Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Leoa Clara já pode ser vista pelo público no zoo do Beto Carrero

17 de julho de 2015 0
Fotos: Marcos Porto

Fotos: Marcos Porto

 

Clara, a primeira leoa branca nascida no Brasil, já pode ser vista pelos visitantes do Beto Carrero World. Aos seis meses, a filhote estreou nesta sexta-feira o recinto que será seu lar e deu um passo definitivo rumo à independência. A partir de agora a leoa _ que ainda tem cara de gatinha, mas já é capaz de rugir como um legítimo representante da savana _ terá cada vez menos o convívio dos veterinários e ganhará uma nova rotina.

A entrada definitiva de Clara em seu novo lar foi um tanto tímida. Embora ela tenha passado temporariamente pelo recinto várias vezes nas últimas semanas, na sexta-feira a leoazinha intimidou-se com a quantidade de câmeras que esperavam seus primeiros passos na “casa nova”. Incentivada pelas brincadeiras dos profissionais que a acompanham, acabou se soltando. Entre uma patada aqui outra ali, mostrou que tem destreza e charme de sobra.

O novo recinto tem lagoa, cachoeira e brinquedos, e fica num local que era chamado pelo próprio Beto Carrero de Jardim Secreto. Antes da mudança Clara passou por um check up de saúde, que demonstrou que ela estava apta para a nova vida.

Animais como Clara são raros. Estima-se que haja no mundo pouco mais de 300 espécimes, e pouquíssimos estão na natureza. A coloração branca os deixa mais expostos na savana africana, o que fez com que fossem quase extintos. Hoje, a grande maioria vive em cativeiro.

 

Tratamento VIP

Os pais de Clara vieram de um criadouro na África do Sul, em 2011, com mais duas leoas. A família fica no recinto ao lado do da leoazinha, que foi rejeitada pela mãe ao nascer _ um comportamento comum na primeira ninhada de felinos, que obrigou os veterinários a lhe proporcionarem tratamento VIP nas primeiras semanas de vida.

Sem a mãe para a alimentar, limpar e brincar, coube aos profissionais do zoo fazer esse papel. A bióloga Kátia Cassaro levava a leoazinha para casa nos primeiros dias de vida, para dar-lhe mamadeira a cada três horas, acompanhar a temperatura e o crescimento de Clara. Foi o que garantiu que ela sobrevivesse:

_ É impossível não se apegar _ confessa _ mas sabemos que o contato tem que ser cortado na hora certa. Ela é mansa, mas as brincadeiras já são agressivas _ explica.

::: Leia mais sobre Clara

Para os profissionais, a reprodução dos leões e o desenvolvimento saudável de Clara significam que o zoo teve sucesso na adaptação dos bichanos, que hoje são os únicos leões brancos no Brasil.

_ O fato de terem reproduzido significa que estão bem adaptados e equilibrados _ afirma Kátia.

Clara pode ganhar companhia

A família de Regina Camargo, 61 anos, foi a primeira entre os visitantes do parque a ter acesso à nova atração. Turista de São Paulo, Regina conheceu a história de Clara pela televisão e ficou encantada ao vê-la de perto:

_ É muito emocionante, um privilégio _ disse.

Por enquanto, as visitas a Clara têm hora marcada: as janelas do recinto ficam expostas das 10h ao meio-dia e das 14h às 16h. A ideia é acostumá-la aos olhos curiosos dos visitantes e permitir que os profissionais que a acompanham possam trabalhar com a leoa com mais privacidade.

A natureza dos leões é viver em grupo e, se tudo der certo, a filhote deve ficar sozinha por pouco tempo. Aos poucos, os técnicos pretendem apresentá-la a Zâmbia, a mais mansa leoa branca que vive no recinto ao lado de Clara. O processo, segundo o veterinário Daniel Fedullo, será gradativo, para avaliar se as duas têm condições de conviver.

Como leões são muito territoriais, a equipe não achou prudente permitir que ela fosse apresentada aos demais felinos por enquanto.

Saiba mais sobre Clara

Idade: 6 meses
Peso atual: 25 kg
Comprimento atual: 75 cm (sem a cauda)
Peso na idade adulta: 200 kg
Alimentação: duas refeições com 2 kg de carne e suplementos por dia

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário