Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 25 junho 2015

Pescadores artesanais capturam cardume de tainhas em Balneário Camboriú

25 de junho de 2015 2
Fotos: Marcos Porto

Fotos: Marcos Porto

 

Pescadores artesanais recolheram um belo lanço de tainhas na Praia do Estaleiro, em Balneário Camboriú, nesta quinta-feira. Capturado pelas redes de cerco por volta de meio-dia, o cardume levou mais de uma hora para chegar à areia: as ondas fortes da praia, que quebram no raso, dificultaram o trabalho dos pescadores. Muitas tainhas conseguiram escapar da rede e ganharam de volta o mar.

 

 

As que foram recolhidas têm destino certo: o que não é vendido na praia acaba sendo repassado às peixarias locais.

Com grandes oscilações de temperatura, este inverno tem sido ingrato para a pesca artesanal de tainha e exigido perícia dos pescadores para não perder os lanços.

Extensão do contrato da APM Terminals está na pauta das concessões, garante SEP

25 de junho de 2015 1

O superintendente do Porto de Itajaí, Antônio Ayres dos Santos Junior, e o diretor-superintendente da APM Terminals, Ricardo Arten, reuniram-se com técnicos da Secretaria Especial de Portos (SEP) em Brasília para tratar do pedido de extensão do contrato de arrendamento da área do porto. Ouviram que o pedido está na pauta da rodada de concessões e deverá ser avaliado junto com outras solicitações semelhantes no país.

O contrato da APM (firmado, na época, pelo Teconvi), prevê 19 anos de concessão prorrogáveis por mais três _ o que terminaria em 2022. A empresa considera o tempo insuficiente para resgatar os investimentos que precisa fazer no terminal. Há hoje R$ 160 milhões aprovados pela matriz holandesa da empresa, aguardando a decisão do governo brasileiro.

Ayres também tratou de outras demandas. Reuniu-se com parte da bancada catarinense no Congresso para pedir apoio ao pleito de adensamento do contrato de arrendamento da APM, para incluir os berços 3 e 4 (pedido que aguarda decisão em Brasília há mais de três anos), ou então para trazer do 4º para o 2º bloco de arrendamento a área dos atracadouros.

Repasses retomados

Outro assunto que veio à tona em Brasília f0i a obra de realinhamento dos berços cobiçados pela APM, que vinha sofrendo com a falta de recursos. A superintendência deve receber nos próximos dias R$ 12 milhões para o andamento dos trabalhos, e a promessa é que todo o recurso seja repassado até agosto _ o que deve manter a data prevista de conclusão para o fim do ano.

Sindicato da Polícia Civil diz que impedirá ação de guardas municipais na delegacia

25 de junho de 2015 3

O presidente Sindicato dos Policiais Civis de Santa Catarina (Sinpol), Anderson Amorim, disse nesta quinta-feira que a entidade é contrária ao “empréstimo” de guardas municipais para atuarem na delegacia, em Balneário Camboriú. Caso o Estado aprove a proposta, o Sinpol buscará a Justiça.

Além de defender a contratação de novos policiais pelo Estado (há concursados esperando nomeação), Amorim diz que o emprego de guardas municipais é ilegal e expõe os procedimentos investigativos a pessoas não autorizadas, o que poderia, inclusive, invalidar os inquéritos instaurados pela Polícia Civil.

A proposta do “empréstimo” partiu do delegado Marcio Colatto, titular da delegacia da comarca em Balneário, durante reunião com o prefeito Edson Piriquito (PMDB) esta semana. Piriquito teria concordado com a medida, desde que a procuradoria jurídica do município desse o aval.

Nesta quinta-feira a delegada Regional, Magali Ignácio, disse que a proposta será apresentada ao delegado-geral Arthur Nitz e ao secretário de Estado de Segurança Pública, César Grubba _ e afirmou que o convênio só será firmado se ficar comprovado que não há ilegalidade na proposta.

O fato é que a função dos guardas é patrimonial, e empregá-los na confecção de boletins de ocorrência e no transporte de presos seria um desvio funcional.

Leia a manifestação oficial do presidente do sindicato:

“Não, não sou contra a ampliação de poderes aos demais órgãos de Segurança Pública, sejam eles Municipais, Estaduais ou Federal, mas se somos pela legalidade sempre, não temos como compactuar com a falta de visão administrativa e legal, quando admitem que atribuições e funções se misturem dessa forma, ilegalmente, como a atual tentativa em Balneário Camboriú.
No atual modelo, as coisas vão de mal a pior, pois muitos querem se apoderar daquilo que não lhes convém legalmente, o maior exemplo é a Investigação Criminal, essa, por lei, só cabe a nós, Policiais Civis e Federais.
Por muito tempo venderam aos Governadores uma imagem distorcida de Segurança Pública, o que temos aqui hoje não é culpa exclusiva desse governo, mas de uma série bem tramada contra as Polícias Investigativas.
Não é admissível que qualquer medida ilegal seja tomada, com o escopo ou com a desculpa de que uma medida ilegal justifica para alcançarmos os objetivos legais.
Não podemos, não vamos admitir que ilegalidades sejam cometidas, desvalorização já temos bastante, não vamos admitir mais essa autofagia.
Temos aproximadamente 1.000 Policiais Civis APROVADOS em Concursos Públicos, aguardando ansiosamente por suas nomeações, eles estão sedentos por servirem à sociedade, com “sangue nos olhos”, prontos para e em condições de.
Digo Policiais Civis, porque já os consideramos assim, parte da nossa família, família essa que optamos por abraçar, se há problemas estruturais, temos um efetivo razoável esperando para serem incorporados.
Assim que forem chamados para a ACADEPOL, muitos que já eram Policiais em outros estados, outras forças e outros cargos, já podem de imediato reforçarem essas áreas mais críticas como parte de um estágio antecipado.
Por fim, não iremos compactuar com nada que verse algo ilegal, iremos representar legalmente, pois jamais admitiremos, dentro do atual modelo, ingerências dentro da PCSC, somos respeitados por sermos sérios, jamais fugimos de um posicionamento forte quando o assunto é Polícia Civil.
Deixamos claro que estamos com todos os aprovados, que vamos cobrar e continuaremos cobrando após as nomeações de todos vocês. Pois acreditamos sinceramente que juntos somos fortes, unidos somos imbatíveis”.
Anderson Amorim
Presidente SINPOL SC
Vice Presidente FEIPOL SUL
Vice Presidente COBRAPOL Regional Sul
Conselheiro Nacional de Segurança Pública MJ

Evento de Futevôlei trará Romário e Edilson Capetinha a Florianópolis em julho

25 de junho de 2015 1
Foto: Divulgação Prefeitura de Florianópolis

Foto: Divulgação Prefeitura de Florianópolis

 

Alguns dos mais conhecidos craques do futevôlei vão se reunir em Florianópolis nos dias 3, 4 e 5 de julho. Organizado por Dado Faigel, de Balneário Camboriú, o evento trará à capital nomes como Edilson Capetinha (Corinthians), Alex Dias (São Paulo), Felipe (Vasco), Fábio Luciano (Ponte Preta) e Aldair (Flamengo), cada um acompanhado de um jogador profissional de Futevôlei.O craque-senador Romário deve estrelar o principal desafio do torneio.

O evento tem parceria com a Liga Nacional de Futevôlei e a prefeitura de Florianópolis, e foi acertado na semana passada com Romário. O campeonato terá cobertura ao vivo na TV a cabo.

Pimenta na balada

25 de junho de 2015 0

O mexicano Cabrones vai instalar uma unidade na Wood` s, em Balneário. O apimentado restaurante vai substituir o restaurante japonês, que funcionava no espaço desde 2013.

A ideia é unir gastronomia com balada: o cardápio fica disponível antes, durante ou depois da festa.

"Morreríamos abraçados?"

25 de junho de 2015 4
Foto: Marcos Porto

Foto: Marcos Porto

 

O diretor-superintendente da Portonave, Osmari de Castilho Ribas, não fugiu do inevitável assunto da conquista da linha ASAS durante a apresentação do relatório de sustentabilidade e os números do terminal nos primeiros meses do ano, na manhã de ontem.

Questionado, disse que os terminais têm que acompanhar o mercado e não devem impor preços com base em seus custos.

_ Se a linha não operasse em nenhum dos lados, morreríamos abraçados? _ disse.

Volvo Ocean Race quer barco brasileiro na próxima edição

25 de junho de 2015 0
Foto: Patrick Rodrigues

Foto: Patrick Rodrigues

 

Prestes a finalizar mais uma edição da Volvo Ocean Race em Gotemburgo, na Suécia, o CEO da Regata Volta ao Mundo, Knut Frostad, voltou a falar do desejo de ter um barco com a bandeira do Brasil na disputa, que passou este ano pela segunda vez por Itajaí:

_ Um barco do Brasil e outro da Itália fariam super diferença para a regata. Seria fantástico! São importantes mercados para a Volvo Ocean Race _ afirmou.

O representante máximo da regata tem um carinho especial pelo País. Em 2005-06, o norueguês foi integrante do Brasil 1, barco que terminou a competição em terceiro lugar. A equipe foi comandada pelo bicampeão olímpico Torben Grael.

_ As equipes atuais querem continuar e outras pretendem entrar. A edição 2014-15 foi bastante equilibrada e mostrou que todos podem ganhar, tornando a regata atrativa para o público _  reforçou Frostad.

Houve uma tentativa de viabilizar um barco brasileiro para esta edição, mas o projeto acabou não vingando.

Esta edição da Volvo Ocean Race termina no sábado, com a regata In Port, e em julho começam os preparativos para o próximo evento, que deve ocorrer entre 2017 e 2018. A primeira fase da preparação é a escolha das cidades-sede, e Itajaí está entre as pré-candidatas. Desta vez, terá concorrência forte em território nacional: pelo menos outras três cidades demonstraram interesse em receber a regata.

Embora cláusulas de confidencialidade não permitam que a organização revele quais são as candidatas, há boatos de que Recife (PE) e Rio de Janeiro (RJ) estariam no páreo. Há também outras cidades na América do Sul interessadas na disputa.

A previsão é que o anúncio das cidades-sede ocorra em dezembro.

Relação antiga 

O relacionamento do Brasil com a Volvo Ocean Race ocorre desde a primeira edição, 41 anos atrás. Rio de Janeiro (RJ), São Sebastião (SP) e Itajaí (SC) foram cidades-sede das oito vezes em que a regata desembarcou no país.

Oito atletas brasileiras participaram da regata até hoje. Destaque para Torben Grael, que entrou para a história da modalidade e para o esporte brasileiro sendo o primeiro comandante a vencer a Volvo Ocean Race. Em 2008-09, liderando o sueco Ericsson 4, Grael e seus tripulantes – incluindo o carioca Joca Signorini – venceram praticante de ponta a ponta a Volta ao Mundo. Na edição 2014-15, o atleta olímpico André ‘Bochecha’ Fonseca integrou o barco MAPFRE e Joca Signorini foi treinador do feminino do Team SCA.

Neste sábado (27), os sete barcos da edição atual da Volvo Ocean Race disputam a regata final das in-ports. Em cada cidade-sede há uma prova costeira e os pontos são usados em caso de desempate para o campeonato principal. O Abu Dhabi Ocean Racing foi o campeão geral e também lidera o evento paralelo. A Inmarsat In-Port Race Gothenburg ocorre no período da manhã (Horário de Brasília) e será transmitida ao vivo pelo site www.volvooceanrace.com

Com falta de efetivo na Polícia Civil, Balneário Camboriú terá guardas municipais atendendo na delegacia

25 de junho de 2015 6
Foto: Marcos Porto/Arquivo

Foto: Marcos Porto/Arquivo

 

A prefeitura de Balneário vai “ emprestar” guardas municipais para ajudar os policiais civis na delegacia da Rua Inglaterra. Eles vão registrar boletins de ocorrência, prestar atendimento e transportar presos.

O empréstimo foi a solução encontrada para reforçar o efetivo na delegacia, que é problemático há muito tempo. Só que pode gerar uma baita inconsistência jurídica, já que a função dos guardas é preservar o patrimônio público.

Na prática, para tampar um buraco que é do Estado o município vai colocar funcionários públicos em um provável desvio de função – e reduzir o efetivo nas ruas.