Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Primeira etapa das obras da Bacia de Evolução custará R$ 103 milhões

30 de dezembro de 2014 0
Foto: Marcos Porto

Foto: Marcos Porto

A obra da primeira etapa da nova bacia de evolução do Complexo Portuário do Itajaí vai custar R$ 103,9 milhões. Foi este o valor apresentado pela empresa Triunfo, que venceu a licitação conduzida pela Secretaria de Estado da Infraestrutura. Além da Triunfo, que é brasileira, a holandesa Van Oord também apresentou proposta.

O valor ficou abaixo do esperado pelo Estado, que previa um custo de até R$ 130 milhões na primeira etapa. O trabalho inclui a retirada das guias do Molhe Sul, de parte dos espigões transversais do Molhe Norte e dragagens para o alargamento do canal de acesso.

A expectativa agora é pela publicação do resultado da licitação, necessária para dar início ao prazo legal de recurso. Como há recursos do BNDES envolvidos, além do Diário Oficial do Estado também é necessária publicação no Diário Oficial da União.

Se tudo correr conforme o planejado, o contrato será assinado no início de janeiro.

A empresa terá, então, 60 dias para apresentar o projeto executivo e licenciar a instalação, que dependerá de estudos complementares (os primeiros já foram feitos preliminarmente antes da licitação).

Obedecidos todos os prazos, a obra que promete manter a competititvidade dos terminais de Itajaí e Navegantes inicia em abril – quatro meses mais tarde do que o previsto.

Gigantes à vista

A bacia de evolução é a área de manobras para os navios que entram no Complexo Portuário. As embarcações giram no Itajaí-Açu antes de atracarem nos cais.

A nova bacia será construída no Saco da Fazenda em duas etapas. A primeira, recém licitada, permitirá a entrada de navios com até 336 metros de comprimento (hoje o limite máximo é de 305 metros).

O Complexo dependerá então da segunda etapa da obra para passar a receber navios de 366 metros – alguns dos maiores do mundo.

Hoje o maior cargueiro de contêineres a cruzar os oceanos é um gigante de 400 metros, da dinamarquesa Maersk Line.

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário