Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Sem esmolas

01 de dezembro de 2014 3

A prefeitura de Itajaí vai instalar novas placas pela cidade pedindo que os moradores não deem esmolas aos moradores de rua e os encaminhem à assistência social ou à Polícia Militar.

A campanha inclui abordagens da polícia para encaminhar usuários de álcool e drogas para tratamento.

A medida é polêmica, até porque viver na rua não é crime e, portanto, não é caso de polícia. A oferta de tratamento, necessária, também parece não funcionar assim tão bem no decorrer do ano.

Dada a proximidade do verão, soa a medida “para turista ver”.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (3)

  • rodrigo diz: 1 de dezembro de 2014

    acho mais que correta a instalação dessas placas.
    nao dou mais 1 centavo quando vejo…pergunto se precisa de algo que possa o ajudar, menos dinheiro…90% sai andando e não diz nada !
    dar dinheiro pra vagabundo comprar cachaça e se drogar ? to fora !
    não devemos dar dinheiro mesmo !
    porque não vão trabalhar ou procurar ajuda ???
    bobo, te garanto que eles não são !

  • LG diz: 1 de dezembro de 2014

    Não que mereça ser caso de polícia pelo ponto de vista criminal, mas esta situação precisa sim de um tratamento.

    Quem vive em Itajaí e transita todos os dias pelas principais ruas da cidade, sabe que isto está cada vez pior.

    Precisamos que seja divulgado o que fazer em caso de pessoas pedindo esmolas e ponto final, pois o pior é saber que dando esmolas estamos contribuindo para a degradação contínua da pessoa que está pedindo.

  • Paulo Roberto diz: 1 de dezembro de 2014

    Acho muito valido a iniciativa, e certa a atitude. Dar esmolas é incentivar o consumo de alcool e drogas.
    Porem esta atitude deve ser o ano todo e nao somente no verão.

Envie seu Comentário