Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Bombeiros usam tecnologia pioneira no Estado para evitar afogamentos em Balneário Camboriú

28 de outubro de 2014 3
Foto: Marcos Porto

Foto: Marcos Porto

 

Os bombeiros estão testando em Balneário Camboriú uma tecnologia pioneira no Estado (e possivelmente no país) para prevenção de afogamentos. Uma câmera com alta capacidade de abrangência e aproximação ajudará os guarda-vidas a monitorarem toda a extensão da Praia Central, de seis quilômetros, além da Praia do Buraco.

O equipamento está no principal posto da praia, na altura da Rua 1400. As imagens geradas pela câmera poderão ser vistas em um monitor no lado de dentro do posto, que permitirá aos guarda-vidas, por exemplo, acompanhar a situação de uma vítima de afogamento à distância enquanto o socorro está a caminho com o jet ski.

Uma central de monitoramento também será instalada no quartel dos Bombeiros, e deve desempenhar um papel importante para driblar a falta de efetivo (hoje são 11 guarda-vidas na Praia Central, um militar e 10 civis). Além de permitir o controle de toda a extensão da Praia Central mesmo sem a presença de guarda-vidas em todos os postos, a central fará com que, pela primeira vez, o mar esteja na mira dos bombeiros 24 horas por dia.

Por enquanto a câmera está em fase de aferição, mas a previsão é que esteja em pleno funcionamento até a temporada. Se o sistema se mostrar eficiente, como esperam os bombeiros, é possível que seja implantado também em outros locais pelo Estado.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (3)

  • Gabriel Rocha diz: 28 de outubro de 2014

    Muito legal a ideia, estão de parabéns pela iniciativa.

    MAS EU ACHO QUE DEVERIAM ANTES DE QUALQUER COISA, MELHORAS AS CONDIÇÕES DE TRABALHO DOS CIVIS, QUE MUITO PASSAM DIFICULDADES DURANTE O INVERNO INTEIRO (FOME E ATÉ MESMO SEM LUGAR PARA MORAR) !!!

  • Roberto diz: 30 de outubro de 2014

    Eu acho uma idea muito legal…., eso vay a ayudar a um guardavidas mas acontece que com la situacion ruin dos guardavidas civis, un guardavidas se forma um ano, traballa 2 mais y se retira. Y um guardavidas experimentado tarda anos em formarse. Se precisa de verdadeiros profesionales y no de garotos de bom corazon so, y sumar mortos tudos os anos. Se debe acabar esa coisa del voluntariado o convertirse em um traballho, por lo tanto virarse verdadeiros profecionales.Um abrazo.

  • Câmeras para os postos guarda-vidas de Itajaí | Guarda-sol diz: 15 de novembro de 2014

    […] O vereador José Alvercino Ferreira (PP) apresentou requerimento pedindo ao governo do Estado que instale câmeras nos postos guarda-vidas em Itajaí, a exemplo do projeto-piloto que está sendo testado em Balneário Camboriú. […]

Envie seu Comentário