Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Crise: Prefeito de Itajaí vai reduzir o próprio salário e demitir comissionados

03 de julho de 2015 22
Foto: Lucas Correia, Especial

Foto: Lucas Correia, Especial

 

O prefeito de Itajaí, Jandir Bellini (PP), confirmou nesta sexta-feira que a redução do próprio salário será a primeira medida de uma reforma para readequar os custos do município. Quer antes “dar o exemplo” e “cortar a própria carne”, afirma, para depois efetuar cortes significativos no número de servidores comissionados, que hoje está perto de 500.

Pela manhã, em entrevista a uma emissora de TV, Jandir já havia recomendado que os comissionados evitem contrair dívidas e avisou que o corte “pode acontecer com qualquer um”. À tarde, confirmou para o blog:

_ É como se todos entrassem em aviso prévio _ afirmou o prefeito.

Uma comissão está avaliando os cargos e onde os cortes são possíveis. A fatia do corte no salário do prefeito também será definida ainda e não tem data para entrar em vigor. De acordo com Jandir, as demissões levarão em conta vagas, e não nomes _ dando a entender que será uma decisão “empresarial” e não política.

Além da redução de salário e de servidores, outras ações de corte de gastos também serão levadas em conta. Parte delas já foi anunciada em um decreto em maio, quando foram suspensas novas contratações, gratificações, e estipulada economia no uso do telefone.

O principal motivo para as medidas é a queda na arrecadação: Itajaí perdeu 5% de receita nos seis primeiros meses do ano, em comparação com o mesmo período no ano passado. De acordo com o secretário da Fazenda, Marcos Andrade, os tributos municipais estão equilibrados. O problema está nos repasses de impostos federais e estaduais, que tiveram queda considerável (especialmente o ICMS, que representa 35% da receita de Itajaí).

Em maio uma decisão judicial determinou o corte de cargos comissionados na prefeitura de Itajaí que não se encaixassem nos princípios legais. Em junho, o município recorreu alegando que nem todos os cargos listados tinham problemas.

 

 

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (22)

  • povo unido diz: 3 de julho de 2015

    Pois é só no semasa tem mais de 20 funcionários que ganham 80% a mais do salário e continuam no cargo a qual prestaram concurso, só precisa ter um padrinho que ganha. Seria bom dar uma olhadinha neles também. Agora imagine na educação, saúde e demais categorias o tamanho do corte pro município.

  • Vitor ILO Herzog diz: 3 de julho de 2015

    Ué Itajai não era a bam bam bam do Estado melhor em tudo. Gastaram tudo nas regatas p/ representar p/ o Brasil e SC o q não eram. Gosto muito de Itajai, praias,mercado público,gastronomia,povo,etc…Mas esses políticos e a imprensa enganadora desprezo.

  • AVATAR DO PROMORAR diz: 3 de julho de 2015

    O homi ficou nervoso na tv. Fica brabo com mentira. Magina quando aparece as verdade. GAECO neles.

  • Felipe diz: 3 de julho de 2015

    Ou seja, esses que serão demitidos nunca foram cruciais para o desenvolvimento e atividades da prefeitura. Deve-se esperar uma crise para demiti-los?

  • terezinha diz: 3 de julho de 2015

    Poderia começar entregando as casas para o pessoal que esta no aluguel social ha mais de 6 anos desde a enchente de 2008 agilizando o termino dos apartamentos.

  • rafaela diz: 3 de julho de 2015

    até que enfim um político sensato. parabéns ao prefeito, o governo estadual e federal deviam fazer a mesma coisa. qualquer empresa é assim, se nao consegue aumentar receita, corta gastos.a regata foi um tipo de investimento, isso nao pode parar, traz retorno pra cidade. nao é como a copa que nao trouxe nada, só prejuizo.

  • Alexssandro Brasil diz: 3 de julho de 2015

    Parabens ao prefeito Jandir Bellini pela decisão que sirva de exemplos para os vereadores da nossa cidade e cortam seus salarios também, Mas cade o Governo Federal que nao so abandono Itajai como o Estado de Santa Catarina, cade a presidente do nosso pais ja que todos falam que o exemplo tem que vim de cima vamos la Presidenta corta seus cargos consignados, seus ministros inútil seus deputados gravatinhas que nao fazem nada .O Brasil esta a fundando num mar de dívidas cade o Povo que apoio a Copa do mundo que fouma vergonha pense nisso tanto dinheiro gasto em estádios de futebol e agora poderia ser repassado para os estados as cidades e um vengonha nesse momento ser brasileiro ser cúmplice de um governo esmagador….

  • Adair Dolzan diz: 3 de julho de 2015

    Antes tarde do que nunca. Mas por quê o prefeito nao tomou essa medida logo no primeiro dia de mandato? Quanto dinheiro público teria economizado até agora, nao é mesmo? Mas realmente é uma excelente iniciativa que deveria ser seguida por todo e qualquer administrador público em todo o país. Aqui em SC, iniciativas semelhantes foram adotadas em Chapecó, Lages e Criciúma e mostram que o atual modelo de administrar recursos públicos no Brasil está ultrapassadíssimo e só favorece a irresponsabilidade administrativa. Eu só gostaria de saber por que aqui em Blumenau o prefeito Napoleao Bernardes ainda nao tomou igual atitude para conter os gastos desnecessários e promover uma austeridade fiscal nas contas do município? Se medidas assim já foram tomadas por aqui, confesso que nao sabia. Austeridade que deve existir inclusive nos períodos de bonança e superávit. Parabéns aqueles que colocam o respeito ao bem público em primeiro lugar.

  • sonia Maria Gonçalves Canto diz: 3 de julho de 2015

    Parabéns prefeito pela sua atitude de reduzir seu salário.
    Está passando da hora de fzer uma varredura em todas as secretarias.

  • elton seidel diz: 3 de julho de 2015

    Parabéns prefeito pela iniciativa.
    Deveriam é baixar os salários do vereadores, já que tem alguns que ficam perseguindo capivara o ano todo, e nem se quer apresentam um projeto na camará……….

  • joaozinho diz: 3 de julho de 2015

    Reduzir salario????Desde quando Prefeito vive do salario?????

  • Robert diz: 4 de julho de 2015

    Maior cabine de emprego é semasa, aquela estrutura toda fechada onde mal a população precisa dela pra ter acesso. Digo os cargos em que fica no ar condicionado até no frio.

  • Paulo Mannes diz: 4 de julho de 2015

    Itajaí tem uma folha que já anda perto dos 30% dos 100 milhões que arrecada por mês. Não tem outro jeito, austeridade é a solução. Mas, sabiam que a carga tributária que Brasília recolhe mensalmente de Itajaí ultrapassa 500 milhões/mês e que, esse grande aspirador é que está colocando as prefeituras e toda a população em grandes dificuldades.

  • Jailson diz: 4 de julho de 2015

    Gostaria aqui de parabenizar o Prefeito Jair pela excelente atitude pois em tempos de crise é hora de readequação da máquina pública e de parar, pensar e agir. Talvez os moradores de Itajaí não percebam mas a cidade a cada dia está mais linda mesmo em tempos remotos como que estamos vivendo no país a administração pública continua ativa mantendo e reativando toda beleza que sempre foi o cartão de visita dessa linda cidade. Alguns prefeitos de cidades vizinhas poderiam adotar essa visão de GESPUBLICA como navegantes por exemplo! Parabéns Itajaí e a todos que elegeram o atual prefeito.

  • Pedro diz: 4 de julho de 2015

    Sem falar nas multas ambientais que o Municipio de Itajaí tem que pagar a FATMA em função da poluição na Usina de Asfalto.. Quase 1 Milhão de reais por causa da má gerencia.

  • roni diz: 4 de julho de 2015

    dexa os zomi trabaia!

  • edvaldo diz: 4 de julho de 2015

    O jornalista que fez a matéria se esqueceu de mencionar que a redução dos cargos comissionados foi uma autorização da justiça que julgou a situação das contratações desses funcionários comissionados.

  • Antonio diz: 4 de julho de 2015

    O Prefeito diz que irá cortar o salário, pra se dizer popular, mas de outro lado recorre da decisão da justiça que determinou o corte de centenas de cargos comissionados sem função ocupado pelos amigos. E o povo acredita….

  • Indignação diz: 4 de julho de 2015

    Enquanto alguns cargos evidentemente políticos continuarem ganhando uma gratificação de mais de 7.000,00 e mesmo assim os comissionados continuarem com a sua gratificação de regência de classe, mesmo fora da sala de aula, eu vou continuar desacreditando…
    Será que os cidadãos conhecem o portal da transparência, tá lá pra quem quiser ver!

  • propinopolis padrao brasilia diz: 4 de julho de 2015

    Cortar aluguel do prédio de sogro de vereador, nem pensar, carros alugados, asfaltar 3. Vezes a mesma rua, nunca vi em nenhum lugar no mundo o governo asfaltar a rua e depois quebrar p passar o cano… burrice ou canalhice

  • Marcos diz: 5 de julho de 2015

    Itajaí é e sempre será o destaque no estado e no Brasil, no entanto não tem culpa da safadeza dos políticos que visam apenas interesses particulares, itajaí é linda e maravilhosa.

  • Carlos Bernardini diz: 6 de julho de 2015

    A única medida que realmente partiu da vontade do Sr. Prefeito foi a redução do próprio salário e sim digna de parabenização. Mas por outro lado utiliza desse discurso demagogo de que está cortando cargos comissionados: o município de itajaí teve considerados pelo Tribunal de Justiça 450 cargos comissionados declarados inconstitucionais e tinha 6 meses para cumprir, exonerando o cabide. Ou seja, não foi vontade dele cortar os cargos, a justiça mandou e ele só resta baixar a cabeça e cumprir.

Envie seu Comentário