Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Licitação do ferry boat fica para outubro

18 de agosto de 2014 3
Foto: Marcos Porto

Foto: Marcos Porto

 

O Departamento de Transportes e Terminais (Deter) publicará até o fim do mês o edital de licitação para o ferry boat que liga Itajaí e Navegantes. A intenção é que a concorrência seja definida em outubro, respeitados os 45 dias de prazo após o lançamento. O edital prevê 20 anos de concessão do serviço e início das atividades 60 dias após a divulgação do resultado.

A tendência, porém, é que a Empresa de Navegação Santa Catarina, atual responsável pelo serviço, saia em vantagem caso decida concorrer. Isto porque as embarcações e as benfeitorias feitas nas duas margens pertencem legalmente à empresa. A gerência de hidrovias do Deter confirmou que a empresa que vencer a concorrência pública terá que indenizar a atual permissionária.

A licitação é resultado de uma ação movida pelo Ministério Público de Santa Catarina no início do ano. Será a primeira concorrência para concessão do serviço no Estado _ hoje, todas as travessias de responsabilidade estadual estão nas mãos de permissionárias, empresas que foram autorizadas para o trabalho sem terem passado por licitação.

A prática de ceder o serviço sem concorrência era antiga na União, que administrava todas as travessias brasileiras até a criação da Agência Nacional de Transportes Aquaviários, a Antaq, em 2009. Foi assim que a Empresa de Navegação Santa Catarina passou a fazer a travessia, que está nas mãos da permissionária desde 1985.
A direção da empresa preferiu não comentar se recorrerá à Justiça para evitar a licitação, ou se vai se inscrever para a concorrência.

Enquanto isso

A promessa de uma ponte ou túnel para ligar as duas cidades ainda não passa de boato. O assunto costuma vir à tona em época de eleição, mas até hoje não se chegou a um denominador comum.

A mais recente tentativa, encabeçada por uma das maiores construtoras do país no início do ano, que chegou a fazer visitas e estudos na região, parecer ter morrido na praia.

De olho no preço

A ação do Ministério Público foi movida após o súbito reajuste das travessias, em março. O aumento, autorizado pelo Deter, foi de em média 4,76% na travessia do Centro e de 4,87% no Porto das Balsas.

Não se sabe ainda qual será o regime de reajuste previsto pelo órgão estadual após a licitação.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (3)

  • Rodrigo diz: 18 de agosto de 2014

    Ponte ou túnel ??? pfff…ta bom…vou morrer e nascer de novo e isso nunca vai sair do papel…se fosse pra capital (que nem perto chega do que Itajaí arrecada pro estado), o governador já teria feito !!! Isso sem falar em problemas de mobilidade urbana na cidade que tá uma vergonha ! É bom Itajaí acordar agora…o povo de Itajaí precisa acordar e não votar nesses caras de fora (de outras cidades)…Itajaí tem condições de colocar pelo menos 1 ou 2 deputados estaduais e 1 federal… agora tbm não adianta ficar sempre nesse lenga-lenga e nessa máfia que todos sabem que existe nesse ferry-boat !!! o que eles menos se importam é com o povo !!! =/

  • Jose Brun diz: 18 de agosto de 2014

    Já que estamos em época de eleições que tal começar a cobrar dos candidatos algum compromisso para a construção de túnel de ligação entre as cidades de Itajai e Navegantes? Da maneira que estamos temos um aeroporto de interesse regional que está perto mas praticamente fica inacessível quando há acidentes na BR.

  • Cirenio Coelho diz: 19 de agosto de 2014

    Ja está muito antigo este tipo de transporte, deixando o crescimento das cidades a desejar com filas enormes perdendo tempo e pedágio caríssimo.
    Falta politica Estadual para fazer uma ponte, e alavancar o progresso das duas Cidades.

Envie seu Comentário