Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 6 novembro 2014

Petrobras seleciona cinco projetos do Litoral para receber recursos

06 de novembro de 2014 2

Atualizada

A Petrobras divulgou na manhã desta quinta-feira os projetos sociais que foram selecionados pelo Programa Petrobras Socioambiental, que vai destinar R$ 16 milhões para instituições desenvolverem suas propostas em São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Em SC, onde cinco projetos foram escalados, o recurso é de R$ 1,2 milhão. As iniciativas são de Balneário Camboriú, Camboriú, Itajaí e Navegantes.

Cada instituição receberá R$ 300 mil, para serem aplicados em dois anos. A partir da seleção, as instituições terão agora que apresentar documentação para receber o repasse.

Entre 22 de abril e 4 de julho, a Petrobras recebeu 297 inscrições de projetos sociais, das quais 24 de Santa Catarina.

Veja quem são os contemplados:

Reciclando com Arte
Educação
Téspis Cia. de Teatro, Música e Artes
Itajaí

Projeto Adaptar – Comunidades
Educação
Instituto Ilhas do Brasil
Balneário, Camboriú, Itajaí e Navegantes

Nas Trilhas do ECA e da ECO
Associação Pró Menor Lar Padre Jacó
Educação
Itajaí

Comunidade do Atletismo
Associação Comunidade do Atletismo
Esporte
Itajaí

Bombeiro Mirim
Associação Bombeiros Voluntários de Navegantes
Direitos da Criança e do Adolescente
Navegantes

Objetos de desejo na Marejada

06 de novembro de 2014 1
Foto: Marcos Porto

Foto: Marcos Porto

Atração na Marejada, a feira náutica Le Salon tem cerca de 15 estaleiros nacionais e franceses no Centreventos de Itajaí. Destaque para o Sebrae, que reuniu empresas especializadas locais como parte do projeto de um polo náutico para SC. As estrelas incluem uma lancha de 34 pés fabricada em Itajaí pelo estaleiro Império, com preço que chega a R$ 300 mil.

Direito marítimo em discussão em Itajaí

06 de novembro de 2014 0

A Univali de Itajaí recebe hoje e amanhã o 2º Fórum de Direito Portuário e Marítimo de Santa Catarina. Na pauta, temas polêmicos como a nova Lei dos Portos, com seus avanços e retrocessos, além do projeto do novo Código Comercial Brasileiro.

O evento é realizado pela Comissão de Direito Portuário e Marítimo da OAB de Santa Catarina com o apoio da Univali, Portonave, Poly Terminais e APM Terminal.

Os convidados incluem Mario Povia, diretor geral da Antaq, Frederico Bussinger, ex-Secretário Executivo do Ministério dos Transportes, ex-Diretor do Departamento Hidroviário de São Paulo e Codesp (Porto de Santos), Wilen Manteli, Diretor Presidente da ABTP – Associação Brasileira dos Terminais Portuários, Paulo Cremoneze, advogado e professor, especialista em Direito do Seguro e autor de diversos livros jurídicos e, ainda, Marcelo David Gonçalves, Juiz do Tribunal Marítimo Especialista em Direito Internacional Público e Membro da Comissão de Juristas notáveis nomeado pela Câmara dos Deputados para a elaboração do Novo Código Comercial.

Crise no porto

06 de novembro de 2014 0

O excesso de funcionários como uma das justificativas para a crise que enfrenta o Porto de Itajaí provocou reação dos trabalhadores.

Para o sindicato da categoria, o Sintac, o problema foi o modelo de administração adotado durante anos.

Desde 2005 o porto tem que cumprir um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) firmado com o Ministério Público de Santa Catarina para reduzir o número de cargos comissionados. Só agora, nove anos depois, o acordo está em vias de ser cumprido na íntegra.

Turismo náutico em pauta

06 de novembro de 2014 0

O Grupo de Trabalho de Turismo Náutico, ligado à Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, reúne-se hoje em Itajaí para apresentações de receptivo náutico e sobre o potencial de Porto Belo.

Uma comitiva francesa que está no Estado vai participar da reunião, para reforçar parcerias entre SC e a França.

Empresas fazem reserva de caminhões-pipa em BC _ e pelo dobro do preço

06 de novembro de 2014 2

O verão ainda nem começou e moradores de Balneário Camboriú já têm recebido propostas para reserva de caminhões-pipa.

A “promoção” não é nada generosa: a reserva mínima é de 10 caminhões-pipa, e por R$ 800 cada – o dobro do preço habitual.