Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Gaeco cumpre mandados de busca e de prisão em Itajaí

14 de julho de 2015 3

O gabinete do vereador José Alvercino Ferreira (PP) e o setor do licitações e contratos da prefeitura de Itajaí foram alvo de mandados de busca do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) nesta terça-feira. Segundo informações preliminares do Ministério Público foram cumpridos ao todo 17 mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisão _ inclusive de uma pessoa que ocupa cargo público, cuja identidade ainda não foi confirmada pelo Ministério Público. Também houve sequestro de veículos, imóveis e dinheiro.

De acordo com o MPSC os alvos das operações trabalhavam na área de trânsito nos Município de Itajaí, Brusque, Lages e Florianópolis.

As investigações incluem crimes de corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro, peculato, advocacia administrativa e formação quadrilha.

Os mandados foram expedidos pelo Juízo da 1ª Vara Criminal da Comarca de Itajaí e cumpridos em residências, órgãos públicos e empresas nas cidades de Itajaí, Florianópolis, Penha, Brusque e Lages. A ação corresponde a duas operações simultâneas: “Parada Obrigatória I e II”.

A Operação Parada Obrigatória I foi fruto de investigações realizadas desde 2013 pela 8ª Promotoria de Justiça de Itajaí, com atuação na área Criminal e no Controle Externo da Atividade Policial e contou desde o início com o apoio do Gaeco.

Durante todo o procedimento foram investigadas mais de 12 pessoas, entre agentes públicos e empresários, além de sete empresas, todos envolvidos em tese nos crimes apurados.

A Operação Parada Obrigatória II, cujos fatos investigados decorreram da primeira investigação e iniciaram no final de 2014, foi desenvolvida diretamente pelo Gaeco Itajaí. Neste procedimento foram investigadas mais de 11 pessoas, dentre agentes públicos e empresários, além de quatro empresas, todos envolvidos em tese nos crimes investigados.

As Operações foram coordenadas pelo Gaeco de Itajaí e contou com o apoio de integrantes dos Gaecos da Capital, Joinville, Criciúma, Lages e Chapecó.

Nota oficial

A Câmara de Vereadores de Itajaí emitiu nota oficial sobre as buscas do Gaeco:

A Câmara de Vereadores de Itajaí informa que, na manhã desta terça-feira (14), uma Força-Tarefa da GAECO esteve, em cumprimento à medida judicial de busca e apreensão, no gabinete do Vereador José Alvercino Ferreira. Tratou-se de uma medida limitada ao gabinete parlamentar, porém a Administração da Câmara de Vereadores segue à disposição das autoridades competentes. Mais informações serão explanadas pela Força-Tarefa em coletiva de imprensa às 16h, no Salão do Júri do Fórum de Itajaí, conforme esclarecimento do Dr. Fabiano David Baldissarelli, Promotor de Justiça.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (3)

  • francisco diz: 14 de julho de 2015

    por que não colocam seu apelido? como ele foi eleio e é conhecido?

    Zé do codetran!

  • telvio diz: 14 de julho de 2015

    quem são essas empresas envolvidas nessa safadeza? segredo pq?

  • Thom diz: 14 de julho de 2015

    Uma hora a casa cai!!! Será que o Zé vai ser machão com os PFs também? quem sabe querer “chicotear” os agentes, assim como ele queria fazer com aquela moça cantora, na marejada?

Envie seu Comentário