Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Vereadores de Camboriú pedem desligamento dos chuveiros em Balneário

24 de novembro de 2014 4
Foto: Marcos Porto

Foto: Marcos Porto

A Câmara de Vereadores de Camboriú aprovou um requerimento que será endereçado ao prefeito de Balneário, Edson Piriquito (PMDB), pedindo o desligamento definitivo de todos os chuveiros da Avenida Atlântica.

Apresentado pelos vereadores Alexsander Alves Ribeiro, o Canídia, Zé Pedro e Márcio Aquiles da Silva, o documento afirma que há gasto desnecessário de água tratada que poderia ser usada no abastecimento. Camboriú é abastecida pela Emasa, empresa de água e saneamento de Balneário.

Depois de muita discussão, apenas o vereador Ângelo Gervásio votou contra, afirmando que o pedido é um desrespeito ao município vizinho.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (4)

  • Ricardo diz: 24 de novembro de 2014

    Concordo com os Vereadores de Camboriú. Já foi noticiado que o Rio Camboriú está com um nível muitíssimo baixo e, inclusive, foram DESLIGADAS as BOMBAS DE CAPTAÇÃO, para Balneário Camboriú, estamos só com os reservatórios fazendo o abastecimento e precisando de chuvas urgente. ENTÃO por que a EMASA não desligou todos os chuveiros??? Vão esperar a falta d’agua para gastar dinheiro público com CAMINHÕES PIPA conforme ocorreu no ano passado?

  • felipe ramiro diz: 24 de novembro de 2014

    Ao invés de ficar mendigando para Balneário, os vereadores de Camboriú deveriam pressionar o Prefeitura e a SESB para criar vergonha e planejar um tratamento de água exclusiva para a cidade. Afinal, pagamos as faturas de água para nada, pois não vejo investimento nenhum da cidade.

  • jorge reis diz: 24 de novembro de 2014

    ÁGUA A CUSTO ZERO ??? , TRANSFORMA ESSE SERVIÇO NUM OBELISCO DE INSANIDADE E MIOPIA ADMINISTRATIVA . EMASA POR FAVOR DESLIGUE LOGO.

  • Rogério diz: 25 de novembro de 2014

    Os vereadores deveriam se preocupar com o volume de água que é desviado para os arrozais, se as diversas captações têm licença ambiental, se estão respeitando os volumes liberados e se existe algum tipo de restrição em função do nível do rio…
    De quebra, poderiam identificar as causas da poluição do rio e sugerir ações preventivas à prefeitura.

Envie seu Comentário