realizando mutirão de castração de fêmeas, cuja demanda é bem maior. Agradeço o espaço para divulgação deste importante serviço.

  • coreano faminto diz: 14 de julho de 2014

    Contratem coreanos, eles sabem o que fazer com os caes

Envie seu Comentário