Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Comandante da PM em Navegantes tem bens bloqueados em ação por improbidade administrativa

30 de setembro de 2014 0

A Justiça acatou um pedido de liminar do Ministério Público e determinou bloqueio de bens no valor de R$ 9,7 mil do comandante da PM em Navegantes, tenente-coronel Marco Antônio Otávio. A decisão corresponde a uma ação por improbidade administrativa e o comandante pode recorrer.

De acordo com a ação do MPSC o tenente-coronel teria comprado tapetes personalizados e redes de proteção para um campo de futebol com verbas do convênio entre Secretaria de Estado da Segurança, Detran, PM e prefeitura, que é específico para cobrir custos relacionados ao trânsito (sinalização, engenharia de tráfego, fiscalizaçaõ e educação).

O tenente-coronel Otávio disse à coluna que foi pego de surpresa com a ação porque, segundo ele, as compras foram feitas com anuência da prefeitura de Navegantes.

O campo onde foram instaladas as redes de proteção é usado, de acordo com o comandante, para atividades complementares de educação de trânsito com crianças.

E os tapetes foram colocados no batalhão onde, segundo o tenente-coronel, “é o local onde se trabalha para o trânsito”.

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário