Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Governador diz que recurso federal para o Centro de Eventos está garantido

13 de abril de 2015 0

Em visita oficial a Balneário Camboriú na sexta-feira, o governador Raimundo Colombo (PSD) disse ter resolvido, “depois de muita burocracia”, a situação do Centro de Eventos de Balneário Camboriú com a Caixa Econômica Federal. O governador havia estado em Brasília durante a semana, em contato com a alta cúpula do banco, e afirmou que os entraves foram finalmente sanados.

Inclusive, segundo ele, o risco de Balneário perder os R$ 55 milhões que devem vir do governo federal e estão a perigo desde que um decreto presidencial, publicado em fevereiro, determinou o “bloqueio e possível cancelamento” de despesas de obras previstas até o ano passado, em todo o país, que não tiverem sido iniciadas até 30 de junho.

Como os trâmites de uma licitação levam, via de regra, 90 dias, o prazo é impossível de ser cumprido. De acordo com Colombo, porém, o recurso segue garantido.

O problema com o Centro de Eventos tem se mostrado o alto custo. São R$ 116 milhões só para a primeira etapa, sem contar mobiliário e equipamentos. Blumenau, por exemplo, terá seu Centro de Eventos da Vila Germânica por cerca de R$ 8 milhões.

O projeto de Balneário é audacioso, com estrutura e tamanho suficiente para receber quase que a totalidade de eventos que ocorrem hoje no país. A localização privilegiada _ à margem da BR-101 e dentro de um polo turístico com ampla rede hoteleira _ pode justificar a proposta mais ousada. Mas é fato que o preço foi determinante para o atraso, que desde o lançamento da primeira licitação, cancelada, já ultrapassa um ano.

O Estado vai liberar R$ 15 milhões. Já a prefeitura de Balneário deve desembolsar perto de R$ 50 milhões _ e parte das obras previstas para a cidade terá que ser deixada de lado.

::: Leia mais sobre o Centro de Eventos de Balneário Camboriú

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário