Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Se depender da matemática, vai faltar água em Balneário no verão

04 de novembro de 2014 4
Foto: Marcos Porto

Foto: Marcos Porto

A Emasa admitiu que não vai conseguir concluir todas as obras que havia previsto para evitar a falta de água em Balneário Camboriú nesta temporada. Anunciou que, com o que ficou pronto, vai fornecer 15% mais água tratada do que no último verão, o que deve dar cerca de 92 milhões de litros por dia. No ano passado, quando a cidade sofreu com as torneiras secas, a capacidade de produção da Emasa era de até 80 milhões de litros diários.

Balneário recebeu na última temporada cerca de 2 milhões de turistas. A estimativa é de que somente nos dias de maior movimento a cidade tenha chegado a 700 mil pessoas, seis vezes mais do que o número fixo de moradores.

Segundo dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), a média de consumo por habitante no Brasil é de 159 litros por dia. Para abastecer 700 mil pessoas, então, seriam necessários 111,3 milhões de litros de água.
Como a expectativa da Secretaria Municipal de Turismo é aumentar em 5 a 10% o volume de turistas na cidade este ano, a tendência, pelo menos na matemática, é de que falte água sim.

Desta vez, o jeito será apostar na economia. E cobrar celeridade na solução para o problema. Nem moradores nem turistas merecem passar o verão sem água.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (4)

  • helio ishida diz: 5 de novembro de 2014

    Como sempre,mesmo com todas as evidencias o poder publico nao toma as providencias ou se toma,somente parcial. Com isso os turistas acabam nao voltando .

  • Ricardo diz: 5 de novembro de 2014

    Realmente é um problema muito grave no Município. Não dá para entender o fato de tentar atrair um número maior de turistas já com a previsão de falta d’agua. Passa pelo crescimento desordenado do segundo menor Município de Santa Catarina. Quem ganha com isso? todo mundo já sabe, não é a população residente. Gostamos do status de ser uma das cidades turísticas mais badaladas do Brasil, mas, queremos qualidade de vida em primeiro lugar.

  • renato diz: 5 de novembro de 2014

    Com certeza esse governo municipal, mais sujo que gaiola de periquito, vai dizer que a culpa é do PSDB, e melhor ainda, a culpa é do Alkimin

  • Emasa desliga metade dos chuveiros da Praia Central, em Balneário Camboriú | Guarda-sol diz: 18 de novembro de 2014

    […] Emasa decidiu adiantar-se a uma possível falta de água e já desligou metade dos chuveiros da Praia Central em Balneário Camboriú. Há dois chuveirinhos […]

Envie seu Comentário