Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 21 julho 2015

Paulinho Bornhausen muda com a família para Itajaí e reforça rumores de candidatura a prefeito

21 de julho de 2015 3
Reprodução Facebook

Reprodução Facebook

 

Paulinho Bornhausen (PSB) publicou nas redes sociais que se mudou oficialmente para Itajaí com a família. Está morando na Praia Brava, num dos endereços mais cobiçados da cidade.

No texto do post, Paulinho afirma que a decisão de viver em Itajaí havia sido tomada antes das eleições de 2014, quando ele teve expressiva votação para senador na cidade. Sobre a possibilidade de concorrer a prefeito na cidade, nenhuma palavra _ mas a mudança torna mais fortes os rumores de sua pré-candidatura em 2016.

“Estou animado, feliz e desafiado”, escreveu.

Paulinho está coordenando, voluntariamente, um trabalho de desenvolvimento sustentável junto à Amfri desde abril. O projeto é feito em parceria com o Centro de Liderança Pública, de São Paulo, e é focado em eficiência em gestão pública, com participação dos prefeitos das cidades associadas.

 

Neymar encontra Alexandre Pires e curte iate em Itapema antes de voltar a São Paulo

21 de julho de 2015 0
Foto: Reprodução Instagram

Foto: Reprodução Instagram

 

Neymar resolveu esticar a passagem pela região nesta segunda-feira. Depois de ter passado a noite na Shed, em Balneário Camboriú, curtiu um passeio de iate em Itapema, em companhia de amigos. Também encontrou-se com o cantor Alexandre Pires, seu vizinho na cidade, e o empresário Alcino Pasqualotto, herdeiro da construtora que leva seu sobrenome.

Registros da visita à região foram publicados no perfil do craque no Instagram.

 

 

neymar 4

 

No fim da tarde Neymar embarcou em um jatinho, no condomínio aeronáutico da cidade, e partiu para São Paulo. O jogador só terá que se apresentar ao Barcelona no dia 30 de julho. Até lá, curte o descanso.

 

Zé Ferreira pede afastamento do cargo de vereador

21 de julho de 2015 0

Zé Ferreira (PP) pediu afastamento do cargo de vereador à presidência da Câmara, em Itajaí. O documento é válido por 31 dias, prorrogáveis a até 121.

Vanderley Dalmolin (PP), suplente de Zé, tem 15 dias para assumir a cadeira.

Zé foi preso preventivamente no dia 14 de julho durante a Operação Parada Obrigatória, desencadeada pelo Gaeco.

Comissão de Ética

O vereador Fabrício Marinho (PPS) assumiu a vaga do vereador Zé Ferreira na Comissão de Ética da Câmara de Vereadores de Itajaí.

Os membros do conselho vão decidir por votação, até 1º de agosto, quem ficará com o posto de presidente _ cargo que também era ocupado por Zé Ferreira. Além de Fabrício Marinho, também compõem a comissão os vereadores Clayton Luís Batschauer (PR), Maurílio Moraes (PSD), Márcio José Gonçalves – Dedé (PP), Thiago Morastoni (PT), Afonso Arruda (PMDB) e Paulinho Amândio (PDT).

::: Leia mais sobre a Operação Parada Obrigatória

 

Prefeitura de Balneário decide manter aberto protocolo para novos edifícios

21 de julho de 2015 6

A Secretaria de Planejamento de Balneário decidiu manter aberto o protocolo para projetos de novos edifícios em Balneário Camboriú. O assunto foi levado à discussão em audiência pública na sextafeira após questionamentos dos delegados do Plano Diretor, que pediam a renovação do decreto que manteve suspensas aprovações para novos prédios por mais de dois anos.

Aliás, O Sinduscon resolveu fazer seu próprio conjunto de propostas para a revisão do Plano Diretor de Balneário e vai apresentá-lo formalmente nesta quarta-feira. O documento, produzido pela empresa Le Padron, já foi protocolado na prefeitura.

Mesmo antes da formalização da proposta ( que inclui aumento de potencial construtivo em algumas regiões da cidade), a polêmica já estava instaurada.
Até porque o presidente da entidade, Carlos Humberto Metzner Silva ( PR), é pré-candidato à prefeitura, o que dá à discussão um tom de disputa por poder.

Tocha em Itajaí

21 de julho de 2015 1

Havia dito por aqui que Balneário seria a única cidade da região a receber a tocha olímpica no ano que vem. Engano meu.

Itajaí também foi sondada pelos técnicos do Comitê Olímpico e poderá ver de perto o símbolo histórico dos Jogos Olímpicos.

Presidente da Câmara vai pedir redução no número de vereadores em Itajaí

21 de julho de 2015 6

O presidente da Câmara de Vereadores de Itajaí, Luiz Carlos Pissetti ( DEM), deu início a conversas com parlamentares e partidos políticos para propor a redução no número de vereadores em Itajaí.

A ideia é apresentar um projeto de mudança na lei orgânica que altere de 21 para 15 a quantidade de cadeiras no Legislativo, e o motivo é simples: os argumentos apresentados para aumentar as vagas, em 2011, não se comprovaram na prática.

Na época, desconsiderando a opinião pública contrária, os vereadores aprovaram por maioria o aumento alegando que não haveria mais custos e o Legislativo teria maior representatividade.

O que ocorreu foi um acréscimo de despesa de mais de R$ 2 milhões, considerando apenas salários de vereadores e seus assessores diretos, e repetição nas proposições e moções.

Pissetti foi um dos únicos três vereadores que, em 2011, votaram contra o aumento. Diz que o principal problema, hoje, é a falta de agilidade nos trabalhos da Câmara. As sessões estão tão conturbadas com 21 vereadores, que a Mesa Diretora instituiu alterações como o envio direto de indicações à prefeitura, sem passar pela aprovação da casa.

Ainda que extraoficialmente, parte dos vereadores ( em especial os que já estavam na Câmara antes do aumento, e votaram a favor) se mostra favorável à redução.

O maior desafio de Pissetti para colocar a ideia em prática serão os partidos.

Em 2013 uma comissão chegou a ser formada para avaliar qual seria o número ideal de vereadores, mas as discussões acabaram morrendo na praia – aparentemente, por pressões partidárias.

Na contramão

Enquanto Itajaí revê o aumento no número de parlamentares, Balneário Camboriú aprovou no fim do ano passado aumento de 13 para 19 vereadores, válido a partir das próximas eleições.

Assim como foi em Itajaí, os parlamentares justificaram as novas vagas dizendo que não haverá impacto financeiro e a Câmara terá mais representatividade.

O tempo dirá se estão com a razão.