Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Fé nos novos tempos: Máquinas de cartão recolhem doações em congresso evangélico em Camboriú

05 de maio de 2015 52
Fotos: Marcos Porto

Fotos: Marcos Porto

 

Atualizada às 14h42min

 

A fé vive novos tempos, e hoje em dia as máquinas de cartão de crédito também são usadas para registrar as doações em igrejas.

A imagem, feita pelo repórter fotográfico Marcos Porto durante o Congresso de Gideões Missionários, que terminou na segunda-feira à noite em Camboriú, mostra parte da equipe que fica a postos, uniformizada e com as maquininhas nas mãos, à espera das ofertas.

 

gideoes 3

 

Nesta manhã a direção do Congresso não foi localizada para informar o quanto foi arrecadado durante o evento. O dinheiro é revertido para projetos de assistência social que a igreja Assembleia de Deus mantém em diversos países.

Já deu confusão

O costume de doar com cartão de crédito no Congresso de Gideões foi exposto depois que um vídeo, que mostra o pastor-deputado Marco Feliciano (PSC) pedindo ao microfone a senha do fiel que doou o cartão, viralizou na internet.

::: CDL emite nota de repúdio contra igreja católica que “alugou” calçada para camelôs

Na semana passada, em entrevista exclusiva ao Grupo RBS, ele explicou o ocorrido e disse que estava “brincando”.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (52)

  • Gustavo diz: 5 de maio de 2015

    Agora não adianta dizer que esqueceu de sacar dinheiro. uahauha

  • Luiz diz: 5 de maio de 2015

    O porque tanta enfase em falar sobre as ofertas, o porque não se fala do trabalho realizado, por eles!!!!
    A mídia manipula o entender da sociedade, é só não vê isto quem não quer!!!

  • paulo diz: 5 de maio de 2015

    Sempre me pergunto quando passo em frente a uma igreja evangelica, porque será que os fieis vao sempre a pé , de bicicleta, onibus ou com um carrinho veio e os pastores e superires da igreja vao sempre de carrao zero ou importado, alem de morar em belas casas porque sera??? sera que a oferta deles é maior, eis a minha duvida.

  • Jager diz: 5 de maio de 2015

    Existe um ditado que diz. – Enquanto existir trouxa…

  • Josue Monteiro diz: 5 de maio de 2015

    Uma falacia! Um engodo! Nao conheço um pastor pobre!!!Todos enriqueceram. Fui criado a vida inteira da Assembleia de Deus!E o k assisti me deixou incrédulo. Porque tantos projetos em lugarez tão distantes? Alguém conhece algum deles?Conheço um pouco da realidade de Camboriú e a cidade tem demandas sociais muito grandes e pergunto: PORQUE OS GIDEOES NAO INVESTEM O DINHEIRO NA CIDADE EM OBRAS SOCIAIS? Porque tanta foto de Sizino & Cia? Vendilhőes do Templo!!!! Um comércio da Fé! !!Jesus chorou e continua sangrando nas mãos desses vendilhões!!

  • JONAS VIEIRA diz: 5 de maio de 2015

    PREFIRO NÃO COMENTAR…

  • Jorge Júnior diz: 5 de maio de 2015

    Qual a diferença entre pedir ofertas em cartão de crédito/débito e pedir dinheiro via 0800 (Criança Esperança)?. Todos doam por livre vontade. Não vejo nenhum problema nisso, mas acho que a reportagem é tendenciosa.

  • CDL emite nota de repúdio contra igreja católica que alugou calçada para camelôs | Guarda-sol diz: 5 de maio de 2015

    […] ::: Fé nos novos tempos: Ofertas no cartão de crédito no Encontro de Gideões […]

  • daniela diz: 5 de maio de 2015

    Olha, as pessoas que mais criticam são as que não fazem porra nenhuma para ajudar…as ofertas são para ajudar na igreja, sim entende que exitem muitas igrejas que roubam… mas esses falsos profetas irão se acertar com Deus logo logo,
    conheço sim pastores pobres, honesto com carro velho, pregando em igrejas, penitenciárias. Eu me assustei um dia quando estava em uma igreja e ofereceram as maquinas de cartão, mas poxa gente …em que seculo estamos…os programas de tv podem pedir doações como citado acima agora pq são evangélicos são perseguidos. pelo amor de Deus.

  • ALEXANDRE PRUDÊNCIO diz: 5 de maio de 2015

    Quando o Papa esteve no Brasil há pouco tempo,vários Padres famosos,cantores,foram na TV pedir ajuda para o evento,foi arrecadado milhões e ninguém disse nada…
    Cuidem de suas vidas e ninguém que doa a esta obra é otário.Hoje os evangélicos não são só pobres.Existem doutores e empresários que fazem parte deste projeto.Se voce não é evangélico,não conhece os serviços prestados pelos Gideões,não falem asneiras.E pra variar,esta emissora sempre querendo denegrir a imagem de seus líderes e do povo evangélico…Uma pena que ainda ajam assim!!

  • rudi diz: 5 de maio de 2015

    não sei por que tanta preocupacão com o dinheiro dos outros, com o meu faco o que eu quero.Cada um cuida do seu.

  • Tamy diz: 5 de maio de 2015

    Mídia sensacionalista! Igreja não obriga ninguém a doar nada, ajuda quem quer. Pq esse lixo de mídia não divulga o trabalho q eles fazem? As pessoas q eles ajudam? É muito fácil criticar, mas a globo arrecada milhões c o criança esperança e ninguém fala nada.. Hipócritas!

  • cecilia diz: 5 de maio de 2015

    o que eu penso é o seguinte se é pra ajudar os outros porque esses lideres não vivem uma vida mais humilde assim como os missionários que eles ajudam? EX : porque o missionário tem um carro popular e os lideres tem que ter um carrão? penso ele pode e deve ter um carro bom uma casa boa ,porem não precisa ser luxuosos. pois com o valor do carrão e da mansão da pra comprar vários carros populares e casas para os missionários. O trabalho dos Gideões é um trabalho bonito ,porem penso que ele deveria ter os recursos melhor empregado. pois assim como os lideres desse projetos são servos de Deus , os missionários que estão em campo , muitas vezes longes de sua família também são ,Penso que a igreja deveria seguir o que esta escrito em atos_2.42:46( E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.
    43 E em toda a alma havia temor, e muitas maravilhas e sinais se faziam pelos apóstolos.
    44 E todos os que criam estavam juntos, e tinham tudo em comum.
    45 E vendiam suas propriedades e bens, e repartiam com todos, segundo cada um havia de mister.
    46 E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração,)

  • Raul Seixas diz: 5 de maio de 2015

    Pode parcelar?

  • luciano batista diz: 5 de maio de 2015

    A questão não é a forma de arrecadação, tão pouco quem faz doação seja ela como for, a questão são os propósitos a intenção dessa arrecadação, será que ela servirá para levar de alguma forma o bem a quem necessita de verdade em prol de um trabalho digno da obra daquele que nos ensinou ou servirá para erguer templos luxuosos, comprar meios de comunicação ou como a realidade exposta grita aos olhos de todos nós servirá apenas para afortunar a cúpula dessas empresas encobertas pelo nome santo sejam elas de seguimentos distintos e desobrigadas de arcarem com impostos, no entanto, a mina de ouro desses que enriquecem com a graça dos fiéis.

  • Mano diz: 5 de maio de 2015

    Interessante Josué Monteiro, com sinceridade, você já ajudou alguma vez alguma dessas”Demandas Sociais”? É óbvio que você conhece pouco de Camboriú. Procure se inteirar mais. Me diga, por quê saiu da igreja? Se você está melhor agora, frequentando outra igreja, parabéns. Se as pessoas mudam ou cometem algo errado, não tenha elas como foco, se você estivesse olhando para JESUS, o autor e consumador da nossa fé , não teria ficado incrédulo. Vejam bem, claro que a reportagem é tendenciosa. Só mais uma coisa, esses lugares que foram ajudados são bem longes mesmo, onde nunca quiseram ir, mas mesmo assim criticam. É brincadeira.

  • Becker diz: 5 de maio de 2015

    Ensine o povo a pescar, não de o peixe…
    Vocês fazem um trabalho em vários lugares do mundo…hm…bom, talvez devessem estudar um pouco mais sobre os problemas mundiais e ensinar as nações onde vocês estão que :
    Pra se ter um filho é preciso ter renda…
    Pra se ter um filho é para você mesmo ter que criar e não deixar por conta de pais e avós…
    Pra se ter uma família é preciso primeiro ter um planejamento, fazer contas, homem e mulher estudarem e ter plenos direitos de receber salários dignos de se viver…
    Não digam que estão ajudando agindo do jeito que agem, enganando pessoas com essa máfia escondidas atras de religiões, Deus não tem nada haver com isso.
    Ensinem, eduquem, usem o poder de vocês para fazer realmente o bem.

  • becker diz: 5 de maio de 2015

    Dagmara, acertou na veia mais uma parabéns…tente descobrir quanto foi o cheque do governador este ano, ano passado não se é verdade, mas parece que foi de R$ 300.000,00 (e os professores…)

  • CARLOS MAGNO diz: 5 de maio de 2015

    Vamos focar na intenção do individuo e não na religião, credo ou crença. O fator arrecadação ou doação nunca surtirá o efeito desejado se aquele que no propósito da questão não o faz por direito. O que importa é o cidadão que esta na incumbência de fazer chegar e transformar essa doação em beneficio do próximo necessitado, em obras que acolham e amenizem de alguma forma o sofrimento desses. Temos 2 grandes exemplos para não citar tantos de trabalho digno aqui mesmo no Brasil: Chico Xavier e irmã Dulce, notem, quem faz o obra é o homem de boa vontade, que muitas ou quase sempre abdica de sua própria necessidade para servir o próximo, ensinamento daquele que ensinou a dividir o pão de cada dia e não a erguer impérios e sucumbir com a boa vontade de muitos em causa própria.

  • Joceli Godinho diz: 5 de maio de 2015

    Porque as pessoas que querem fazer doacoes nao dao pra criancas carentes, ou instituicoes de caridade descente. Alguem ja viu um pastor fazer algo de bom com esse dinheiro???? Realmente o Brasileiro eh muito burro.

  • Marcia Santos diz: 5 de maio de 2015

    Realmente, doa quem quer e acredita no Deus que quiser. Mas… tanto dinheiro pra projetos que a gente nunca vê! Quem é assistido por essa igreja? E vamos combinar que isenção de impostos pra essas igrejas não tem o menor cabimento! Pelo menos pagam os % do cartão como todo usuário da máquina?

  • FABIO AUGUSTO PEDRA diz: 5 de maio de 2015

    Engraçado, a LBV liga para as casas pedindo dinheiro, 0800 criança esperança, na igreja católica se paga em carnês, qual o problema de passar o cartão, se é o dinheiro moderno. Quem anda com dinheiro hoje está pedindo pra ser assaltado. A igreja evangélica não recebe um centavo do governo, mas faz um trabalho social gigantesco (sou testemunha disso e posso provar o que digo), tirando pessoas das drogas e do álcool, restaurando casamentos, formando famílias com caráter cristão, etc. Vão lamber sabão, contribui quem quer e ponto final …

  • Quesia Zimmermann diz: 5 de maio de 2015

    Pois é, Dagmara Spautz, jornalista por formação e curiosa desde sempre, conseguiu a promoção com a ajuda do seu colega fotografo?
    Qual a Universidade que cursou jornalismo mesmo? Pois é guria, o saber ser jornalista não se aprende na faculdade e muito menos se compra talento ou visão mercadológica.
    Sua “matéria” foi ruim, texto pobríssimo e achou que colocando duas faces religiosas seria a cereja do bolo?
    Infelizmente querida, abordar temas para se promover dessa forma é o mesmo que posar nua para uma revista masculina. Aí você escolhe que imagem que tenham do seu “talento”.
    Abraço. Ah e o conselho é de graça ta bem!

  • Tony diz: 5 de maio de 2015

    Nao vejo nada de errado pedir doações por cartão de crédito. Como a outra pessoa acima também disse, qual a diferença de pedir por cartão ou 0800 como o criança esperança? chega no fim da tudo no mesmo, vai ser doado o dinheiro. Muitas pessoas nao sabem nem o que é o Gideões e ficam criticando isso. E sobre os pastores, meus pastores tem sim um casa boa e um carro bom, porque eles merecem e que Deus abençoou eles, mas porque eles trabalham para a obra de Deus e Deus recompensa com o melhor. E se eu nao tenho um carro e vou de pé ou bicicleta o problema também é meu, o que importa é que eu vou para adorar a Deus e não aos homens e Deus conhece o mais intimo do meu coração. Eu sei que futuramente Deus vai me abençoar. Mas quero dizer a você que fica reclamando e nem a palavra de Deus conhece, busque a Deus, peça pra ele a direção ou entao ore para que este caso de maquina de cartão mude se nao for de Deus, pois muitas vezes é facil reclamar, mas fazer a sua parte, nao dá. Que Deus abençoe vocês.

  • Allen Chves diz: 5 de maio de 2015

    Sinceramente, não vejo nada que mostre ser tendenciosa. A matéria nada mais é que a transcrição do que realmente ocorreu.
    Fato é que ninguém é obrigado a dar nada, se dão em espécie ou através de cartão, que diferença faz? é uma decisão de foro íntimo.
    Agora, vamos e venhamos, poucas igrejas, cultos, ou o que for não se comprazem com o recolhimento de donativos ou doações. A História prova que, no século XIII membros da igreja católica vendiam indulgências, os chamados perdoadores, prática que, na atualidade é percebida em muitos cultos evangélicos, também.
    Quem de vós está sem pecado? hum? Cada um sabe de si, senhores.

  • Charles Fraga Pereira diz: 5 de maio de 2015

    Hoje o Congresso tem 1/4 de pastores, e pessoas ligadas a Igreja de maneira geral. Porém o que eles fazem para os pobres, não passam de migalhas perto do real poder que poderiam causar se realmente tivessem vontade de mudar. O melhor é manter o povo na miséria e aumentar cada vez a arrecadação com mais métodos. Será que este dinheiro não compra influência para as coisas acontecer? E depois são as Preces houvidas? Como foram parar na política se o bem é em nome de Deus?

  • Pastor Alemão diz: 5 de maio de 2015

    Um comentário mais esdrúxulo que o outro…uhahuahuahuahuahuahuahua mas deu pra rir bastante, principalmente no: “pode parcelar?”
    uhauhauhahuahuahuahahahua
    A ignorância do povo é tamanha que chegam a fazer empréstimo bancário para pagar o “dizimo”, com medo de não garantir seu lugar no céu….. (sendo que o dizimo é para fins “próprios, internos…”), lá no fundo do bolso!
    Ou então, comprem lá…a fronha dos sonhos…uhauhahuahua e por aí vai. Povo humilde infelizmente cai nas mãos dos “enviados por Deus”.

  • Gabriela diz: 5 de maio de 2015

    Criticam muito os pastores que tem uma vida financeira melhor, mas esquecem que as igrejas catolicas são tambem muito ricas. Na propria Biblia existe varios seguidores de Deus que foram muito ricos exemplo Abrao, Salomao, Jose, Jacó foram tantos e acredito que Deus não quer ninguem na miseria e sim tendo uma vida abundante em todas as areas de suas vidas. Dou oferta e minha parte com Deus esta sendo cumprinda o que a igreja faz com ela é problema da igreja do pastor com Deus, minha consciencia esta limpa e os favores de Deus comigo estao sendo cumprindos. O motivo das maquinas de cartao é que tem gente que doa valores altos de oferta e nao pode ficar andando com dinheiro por ai ou é uma facilidade para nós eu mesma só uso cartao, sem falar que é uma segurança tambem para igreja nao ser assaltada, porque infelizmente isso existe em todos os lugares.

  • dudu diz: 5 de maio de 2015

    Moro ao lado deste evento e o referido Pastor pediu sexta feira dia 01/05/2015 1000 pessoas para doarem R$ 50,00 Reais, passou algum tempo o o mesmo pediu R$ 100,00 Reais onde finaliza que esses não irão para o inferno….. Quanto foi que ele arrecadou? no minimo R$50.000,00 isso apenas na sexta – feira. Será revertido para que esse valor? Projetos sociais duvido……

  • João Nicolau diz: 5 de maio de 2015

    Eu estava em Balneário Camboriú e o congresso era em Camboriú, cidade ao lado. Havia evangélicos por toda a parte! Os pastores estão ficando cada vez mais espertos e os fiéis cada vez mais babacas, doando dinheiro para um bando de mercenários, que conseguem iludi-los direitinho!

  • Sabrina diz: 5 de maio de 2015

    Não podemos ofertar pensando que nosso dinheiro será desviado.
    A própria palavra de Deus diz que temos que ofertar com alegria, alegria no coração.
    Os administradores desse dinheiro prestarão contas, assim como todos nós, diante do senhor no juízo final.
    Não podemos ofertar com amor no dinheiro e sim com amor a Deus, e na obra que ele faz através desses muitos missionários.
    Não podemos ser gananciosos, e olhar os bens de pastores… eles não podem ter uma vida confortável? Todo pastor tem que ser miserável?

  • Ada Muller diz: 5 de maio de 2015

    São todos mercenários. Não essa de ajudar entidades carentes. Não é novo este capitação de recursos, nova é a maneira de arrecadar dinheiro dos incáutos, para ficar no eufemismo. Este câncer está chegando ao parlamento brasileiro, junto a outros. Poderiam se apenas se reservar no direito de enganar apenas seus seguidores e não tentando fazer a todos uns otários … Vão todos para o inferno … Gente triste ….

  • Pedro Henrique diz: 5 de maio de 2015

    A que ponto chegamos, religião escrota, limitada, cercada de paradigmas, mas para receber o dízimo aceitaram a modernidade. Não é atoa que a maior parte de evangélicos é pobre!

  • Luis diz: 5 de maio de 2015

    Este fundamentalismo religioso, esse messianismo evangélico ainda vai nos levar ao tempo das sombras. Atraso. Vão pra Síria, Iraque, vão usar burca. Pastores milionários, pregação da riqueza na terra, isenção fiscal pro milionário “negócio religioso”, receita do obscurantismo e de corrupção. Xô, Satanás.

  • Fernando Frutuoso diz: 5 de maio de 2015

    Não tem nada de errado nisso. Cartão é mais seguro. Qual a diferença entre o cristão fazer sua oferta ou entregar seu dizimo com o cartão? Comprar cerveja no boteco pode? Essa matéria é tendenciosa, ao invés de expor a ideia boa vcs mostram como algo ruim. E deputado pastor Marco Feliciano, eu vi esse video. Uma pessoa entrega o cartão como oferta e pastor brinca que sem a senha não adianta de nada. Sem cultura e ignorância é julgar sem conhecimento. Querem falar e criticar de algo que não entendem e não conhecem. Usem esta ferramenta para o bem, para fazer uma sociedade melhor e não para vomitar suas opiniões preconceituosas.

  • Douglas diz: 5 de maio de 2015

    A reportagem é tendenciosa, mas temos que viver os tempos atuais,fazer doações nas maquinas de cartões, isso se chama avanço tecnológico, e pra quem fica criticando é por que não conhece nada sobre assistência social. é certo qualquer igreja receber doações por maquinas de cartões e que a cada ano as doações sejam arrecadadas com mais eficiência e segurança.

  • Ricardo Roberto diz: 5 de maio de 2015

    RBS, com todo o respeito: Como vocês são parciais!!!! Não gostam de evangélicos!!
    Novelas que dividem a familia, pois sempre a amante é a certa, programações que não educam, alienante. Que bom que vocês perdem espaço a cada dia!

  • silvoney da silva diz: 5 de maio de 2015

    Pergunto , algum de vcs ja foram em aparecida ? Vc sabia que aquele monte de lojista pagam uma nota de aluguel para a igreja e qualquer um nao autorizado é expulso la de dentro? Então, do jeito que tem assaltos é muito melhor usar o cartão,ok? E se o dinheiro não é o seu, deixe que cada um faça o que quiser com o dele.

  • Jhonatan diz: 5 de maio de 2015

    Só gostaria de esclarecer para o Paulo e sanar a dúvida da qual ele fica sempre se perguntando ao passar em frente a uma igreja evangélica por qual motivo os fiéis vão sempre a pé, de bicicleta, ônibus ou um “carrinho veio”, muito provavelmente é porque ele passa em frente a igrejas em bairros humildes onde as pessoas daquela região são simples, como se ele passasse em frente ao supermercado, a igreja católica, a igreja budista e qualquer outro local público daquela região. Agora é óbvio que se vc passar em frente a uma igreja evangélica em um bairro de classe alta ou no centro de uma cidade grande você não verá os fiéis chegando de bicicleta, nem de ônibus nem tampouco de “carrinho veio”, ahh, e só para lhe orienta-lo nessas igrejas (em bairros nobre) os fiéis não são só pastores meu nobre!!!

  • Rodrigo diz: 5 de maio de 2015

    SIMPLESMENTES TROUXAS !!! É POR ESSAS E OUTRAS QUE IGNORO ESSA GENTE E AINDA DEBOCHO DELES. GRAÇAS A DEUS E AS RELIGIÕES, SOU ATEU !!!

  • bruna froehner diz: 6 de maio de 2015

    Eu gostaria de entender dos entendidos do jornalismo onde está o sensacionalismo na matéria.
    A repórter apenas fez um registro da verdade.

  • bruna froehner diz: 6 de maio de 2015

    Alguém aí imagina Jesus com jóias, carros importados e passando o cartão dos humildes?

  • fé demais diz: 6 de maio de 2015

    Seguinte: Sou ateu, entao nao puxo p/ lado de ninguem.

    Mas é claro e provadissimo, que os donos, chefes, pastores sei la, desta igrejas, nao estao nemumpouco interessado em ajuda vc nem a ninguem, Querem seu dinheiro. E para isso, fazem esse show de falcatrua, falsos profetas. Nao é dificil. Vc poe na panela, milhoes com problemas (financeiros, pessoais…saude) ja sem esperanças
    Dai vc adiciona um mestre em oratoria, com bom poder persuasão. ofereça lhes a salvacao. e pronto. cobre deles o que puder, vendas coisas como sagradas, iludindo que tudo isso no final,vai salvar vc. e se nao salvar, é pq vc n teve fé suficiente. ou seja. DOE mais, compre mais, e assim vc tera sua fe fortalecida.
    Ajudar qualquer igreja, mas vendo que a sua propria igreja esta recebendo esse dinheiro, que ha prestacao de conta, e que vc nao é induzido constantemente p/ dar seu dinheirinho, ai sim, é justo.
    dente por dente.
    Agora, esses falsos moralista, que chutam santa, fazer um show de encenação e gritaria, usam doentes e as vzs atores p fortalecer a historia.
    Engraçado que eu ja vi algumas pessoas que deram o testemunho, que estava curado, semanas depois voltando ao hospital com a doença, pior. deveria proibir, mandar voltar la p DR pastor curandeiro. e pegar o diinheiro de volta.
    Quanta falcatrua. isso é crime. curandeiragem, sem falar na extorsao e falso testemunho.
    Esses sim, tem passagem direto p inferno. E muito inocente caindo nas labias. fazer o que. Darwin ja dizia, seleçao natural

  • Roberval diz: 6 de maio de 2015

    Até hoje eu não sei o que é pior, se é a religião ou as drogas……

  • Marcelino Nunes de Moraes diz: 6 de maio de 2015

    Os Gideões e um encontro dos evangélicos Pentecostais para auxiliar os missionários em outros países, ninguém é obrigado a ir lá ou doar alguma coisa, suas ofertas arrecadadas é entre eles e os que desejam doar. Li comentários de que os milagres são fraude e pedem provas, mas milagres não precisam de provas, basta a cura para ter fé. Prefiro os Gideões pregando e arrecadando para ajudar, do que o Socialismo a roubalheira e corrupção dos partidos políticos. Não sou evangélicos.

  • Alexandre Prisco diz: 6 de maio de 2015

    É o fim da picada.

  • Hugo diz: 6 de maio de 2015

    “O desejo dos justos é tão somente para o bem, mas a esperança dos ímpios é criar contrariedades.” Provérbios 11:23

  • Afonso diz: 6 de maio de 2015

    Preciso comentar:
    “KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK””

  • cláudio diz: 6 de maio de 2015

    Fé não se compra e nem se vende!!
    Muitos assim pensam unindo a isso, a ganância de receber dez vezes mais o que deram. Eu não sei como podem cair num conto do vigário tão ridículo como esse!
    Querem agradecer uma graça alcançada? Não é doando dinheiro!! com certeza!! Deus não precisa de dinheiro!!
    Doe sua vida aqui na terra com gestos de caridade a quem precisa!!!

  • gabriela diz: 6 de maio de 2015

    É muito facil julgar sem conhecer … nenhuma igreja obriga a dar oferta se voce sente no seu coração que deve doar voce doa. E quem frequenta a igreja sabe o trabalho que ela faz ninguem é trouxa de ficar doando dinheiro a qualquer um. As igrejas tem gastos como qualquer outro estabelecimento. E são as igrejas que tem ajudado muitas familias destruidas por filhos drogados, casais adulteros ou doentes ou voces já viram algum politico fazer isto fora de eleição? Se voces viram posso voltar a ter esperaça num governo melhor onde não precisamos depender só das igrejas para isto.
    Não é a religiao mas sua fé em deus e suas atitudes que lhe dirão quem voce é.

  • Leandro diz: 7 de maio de 2015

    Bom dia a todos. Como o caro Cláudio disse, DEUS não precisa e nunca precisou mesmo de nem um centavo, reais, mil, milhões e tampouco bilhões de nenhum de nós. Porém para quem tem o mínimo de entendimento, a palavra OFERTA, não significa doarmos dinheiro a igrejas evangélicas, muito menos doarmos dinheiro por termos alcançado uma vitória. OFERTA, significa semente isso quer dizer que: Se lançarmos uma boa semente, com certeza colheremos muitos frutos. Mais lembrando não lancem sementes ao vento achando que ficarão ricos, pois nossa oferta testa a nossa confiança na fidelidade de DEUS, no cumprimento da SUA palavra e do SEU princípio de semeadura e de colheira.

    * Lembrem-se, DEUS não precisa de nenhum centavo nosso, mais a obra DELE sim, e DEUS não faz nada que não seja em resposta a uma semente de fé.*

    Uma alma ganha para o reino de DEUS, vale muito mais do que todo dinheiro existente no mundo.

    Abraço a todos.

  • james diz: 16 de maio de 2015

    Uma dúvida este dinheiro arrecadado paga imposto???

Envie seu Comentário