Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Bombeiros fazem cerco para tentar afastar filhote de baleia de área de cultivo de mariscos

16 de junho de 2015 0

Bombeiros de toda a região estão empenhados em tentar evitar que um filhote de baleia entre na área de cultivo de mariscos na Praia da Armação, em Penha, e se enrosque nas estruturas. Os bombeiros estão a bordo de embarcações, afastados da praia.

Na segunda-feira o filhote, que já estava no local, ficou preso nas cordas que sustentam as boias da marisqueira e pescadores artesanais tiveram muito trabalho para soltá-lo. Anderson, pescador e maricultor da região, gravou parte do resgate da baleia.

 

 

::: Leia mais sobre o resgate da baleia

 

Atenção à mãe

De acordo com o oceanógrafo André Barreto, professor e pesquisador da Univali, a atenção dos bombeiros é correta e pode evitar outro problema: que a mãe se aproxime do filhote e acabe, também, enroscando na marisqueira _ o que poderia ser um problema muito maior. Especialistas da Univali também estão acompanhando a movimentação no local.

É comum entre as baleias que as mães fiquem perto dos filhotes. O mais provável é que ele tenha se afastado pela presença de um predador, como uma orca, ou mesmo pela passagem do navio. Também não se descarta a possibilidade de a mãe ter morrido.

Segundo Barreto, a baleia não é um cachalote, como desconfiaram os pescadores quando a resgataram, mas um tipo de baleia filtradora _ aquelas que se alimentam de plâncton. Como as imagens não são nítidas, não é possível precisar de que espécie se trata. A categoria das filtradoras inclui a baleia-franca, a mink, a jubarte e a baleia-azul, entre outras.

O professor descarta a hipótese de se tratar de uma baleia-franca porque o animal não tem os calombos característicos. Outras espécies de filtradoras ainda têm os locais de reprodução na costa do Sul e Sudeste do Brasil pouco conhecidos, mas é provável que isso aconteça bem distante da costa. Para Barreto, o motivo da aproximação da marisqueira deve ter sido algo comum entre os filhotes: curiosidade, já que nos primeiros meses de vida as baleias se alimentam apenas do leite da mãe.

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário