Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Ministério Público quer retomar lista de espécies em extinção que proibiu pesca do tubarão-azul no RS

16 de abril de 2015 0

 

Uma ação civil pública proposta pelo Ministério Público Federal no Rio Grande do Sul (MPF/RS) e pelo Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul para reconhecer a competência do Estado para legislar sobre pesca, fauna, e espécies ameaçadas de extinção em seu território.

A ação é uma resposta ao parecer da Advocacia Geral da União (AGU) que reverteu a legislação estadual e liberou a pesca de espécies que haviam sido consideradas ameaçadas no Estado. A legislação vinha causando polêmica na pesca industrial, que havia sido impedida de capturar espécies como o tubarão-azul em toda a costa gaúcha.

A maior frota de pesca industrial do país é de Itajaí, e em março uma mobilização do Ibama fez com que barcos fossem autuados ao desembarcarem por aqui, com multas que chegaram a R$ 2 milhões.

A ação do Ministério Público gaúcho pede em caráter de urgência a suspensão do decreto que cancelou a lista de espécies em extinção no Estado _ o que, em caso de resposta positiva da Justiça, pode proibir novamente a captura de alguns peixes. Ao todo, a lista tem 33 espécies.

Assinada pelos procuradores do Núcleo Ambiental do MPF/RS, Nilo Marcelo de Almeida Camargo e Júlio Carlos Schwonke de Castro Júnior, e pela promotora de Justiça do MP/RS Annelise Monteiro Steigleder, a ação  lembra ainda que a proteção da fauna é um dever imposto ao Estado pela Constituição.

 

::: Leia mais sobre a polêmica

 

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário