Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Decreto que suspende autorizações para novas obras preocupa construtores em Itapema

28 de julho de 2014 3
Foto: Diego Redel/Arquivo

Foto: Diego Redel/Arquivo

 

Uma longa discussão em torno do decreto municipal que suspende a autorização para novas obras reuniu nesta segunda-feira a diretoria do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon) de Itapema. A conversa terminou com a decisão de pressionar a prefeitura para que estabeleça um prazo para conclusão do novo plano diretor e para a retomada das análises de novos empreedimentos.

Durante a tarde representantes do sindicato marcaram reunião com o prefeito Rodrigo Bolinha (PSDB). João Formento, presidente do Sinduscon, diz concordar com alguns dos argumentos apresentados pelo prefeito para o decreto, entre eles o de que é preciso pensar a cidade de forma a evitar problemas como a falta de mobilidade. Mas afirma que a decisão da prefeitura provocou insegurança jurídica e que perdas são inevitáveis. Ele cita como exemplo as negociações que envolvem permutas de terrenos, que serão suspensas caso ainda não haja autorização prévia do município.

A posição não é unânime. Alcino Pasqualotto, diretor da construtora que leva seu sobrenome e é responsável por grande parte dos empreendimentos de luxo na cidade, afirma que a suspensão é necessária para garantir a qualificação dos imóveis, com menor ocupação dos terrenos. Pasqualotto diz que há dois anos a empresa já havia optado por reduzir o volume de obras para construir com mais qualidade, e acredita que isso seja importante para a cidade.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (3)

  • Adalberto diz: 28 de julho de 2014

    Itapema tinha prédios bacanas, quatro, seis, oito andares, mas a ganância falou mais alto e agora só vemos aqueles caixotes, que usam nos quatro primeiros andares toda a extensão do terreno e depois mais uns dez andares de apartamentos, deixando as ruas cheias de sombras e prejudicando a ventilação.

  • Daniel Neto De Arruda diz: 28 de julho de 2014

    Talvez assim os empresários comecem a pensar em outros investimentos e não só prédios!

  • alberto brasi diz: 29 de julho de 2014

    E so questao de tempo e de propina pra que esta polemica acabe, historicamente tudos os perfeitos de itapema ficarao mais enriquecidos pelas propinas pagas a eles em este tipo de discuçoes. Ainda nao foi explicado porque foi derrumbado o morro do castelinho, cartao postal e resto da matta atlantica em Meia Praia, por parte dos Russi. Estamos fartos de saber que a perfeitura baila ao ritmo das construtoras que pagarao a sua campania de eleçoes. Por isso e que Itapema nunca ira pra o frente, pois a corrupçao e generalizada. Vergonha mesmo

Envie seu Comentário