Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Justiça determina que PM reforce segurança para garantir entrada de contêineres na Portonave

08 de abril de 2015 0
Foto: Marcos Porto

Foto: Marcos Porto

 

A Justiça emitiu na noite de terça-feira uma determinação para que a Polícia Militar reforce o policiamento junto à entrada da Portonave, para evitar que os caminhoneiros que estão com as atividades paralisadas impeçam a entrada dos demais. Desde a semana passada parte dos transportadores de contêineres vazios pararam em um protesto pedindo mudanças no auxílio-alimentação.

Como o movimento não tem lideranças claras a decisão, assinada pelo juiz Murilo Leirião Consalter, determinou ainda que um oficial de Justiça fizesse a identificação dos manifestantes e sua inclusão como polo passivo da ação _ inclusive para aplicação da multa arbitrada em outra decisão anterior.

Os caminhoneiros seguem parados na rótula da Via Portuária, próxima à Portonave. Até 10h da manhã desta terça ainda não havia sido cumprida a identificação dos manifestantes e a PM não estava no local. O comando informou que soube da determinação judicial apenas extraoficialmente.

Na terça-feira a delegacia da Polícia Civil confirmou ter registrado danos a um caminhão que teriam sido provocados por participantes do protesto. A PM também atendeu ocorrência em que pneus de um caminhão foram estourados com pregos jogados sobre a via, dentro de batatas.

Os caminhoneiros devem reunir-se nesta quarta-feira para uma nova negociação.

Só entre segunda e terça-feira 700 contêineres deixaram de entrar na Portonave.

 

 

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário