Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Dois pesos, duas medidas

21 de novembro de 2014 1

Questionados pelo repórter Victor Pereira sobre os motivos para terem votado a favor da Guarda Armada em Itajaí, os vereadores que aprovaram a proposta tiveram respostas bem parecidas, que incluíam atender ao “clamor popular” embora soubessem que “não vai resolver o problema”.

O curioso é que a Câmara não se mostrou tão preocupada com a opinião popular quando aprovou o aumento de 12 para 21 vereadores – embora pesquisa do IPS Univali mostrasse que 90% dos itajaienses eram contrários.

Justiça seja feita: era outra legislatura. Resta saber se mudou a postura, ou se a opinião pública só importa quando convém.

De qualquer forma, se é sabido que um custo de R$ 12 milhões ao ano não vai garantir segurança, será prudente aprová-lo?

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (1)

  • Recalcado be back diz: 21 de novembro de 2014

    ate cego já viu que o governo municipal adora torrar dinheiro, mas ninguém investiga isso, a imprensa de Itajaí, principalmente… São carros alugados sem necessidade, imóveis (de compadres) alugados, reforma de museu, revitalização (fajuta) da beira rio (quase 2 milhões), binário do são Vicente, reinaldo schmithausen, muitos cargos comissionados aspones, etc, etc…. via portuária, nada; transito entupido nos viadutos da br, ninguém resolve; viadutos, existe projeto pelo menos?

Envie seu Comentário