Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Bombinhas poderá ter a zona azul mais cara do Estado

28 de novembro de 2014 33
Foto: Marcos Porto

Foto: Marcos Porto

 

Bombinhas institui a partir de segunda-feira estacionamento rotativo no Centro e nos bairros Bombas e Quatro Ilhas. O valor da tarifa será de R$ 2,50 por hora _ mais caro do que nas principais cidades do Estado e até que na capital, onde o estacionamento para carros custa R$ 2 por hora.

Nesta primeira fase de instalação mil vagas serão cobradas. A renovação é permitida por até quatro horas na mesma vaga.

Os carnês podem ser comprados através do celular, mediante cadastro através do site estacionamentodigital.com.br, que permite compra em cartão de crédito. Também haverá monitores uniformizados nas ruas e sete pontos de vendas.

 

Custo alto

 

A instituição da zona azul é uma demanda antiga dos comerciantes de Bombinhas, já que as poucas vagas disponíveis são bastante disputadas durante o verão.

A partir da segunda metade de dezembro, a prefeitura pretende instituir também a Taxa de Preservação Ambiental (TPA). Para quem vai de carro à cidade, um dia em Bombinhas, contabilizados os gastos com o pedágio ambiental e a zona azul, vai ultrapassar R$ 30.

 

Quanto custa estacionar o carro pelo Estado:

 

Florianópolis – R$ 2 a hora

Blumenau – R$ 1,50 a hora

Balneário Camboriú – R$ 1,25 a hora

Itajaí – R$ 1,00 a hora

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (33)

  • James diz: 28 de novembro de 2014

    Se meu carro estiver na estacionado NA ZONA AZUL e for arrombado meu prejuízo é PAGO PELA PREFEITURA?alguem consegue me responder obrigado….

  • casemiro de aguiar diz: 28 de novembro de 2014

    os prefeitos ou usam IPTU ou outros subterfugios para se apoderarem do dinheiro de quem já paga uma imensidade de impostos aumentando os mesmos.De que adianta pagar IPVA eoutros impostos para poder rodar um veículo onde está a OAB que nunca contesta?Quando um prefeito se candidata ou entra na prefeitura deveria saber usar o ORÇAMENTO que ele temque adaministrar

  • José diz: 28 de novembro de 2014

    Acho interessante, querem levar vantagem em tudo esses administradores de Bombinhas. Em contrapartida o que eles oferecem aos visitantes e moradores? Filas quilométricas, avenida esburacada, falta de água e administradores se passando por bonzinhos. Está na hora da população acordar e exigir infraestrutura naquele município antes que o ar em , também seja cobrado e a city cada vez pior

  • math diz: 28 de novembro de 2014

    É isso ai! Dalhe bombinhas.. Sempre recolheram aos montes os impostos que seus turistas ai deixaram e agora estão com essa moda ingrata. Já não ia antes, agora mesmo que não apareço ai! kk

  • Jaime Trevisol diz: 28 de novembro de 2014

    Essa tal Bombinhas quer se tornar a Beverly Hills Brasileira?
    Se já não bastasse o pedágio inconstitucional agora essa zona a$ul…
    Até parece que lá existe a melhor infraestrutura do mundo!!
    É a Piada do ano!!

  • Eduardo diz: 28 de novembro de 2014

    Daqui a pouco a cidade de Bombinhas vai cobrar o AR que as pessoas respiram…td tem limite!!!

  • Joel diz: 28 de novembro de 2014

    Pedágio ecológico, R$ 2,50/hora, limitadas a 4h ….Dagmara, até quantos cúbicos de oxigênio se pode respirar em Bombinhas sem pagar? Qual o valor do uso de um poste p/ cachorro?

  • jairo diz: 28 de novembro de 2014

    Estas cobranças absurdas, a prefeita pirou e junto com os vereadores.

  • luigi diz: 28 de novembro de 2014

    A primeira vez que fui a Bombinhas (faz tempo) era estrada de chão…barro e muito buraco…uma vila de pescadores…chamavam os turistas… hoje uma cidade urbanizada.. espantam os turistas… uma pena…não volto mais…

  • Luis Dal Corso diz: 28 de novembro de 2014

    Voces já viram como esta a avenida principal da praia de Bombas?
    Eu informo: completamente esburacada e com uma poeira terrivel. Não vão conseguir fazer todo o calçamento para a temporada e ainda querem cobrar pedágios e area azul.
    Isto é um absurdo!

  • ANA diz: 28 de novembro de 2014

    Daqui a pouco Bombinha pede para ser considerada terra independente do Brasil! Um novo país, onde sua constituição está acima de tudo…Vamos fazer campanha para que nem um turista frequente essa praia, logo estarão pagando p as pessoas irem la, mas não brasileiro se sujeita a tudo…

  • andrea Schorner diz: 28 de novembro de 2014

    Pouco atenção é dada as necessidades dos comerciantes de Bombinhas que muitas vezes chegam para abrir suas lojas e já tem carros estacionamentos nas vagas de potenciais clientes, e muitas vezes esses mesmos carros continuam na mesma vaga na hora do fechamento dos estabelecimentos comerciais.E algo esquecido de se mencionar de que já no segundo quarteirão não haverá cobrança de Zona Azul. Será que fica tão difícil um quarteirão? E por favor se instruam e parem de misturar TPA, com IPTU, IPVA e Zona Azul…irritante o reclamar só por reclamar

  • andre santos diz: 28 de novembro de 2014

    a cidade vai morrer com o próprio veneno….espera pra ver essa temporada com o tal do pedágio…ainda vai ter movimento esse ano pq mta gente nao sabe….a liberdade de ir e vir tá na constituição, nao entendo como que o MP ainda nao fez nada

  • Antònio Carlos Pereira diz: 28 de novembro de 2014

    Bombinhas, Bombas….é que os políticos soltam para a população quando querem ganhar mais dinheiro. Com Bombinhas é só o começo. Depois vem a Petrobombas.

  • Enio Antonio dos santos diz: 28 de novembro de 2014

    Simples , estou em Itajaí este verão não gasto um centavo nesta região de Bombinhas, irei para outros lugares, temos bastante praias cascatas etc.

  • tania diz: 28 de novembro de 2014

    O QUE,QUE ESSES POLITICOS NOJENTOS ESTÃO PENSANDO,QUE BOMBINHAS SÓ MARA RICO.

  • Jorge Cambará diz: 28 de novembro de 2014

    Bombinhas não estava preparada pra ser município, mas a população quis e aí está o resultado. O fundo de participação dos municípios é pouco e o administrador precisa fazer caixa para os gastos públicos.

  • roni diz: 28 de novembro de 2014

    mora aqui na meia praia e nao vejo nada de interessante nesta bombinhas, se depender de mim nunca mais boto os pes ai.

  • Marcelo diz: 28 de novembro de 2014

    o problema não é inventar ou aumentar imposto, zona azul, etc… o problema é que d’aqui 4 anos o município continuará abandonado mas em compensação, os salários dos vereadores e prefeito terá tido reajustes bem gordos com o dinheiro destas arrecadações!
    abram os olhos e nas próximas eleições é não votar neste caras aí!

  • Guilherme diz: 28 de novembro de 2014

    Sério??!! Além do pedagio?? Depois os
    turistas esquecem Bombinhas…
    E aí ela vai viver do que?? Vento??

  • Leonardo de Brito Damásio diz: 28 de novembro de 2014

    Absurdo! É lamentável que uma cidade tão bonita esteja nas mãos de pessoas querendo transforma-la num lugar onde somente ricos possam usufruir.
    Podem investigar quem esta por trás disso porque alguém deve estar levando seu cascalho…

  • HARRY diz: 28 de novembro de 2014

    RUAS ESBURACADAS, FALTA DE AGUA E QUANDO VEM É AMARELA COM CHEIRO PODRE, ROUBOS EM APARTAMENTOS, CHEIRO DE FOSSA EM ALGUMAS PARTES DA CIDADE. QQUEM PENSA QUE BOMBINHAS É PARAISO TA MUITO ENGANADO. TENHO PENA D0 TURISTA QUE VAI PARA BOMBINHAS QUE PAGA UM MONTAO DE PEDAGIOS ,TRANSITO ,LOMBADAS INTERMINAVEIS JA NA CIDADE DE PORTO BELO . PARA ESQUECER UM POUCO DO STRESS DO DIA DIA,, SÓ QUE NÃO.

  • Zona Azul diz: 28 de novembro de 2014

    discordamos do nome zona azul, sugiro o nome zona turva ou zona negra, ou black zone, ja que eh pra matar o contribuinte no cansaco, de tanta taxa e tanto imposto… a prefeita devia aprovar uma taxa para respirar o ar de bombinhas… este pais cada dia mais lamentavel…. enquanto isso, falta de agua e falta do segundo acesso…

  • Jr diz: 28 de novembro de 2014

    E se a cidade tivesse infra estrutura, esgoto tratado, ruas asfaltadas, coisas de quem não tem vergonha na cara. E esse povinho que aceita tudo. O acesso pelo morro do zimbros está só na promessa. Vergonha. A, PORTO BELO não se manifesta pois virou só uma passagem para bombinhas. Saudades do dr Sergio. E se Porto belo inventasse de cobrar também. Seria interessante.

  • Natalia diz: 28 de novembro de 2014

    Acho que as autoridades devem estar atentas a este grupo de espertos que se apoderaram de bombinhas, criando taxas e mais taxas, usando a bandeira ambiental como razão, e por outro lado, não controlam a construções que avançam sobre os morros e encostas, deixando a impressão de que pagando bem quanto mais gente melhor.

  • Paulo Daniel diz: 29 de novembro de 2014

    Bombinhas tem o IPTU mais caro de Santa Catarina e o 6º mais caro do Brasil, cerca de 7 vezes a média nacional. De cada 10 imóveis da cidade, 8 não são ocupados o ano inteiro, mas pagam o IPTU, então deveríamos ter uma cidade modelo, mas o dinheiro é rasgado pela administração com o aval da câmara de vereadores. Até quando?

  • BATISTA HERCILIO LAZ diz: 29 de novembro de 2014

    é só deixar de frequentar………………pronto resolvido o assunto……SERÁ UMA CIDADE FANTASMA………………

  • Cleia Abdalla diz: 29 de novembro de 2014

    Concordo desde que BOMBAS esteja viavel até la, pois a Prefeita simplesmente destruir tudo o que Ja tinha de calçada e lajotas mas esgoto nem pensar.
    Discordo que Pago quase oIto mil entre IPTU é Marinha e so Pode ir, Durante toda a temporarda um carro por Moradia sem pagar pedagio.Esta Prefeita viveu até agora onde?
    Estou a evitando os termos, Mas Nao sei onde esta para leitura.

  • paulinha diz: 30 de novembro de 2014

    Bombinhas é um paraíso, um patrimônio natural de todos os brasileiros, cuja a responsabilidade de preservar não é apenas dos bombinenses, mas de todos aqueles que fazem uso de suas riquezas e tem amor por essa terra. Recolhemos aqui um dos IPTU´S mais caros do Brasil, e sequer conseguimos oferecer um serviço satisfatório de limpeza da cidade durante o verão. São 3,9 milhões de despesa, para 2,6 milhões arrecadados. Isso porque moram aqui cerca de vinte mil pessoas, e num único dia chegamos a receber mais de trezentos mil visitantes! é claro que queremos continuar a recebe-los todos com muito carinho, mas não conseguimos mais cuidar de Bombinhas sozinhos. Mesmo com dificuldades orçamentárias, estamos provando que é possível fazer bom uso dos recursos públicos, e quem mora aqui está testemunhando dia a dia essa grande mudança na saúde, na educação, em infraestrutura, mas para cuidar da natureza precisamos de ajuda. Por isso a TPA. Quanto a Zona Azul, é apenas 0,50 centavos mais caro que Florianópolis, e em contrapartida o contribuinte pode permanecer até quatro horas na vaga, além de dispor de tecnologia muito mais moderna e atraente para o pagamento. É muito fácil reclamar fora de contexto, sem conhecer todos os pontos de vista. \na verdade faz parte da nossa cultura. Por isso peço que aguardem os reflexos desse novo ordenamento, porque vão perceber que os maiores beneficiários serão justamente os nossos visitantes. Com certeza muitos de vocês vão mudar de opinião. E sejam sempre muito bem vindos a Bombinhas!

  • Robson alves diz: 30 de novembro de 2014

    James respondendo sua divida se seu carro for arrombado roubado seja qual for o delito cometido com o mesmo e do total responsabilidade da prefeitura ou da responsável pelo trabalho raizado que na maioria das vezes são terceirizadas mas já avisando isto pode lhe causar uma dor de cabeça pois terás que fazer um BO e em 90% das vezes acionar seu advogado mas e uma causa ganha

  • Silvia diz: 6 de dezembro de 2014

    Tinha como habito ir a Bombinhas pelo menos tres vezes na semana para fazer uma caminhada, comprar ostras, mariscos, peixes e frequentar alguns dos restaurantes de lá. Mas com esse excesso de cobranças estou revendo minha rotina. Parece que na intenção de resolver seus problemas de superlotação na temporada o atual governo resolveu meter a mão no bolso da vizinhança. Na temporada ja nem ia mesmo por causa daquele transito infernal e da total falta de infraestrutura, agora pretendo não ir mais nem no inverno. Isso é um total desrespeito.

  • Camila diz: 9 de dezembro de 2014

    incrivel como as pessoas gostam de falar o que não sabem. A zona azul será cobrada a apenas um certo horario e sera somente na primeira quadra de acesso à praia. Depois da rua da vala (quem conhece), não sera cobrado. É sera somente nos bairros de mais tumultos porque os turistas acham que só porque estão aqui pagando aluguel ou hotéis podem de tudo. E ficam o dia inteiro com carros estacionados em estacionamentos de comércios onde não pode. Ou vem aquele povo das cidades vizinhas trazendo galinha e farofa, para apenas sujar a praia. A cidade é turistica, vive apenas disso, precisa arrecadar dinheiro com o turismo, em hotéis, restaurantes, lojas. Nao precisamos de povo que vem para cá apenas para gastar.
    Esses custos da taxa de preservação e de estacionamento serve para selecionar o turista. Se continuarmos com esse povo que vem apenas para sujar e não ajuda na renda da cidade, esse paraíso logo iria acabar com a sujeira dessa gente.

  • claudia diz: 17 de dezembro de 2014

    Incrível o comentário da Camila , querendo selecionar turistas pelo nível financeiro! Se fosse nível de escrita e conhecimento provavelmente ela não poderia estar em Bombinhas. O povo precisa é de educação para respeitar o meio ambiente e o próximo, pagando multa inclusive, mas não penalizar os que cumprem a lei. Pagamos impostos suficientes para estas medidas(aposto que esta Camila não paga nada). No meu entendimento o estacionamento pago e limitado seria cabível na avenida, no comércio, onde precisa haver rodízio , mas não na praia onde vamos para descontrair e agora temos que nos preocupar com o horário para trocar de vaga. E quanto à “galinha e farofa” , já algum tempo levo para a praia bebidas e comidas, pois nem todos tem dinheiro para sentar num restaurante a preços absurdos todos os dias. Ao sair da praia recolhemos o lixo sempre. Com certeza a prefeita Paulinha tem mostrado algumas obras importantes, mas não posso concordar com mais estas taxas, pois como ela mesmo diz, pagamos um dos IPTUs e taxa de lixo mais caros. E aproveito para sugerir à Prefeita, como maneira de arrecadar fundos, cobrar multa dos donos de cachorros que andam soltos furando sacos de lixos e sujando o meio ambiente, ou mordendo as pessoas nas ruas.

Envie seu Comentário