Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Aeroporto de Navegantes é autorizado pelo Ibama para fazer manejo de pássaros

05 de setembro de 2014 3
Foto: Marcos Porto

Foto: Marcos Porto

 

O Aeroporto de Navegantes conquistou autorização do Ibama para fazer por conta própria o manejo das aves que aparecem na área aeroportuária, onde há risco de colisão com as aeronaves. Funcionários do terminal, acompanhados de biólogos, podem a partir de agora fazer a captura e a soltura dos animais em local pré-determinado, que fica a 200 quilômetros de distância das pistas de pouso e decolagem.

O plano de manejo foi a mais recente de uma série de medidas adotas pelo aeroporto para reduzir a incidência de aves. Navegantes chegou a ser o 2º terminal no país em colisões de aves com aeronaves em 2010. Os últimos dados do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), do ano passado, mostraram que o terminal caiu 10 posições, passando para o 12ª lugar no Brasil.

Situação bem diferente de Joinville, que ocupou no ano passado o 1º lugar entre os aeroportos brasileiros, com 35 colisões em pouco mais de 10 mil movimentações. Navegantes teve, em 2013, 30 colisões em mais do que o dobro do movimento de aeronaves do aeroporto de Joinville.

A proximidade do mar, de rios e, no caso de Navegantes, da indústria pesqueira, que traz grande oferta de alimentação para as aves, estão entre os motivos que levam os dois terminais catarinenses a enfrentarem a incidência de colisões.

O que funcionou no aeroporto do Litoral foram os vários testes feitos no decorrer dos últimos anos, como mudanças no corte da grama, uso de redes, colocação de espelhos e até o uso experimental de um falcão-robô, que era operado por controle remoto e, com a aparência de predador, afastava pássaros menores como o quero-quero (ave que tem maior incidência no aeroporto).

Com a autorização para o manejo, o aeroporto terá agora condições de realocar aves adultas e ninhos em local onde o risco é menor _ para elas e para os aviões.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (3)

  • simone diz: 5 de setembro de 2014

    trabalho faculdade

  • Dagoberto Blaese Junior diz: 5 de setembro de 2014

    Muito bem , este setor de autoridade esta autorizando o óbvio , ou seja além de queros queros que habitam na área do aeroporto temos também os urubus cuja população cresce a cada dia visto os lixoes na área noroeste do aeroporto. Gostaria de saber quando as autoridades da segurança de navegação aérea vão desenterrar o sapo do VOR e instalar um ILS como já o fizeram em Joinville que com orgulhar comemora os resultados , a natureza tem que ser controlada mas a segurança também da parte técnica deste portanto aeroporto tem que ter a sua devida prioridade.

  • Hermerson Ricardo Pereira diz: 7 de setembro de 2014

    Já percebi várias vezes alguns urubus rondando o aeroporto, será que serão removidos também? Ótima atitude do Ibama – poderiam aproveitar o embalo e levar as capivaras da Beira Rio de Itajaí, mas aqui as coisas demoram um pouquinho, um exemplo é a via portuaria….

Envie seu Comentário