Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

À espera da audiência

18 de julho de 2014 2
Foto: Marcos Porto / Agência RBS

Foto: Marcos Porto / Agência RBS

O processo que pede a retirada das canchas de bocha da areia da praia Central de Balneário está desde a semana passada nas mão da Justiça, aguardando uma sentença sobre a ação civil pública.

Nos próximos dias deve ser confirmada uma audiência conciliatória, medida sugerida pelo procurador do MP Estevan Gavioli da Silva. Em março deste ano ele deu parecer favorável à ação, ingressada pela presidente do Sindicato dos Empregados do Comércio Hoteleiro, Bares, Restaurantes e Similares de Balneário Camboriú e região (Sechobar), Olga Ferreira.

O pedido pela retirada das canchas é baseado na proibição da concessão dos espaços públicos para organizações privadas. As canchas são administradas por associações, que têm até uma Liga Independente de Bocha.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (2)

  • Miguel José Teixeira diz: 18 de julho de 2014

    Interessante. . .
    Quando os invasores brancos chegaram aqui, não tinha nada disso !!!
    Ah. . .mas também não se jogava “bocha”.
    Eles é que trouxeram esse estranho jogo. . .

  • eduardo lopes diz: 18 de julho de 2014

    Estas canchas estão a vários anos na praia central, fazendo parte da paisagem da cidade, Pessoas que gostam deste esporte e se interessam sempre vão ter como participar, A Foto da matéria ja ilustra os benefício que este esporte traz.O pessoal da Melhor idade aproveita bastante. Não vejo nenhum problema em manter estas canchas. Organizações privadas ?, como fala a matéria , são associações que foram crescendo com a popularidade deste esporte, De nada incomodam, O que o MP deveria realmente se preocupar são com estes quiosques que causam uma poluição visual . Estes sim deveriam ser examinados e refazer esta ideia a muito ultrapassada .

Envie seu Comentário