Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Grupo se reúne em Balneário Camboriú para pedir intervenção militar

21 de abril de 2015 6
Foto: Marcos Porto/ Agência RBS

Foto: Marcos Porto/ Agência RBS

Líderes do movimento da União Patriótica Nacional (UPN) se encontraram na tarde desta terça-feira em Balneário Camboriú para protestar a favor da intervenção militar no país. O grupo pede uma limpeza geral na política brasileira.

_ É um dispositivo que a gente tem na Constituição, antes de 1988 não havia essa possibilidade. Somos um movimento legalista _ disse José Monteiro, morador de Joinville, que veio participar do ato.

Os manifestantes ficaram por cerca de duas horas na Praça Almirante Tamandaré, Centro de Balneário Camboriú. Vestidos de verde e amarelo, eles defenderam as suas ideias por meio de discursos, balançaram a bandeira do Brasil e ostentaram cartazes pedindo o fim da corrupção e novas eleições, ao som do hino nacional.

Os integrantes planejam nova manifestação para o dia 1º de maio. (Camila Guerra)

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (6)

  • Marco Ramos diz: 21 de abril de 2015

    Esses grupos que defendem o golpe militar deveriam ser todos processados por crime contra a constituição. Se fosse na época dos militares estariam todos no porão do Doicod sendo torturados por criticar o governo. Se aproveitam da democracia para defenderem a volta da censura e tortura.

  • Boca Alugada Race diz: 21 de abril de 2015

    precisa ver intervencao principalmente na imprensa, porque sao comprados pelo governo, exaltam um corrida de barcos e maquiam os problemas da regiao, como se estivesse tudo bem, tudo normal…

  • Schell diz: 22 de abril de 2015

    Nem meia dúzia de idiotas. A quem interessa dar “asas aos abutres”? Houvesse seriedade, não seriam pé-de-página nem na seção “bizarrice”. Por favor, poupe-nos desses sórdidos imbecis.

  • Marcelo diz: 22 de abril de 2015

    Imbecil é quem acredita na história contada pela esquerda sobre o período militar Agradeçam aos militares a “democracia” de hoje,pois se não fossem eles,o Brasil hoje seria uma Cuba,pois em 1964 eles impediram o golpe comunista liderado pela Dilma e demais terroristas e guerrilheiros financiados por Cuba e União Soviética. Só bandido,terrorista e comunista tem medo de militar.Meu pai cresceu durante o Regime Militar e nunca teve problema nenhum,sabe porque? Porque era uma pessoa correta,trabalhador,não usava drogas,não traficava,não roubava,e nem era ligado a nenhum movimento comunista. Vão estudar antes de falar merda sobre o Regime Militar Bando de idiotas úteis doutrinados por essa esquerda podre do Brasil

  • sergio diz: 23 de abril de 2015

    Eu achando que os loucos já haviam parado com essa palhaçada.Vão pra casa! É de dar nojo em lesmas.

  • Marina Luiza Subtil diz: 23 de abril de 2015

    Momentos incríveis de patritismo, de tomada de consciência da gravidade da política que assola nosso país, domnado por uma verdadeira ditadura. Nossa esperança em uma Intervenção Constitucional Militar é o que nos resta para que não se instaure o caos! Acordem brasileiros!

Envie seu Comentário