Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Petroleiros cobram resposta da Petrobras sobre fechamento da UO-Sul

02 de junho de 2015 0
Foto: Lucas Correia, Especial

Foto: Lucas Correia, Especial

 

Representantes da Federação Única dos Petroleiros (FUP) e do Sindicato dos Petroleiros de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul têm reunião marcada hoje no Rio de Janeiro com a Gerência de Exploração e Produção da Petrobras para tratar do fechamento da UO-Sul em Itajaí.

Os trabalhadores reclamam que, até agora, não obtiveram respostas convincentes sobre os motivos que levaram à extinção da unidade um mês atrás – a única especializada em pesquisa por novos campos de trabalho no Sul do país, e a de melhor relação entre o número de funcionários e a produtividade.

Em Itajaí as transferências dos trabalhadores para Santos já começaram e devem ser concluídas até o fim de julho. Segundo informações que chegaram ao deputado estadual Leonel Pavan (PSDB), que tomou a frente da luta pró-UO-Sul na Alesc, parte dos trabalhadores já vê a situação como irreversível e colocou à venda imóveis que mantinha em Itajaí.

::: Leia mais sobre o fechamento da UO-Sul

O fechamento da UO-Sul provocou movimentação do empresariado, mas a mobilização política, que deveria ser capitaneada pelo governador Raimundo Colombo (PSD), ainda não teve resultado.

Recentemente chegou ao sindicato a informação extraoficial de que os embarques para as plataformas que hoje são feitos via Aeroporto de Navegantes também serão transferidos para o Aeroporto de Itanhaém (SP), que é hoje o ponto de embarque para quem atua em Santos. A Petrobras mantém uma área em Navegantes mediante concessão.

Surpreso

No último encontro do Sindicato dos Petroleiros com o presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, na semana passada, os sindicalistas apresentaram um relatório mostrando o que é a UO-Sul e o impacto do fechamento para o Sul do país.

O presidente teria ficado “admirado” com a repercussão da saída da unidade. Mas não manifestou indicação de que poderia voltar atrás.

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário