Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Trabalhadores protestam em frente a empresa por falta de pagamento

04 de março de 2015 1

Atualizada 5 de março, às 19h40

Trabalhadores de uma empreiteira contratada pelo grupo português Amal Construções Metálicas protestaram nesta quarta-feira em frente à empresa em Itajaí. Os 137 profissionais alegam que estão com o salário e o pagamento da rescisão atrasados _ eles foram demitidos em fevereiro deste ano.

Os prestadores de serviço afirmam que o Grupo Amal (que também demitiu 450 pessoas em fevereiro) estaria em débito com a empreiteira.

— Assinamos as rescisões e estamos até agora esperando para receber — disse o mestre de pintura Sandro de Lima de Oliveira.

O Sindicato das Indústrias Metalúrgicas e da Construção Naval diz que o setor emprega cerca de 12 mil pessoas em Itajaí e Navegantes. As maiores empresas que estão em operação chegaram a investir R$ 600 milhões para se instalar na região.

O diretor-presidente da Amal no Brasil, Sandro Picchio, informou que a empresa não tem débitos com a empreiteira. De acordo com ele, houve uma cessão de contrato para a Integra – devido à dificuldades financeiras do projeto contratado -, que passou a fazer os pagamentos diretamente.

_ Todas as rescisões que fizemos foram pagas e os nossos funcionários estão com o salário em dia, mas não posso responder pelas outras empresas _ disse.

A reportagem não conseguiu contato com a Integra. (Colaborou Patricia Auth)

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (1)

  • Raio X diz: 4 de março de 2015

    Triste consequencia da irresponsabilidade e ganancia de uma minoria totalmente despresivel.

Envie seu Comentário