Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Todo cuidado é pouco

26 de julho de 2014 3

Diante do número absurdo de multas decorrentes da fiscalização eletrônica e da reclamação massiva dos motoristas, a prefeitura de Itajaí terá que usar do bom senso. É necessário, de fato, avaliar se os equipamentos estão bem aferidos e não estão gerando multas indevidas. Mas também é preciso lembrar que há abusos.

Se há indicação de velocidade máxima permitida, não é para respeitá-la apenas junto do radar. Se o semáforo está para fechar, o que custa esperar mais alguns minutos?

Um pouquinho de tolerância não faz mal a ninguém.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (3)

  • Evandro Luis Jacobus diz: 26 de julho de 2014

    Realmente, sou morador de Balneário e estou seguidamente em Itajai, e até agora não recebi nenhuma multa..Mas vejo muitos apressadinhos dar arrancada quando o sinal fica amarelo, principalmente as motos.

  • Renata Rosa diz: 27 de julho de 2014

    Não recebi multa ainda mas já fico cabreira qdo passo no amarelo, e só passo no amarelo qdo vem carro atrás e não dá tempo de parar. Nem o sinal verde me deixa tranquila, uma nóia! Todos os semáforos deveriam mesmo ser do tipo que vai mudando aos poucos para que os motoristas responsáveis não acabem penalizados por causa de segundos. Que eu saiba, amarelo não é vermelho, certo?

  • Mario diz: 28 de julho de 2014

    Tem que fazer valer a lei de trânsito, SIM!. Que bom que estamos vendo agentes da Codetran e policiais no centro. A situação é de selvageria total. Nas sinaleiras, chega-se, em algumas horas, a um emaranhado. Trancam tudo, não respeitam amarelo ou vermelho. Chingam a tudo a e todos, ameaçam gravemente aos pedestres.

    Vão grudado na sua traseira, mesmo quando há sinais mostrando o limite de velocidade. Há motos e carros fazendo retorno por cima de canteiros na Contorno e na Osvaldo Reis. FALTA CICLOVIA POR TUDO!!!!

    Sobra pedichão e bebum nos cruzamentos, assustando a gente de noite especialmente. Você fica refém deles nas sinaleiras vermelhas, perto do fórum nem se fala… Ali o semáforo demora uma eternidade para abrir, frente à SDR-Gered, e nem há movimento. Prato cheio para ladrão.

    Pedestres zanzam de um lado ao outro, indecisos, nos meios dos veículos, entre ônibus. FALTA FAIXA DE PEDESTRE, e onde tem é uma bagunça de faixa grudada na outra ou faixa apagada. Falta o sinal claro para o pedestre.

    Distribuir folheto ajuda, mas deveria haver sinalização permanente de conscientização. Lembro como me impressionava, quando jovem, a placa pelas estradas “Perca um minuto, mas não perca vida num minuto”.

    A Rua Tijucas deveria ser um cartão de visitas, mas é uma zorra, com marquise de loja despencando, sem fiscalização, carro batendo em carro, caminhão arrancando retrovisor de quem está estacionado. Calçadas medonhas. Lojas acanhadas e pobrinhas, que cobram preço diferenciado no cartão, não põem preço na vitrine. Ladrãozada na praça e na Matriz. Bêbado jogado na calçada. No final da semana, o chique restaurante, quase na esquina da catedral, espalhou esgoto pela rua, após horas de caminhão limpa-fossa ocupando uma pista da via, apestando tudo. Foram horas de fedentina.

    PADRÃO DE REGATA E TURISMO INTERNACIONAL….

Envie seu Comentário