Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Mastro da equipe Dongfeng deve chegar a Itajaí na segunda-feira

09 de abril de 2015 0
Foto: Yan Riou, divulgação

Foto: Yan Riou, divulgação

 

A logística de transporte do mastro do veleiro chinês Dongfeng, que corre a Volvo Ocean Race, já foi definida: partirá de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, para a Amsterdã, na Holanda, de onde embarcará para o Brasil. A equipe escolheu transportá-lo para São Paulo, provavelmente via Aeroporto Viracopos, em Campinas.

Como o Aeroporto de Navegantes não recebe esse tipo de carga via aérea, o mastro, que tem 28 metros de comprimento, será trazido por terra de São Paulo até Itajaí _ o que impõe escolta e um trabalho minucioso de escolha de trajeto.

A previsão mais otimista é que o mastro desembarque em Itajaí na segunda-feira. O barco chinês, que desde a quebra do mastro, na semana passada, tem alternado entre as velas e o motor, também deve, com sorte, desembarcar na segunda.

Há um esforço da equipe para garantir que barco e mastro cheguem a tempo de serem efetuados os consertos para a regata In Port, que conta pontos na competição e ocorre em 18 de abril, um dia antes da partida para Newport (EUA).

A equipe chinesa, liderada pelo francês Charles Caudrelier, vinha liderando a regata até a quebra do mastro. Caudrelier já esteve em Itajaí em 2012, a bordo do barco Groupama _ que também quebrou o mastro no mesmo trajeto mas terminou a Volvo Ocena Race como campeão _ e no ano passado, quando venceu a Regata Jacques Vabre.

 

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário