Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Prefeitura de Itajaí quer criar cargo de articulador para sanar falta de representatividade

29 de abril de 2015 1

A prefeitura de Itajaí enviou à Câmara de Vereadores um projeto que cria o cargo de articulador do município em Florianópolis. O servidor teria a função de acompanhar assuntos de interesse da cidade junto a órgãos como o governo do Estado, Assembleia Legislativa e Tribunal de Contas.

Na prática, a ideia é preencher o espaço deixado pela falta de um deputado estadual, já que Itajaí não elegeu nenhum de seus candidatos nas últimas eleições.

O novo cargo deve ficar subordinado à Secretaria de Relações Institucionais e Temáticas e ter salário perto de R$ 10 mil. Na justificativa do projeto, assinado pelo prefeito Jandir Bellini (PP), o argumento é que a cidade terá “ganho político, administrativo e institucional” e vai reduzir despesas com viagens à capital.

Itajaí está mesmo carente de representatividade, falta que fica evidente em questões importantes como a divisão de ICMS por municípios, em que tivemos uma derrota histórica.

Com demandas como a Ferrovia do Frango pela frente, é preciso que alguém faça o papel de brigar pela cidade. Resta saber quem são os candidatos ao novo posto e se têm cacife para a articulação esperada.

Por enquanto, os nomes são mantidos em sigilo. Mas entre as cotadas estaria Rosalir Demboski, que já respondeu pela Secretaria de Administração do município.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (1)

  • José Ninguém diz: 29 de abril de 2015

    vai faltar oleo de peroba na praça, pra tanta cara de pau…. tanto cargo aspone que ja existe na prefeitura de Itajai, mais dinheiro jogado fora? com tanta tecnologia, tantos meios pra se comunicar, tem que botar alguem pra pedir dinheiro e favor pro governo do estado? liga, pega o carro e vai, assim como se faz numa empresa privada… é muita falta de respeito com o dinheiro dos impostos …

Envie seu Comentário