Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Cadê o restante da ciclofaixa?

10 de fevereiro de 2015 4
Foto: Marcos Porto

Foto: Marcos Porto

A implantação da ciclofaixa na Avenida Brasil, em Balneário Camboriú, ocorreu em novembro do ano passado. Quem circula pela via, porém, precisa de habilidade para contornar as interrupções no espaço exclusivo para ciclistas, que de repente acabam.

O arquiteto da Secretaria de Planejamento Helvys Zermiani afirma que há dois trechos com ciclofaixas implantadas: entre as ruas 1.901 e 1.001 e da 2.100 até a Normando Tedesco. O que está atrasando a implantação da via exclusiva para as magrelas em toda a Brasil, como prevê o projeto, são os estreitamentos da avenida em alguns trechos, como nas proximidades da Rua 1.500.

Em alguns desses pontos, por exemplo, não há nem vagas de estacionamento para retirar, como foi feito no restante da avenida. A solução, explica o arquiteto, será reduzir de 50 a 80 centímetros do passeio público. A implantação, no entanto, ainda não tem prazo para ser concluída.

Só pra lembrar

A construção da ciclofaixa da Avenida Brasil, assim como na Atlântica um ano antes, determinou o fim das vagas de estacionamento nessas vias. A atitude, corajosa e necessária, dividiu opiniões entre comerciantes e ainda provoca reclamações de motoristas. E agora, será que esse ajuste no tamanho dos passeios passa batido?

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (4)

  • pantaneiro diz: 10 de fevereiro de 2015

    Adianta dar opinião/sugestão? Não, pois, se for contra os detentores do poder (politico, econômico), MP, etc, bummmm, Censurado!!!!

  • Igor silva diz: 10 de fevereiro de 2015

    Oba, minha sugestão de Pauta virou em Reportagem ! assim como a UPA das Nações que eu sugeri Pauta e virou Reportagem no SANTA e no OSOLDIARIO! Fico Feliz pelas minhas participações no Grupo RBS !!!

  • Nelson Ferreira da Silva diz: 10 de fevereiro de 2015

    Minha indignação é com o desperdício de água pelas duchas no orla praia central BC, pede-se para economizar mas desperdício continua. Pergunto não vai faltar água no carnaval como aconteceu no ano novo.

  • Joel diz: 10 de fevereiro de 2015

    O movimento de pedestres nessa região é muito grande, as calçadas estão sempre cheias. Reduzi-las é uma insanidade.
    Se querem implantar a ciclovia reduzam uma faixa de veículos.

Envie seu Comentário