Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Romero Britto vai assinar fachada de prédio na Praia Brava em Itajaí

21 de abril de 2015 6
Foto: Divulgação Mendes Sibara

Foto: Divulgação Mendes Sibara

 

O artista plástico Romero Britto, que já coloriu _ e muito _ de esculturas a canecas, agora se aventura pela arquitetura. Vai colocar seus traços na fachada do residencial Brava Arts, que a construtora Mendes Sibara vai erguer na Praia Brava, ex-paraíso dos surfistas em Itajaí.

O prédio levará o nome Brava Arts by Romero Britto. Além da fachada, os traços do artista plástico também devem decorar alguns ambientes do edifício.

As obras começam em julho e a entrega dos apartamentos é prevista para dezembro de 2017, por preços que podem ultrapassar R$ 2 milhões.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (6)

  • Schell diz: 22 de abril de 2015

    Arte, zero. Ao cubo. Nada mais picaresco do que esse dito “artista”. Poluição visual, isto sim. Seria o empreendimento tal qual a “obra” de canecas e o escambau?

  • Renato diz: 22 de abril de 2015

    Caro Schell, discutir arte é o mesmo que discutir o sexo dos anjos. O que pode ser “poluição visual” para uns pode ser algo maravilhoso para outro. Romero Britto é sem dúvida um dos maiores expoentes da arte brasileira, aclamado internacionalmente. No meu entendimento é uma excelente jogada de marketing da construtora e, pessoalmente, achei bem interessante.

  • Gustavo diz: 22 de abril de 2015

    Questionar ou não a qualidade artística de Romero Brito não é a questão… Mas, porém, devemos parar para avaliar até onde é necessário ir para “valorizar”uma obra… É um desrespeito com a arquitetura em si, arquitetura não é uma linha “fachadista” com desenhos e texturas a gosto ou desgosto de quem a idealizou… Neste caso acho de um mau gosto e de uma falta de bom senso… Algo cafona para um povo “pobre” endinheirado… Falta de conteúdo.. falta de qualidade arquitetônica, falta de qualidade de obra.. falta tudo… E ai pergunto e o projeto, e as qualidades da edificação e o cuidado com o meio ambiente… Nada importa, Romero fez a fachada…

  • fer diz: 22 de abril de 2015

    olá, o q mais impressiona nesta matéria é o orgulho em que esses devastadores da natureza, a mais bela arte de todas, se orgulha em falar que a Brava é um ex paraíso de todaos e não apenas dos surfistas.

  • Helena diz: 23 de abril de 2015

    Caro Schell, discutir arte é o mesmo que elevar o espírito, em busca da compreensão da poética dos artistas, do entendimento da estética de suas obras e do prazer indelével de apreciação das mesmas. Romero Britto nem deve entrar em discussão, pois foi afortunado em criar uma estampa, apenas, a qual repete em tudo o que lhe acenar com alguns cobres. Agrada à sociedade moderna de consumo (numa visão antropológica), cuja educação permite filosofar sobre funk e cuja ânsia por uma vida feliz encontra no colorido infantil de Britto algum conforto para seus olhos. Arte, zero.

  • João diz: 23 de abril de 2015

    Romero Britto o homem que se autoplageia e ainda é celebrado.

Envie seu Comentário