Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Vereadores querem CPI para apurar suspeitas de fraudes apontadas pela Operação Trato Feito

09 de outubro de 2014 1
Foto: Divulgação Câmara de Vereadores

Foto: Divulgação Câmara de Vereadores

 

Demorou, mas enfim os vereadores de Balneário Camboriú tomaram uma posição em relação às investigações da Operação Trato Feito, que revelaram indícios de fraudes em licitações na cidade.

Um requerimento assinado por todos os vereadores e apresentados por Orlando Angioletti (DEM) pediu na sessão da Câmara de quarta-feira à noite a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para “averiguar fatos investigados pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco)”.

A CPI deverá ser instaurada mediante apresentação de Projeto de Resolução por parte da Mesa Diretora, ou subscrito por no mínimo dois terços dos membros da Câmara.

Em entrevista ao blog no dia 25 de setembro, o presidente da Câmara, vereador Nilson Probst (PMDB), afirmou não ter havido falha na fiscalização da Câmara, que havia recebido denúncias anteriormente sobre fatos relatados nas investigações do Gaeco.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (1)

  • CPI da Trato Feito será votada na próxima semana | Guarda-sol diz: 10 de outubro de 2014

    […] Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú vota na próxima semana a instauração de CPI para apurar suspeitas de fraudes em licitações apontadas na investigação que deu origem à […]

Envie seu Comentário