Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Prefeitura de Balneário decide manter aberto protocolo para novos edifícios

21 de julho de 2015 6

A Secretaria de Planejamento de Balneário decidiu manter aberto o protocolo para projetos de novos edifícios em Balneário Camboriú. O assunto foi levado à discussão em audiência pública na sextafeira após questionamentos dos delegados do Plano Diretor, que pediam a renovação do decreto que manteve suspensas aprovações para novos prédios por mais de dois anos.

Aliás, O Sinduscon resolveu fazer seu próprio conjunto de propostas para a revisão do Plano Diretor de Balneário e vai apresentá-lo formalmente nesta quarta-feira. O documento, produzido pela empresa Le Padron, já foi protocolado na prefeitura.

Mesmo antes da formalização da proposta ( que inclui aumento de potencial construtivo em algumas regiões da cidade), a polêmica já estava instaurada.
Até porque o presidente da entidade, Carlos Humberto Metzner Silva ( PR), é pré-candidato à prefeitura, o que dá à discussão um tom de disputa por poder.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (6)

  • RAGE diz: 21 de julho de 2015

    É isso aí construam mais e mais espigões envidraçados!! Construam um tbm na ilha das cabras, vai ficar lindo!! Destruam a APP da praia de Taquaras tbm e construam prédios lá!! Laranjeiras, pinho e por aí vai… Tragam 1 milhão de moradores para BC, até ficar parecido com SP!! Bando de governantes de M, simples fantoches das grandes construtoras! E tem infeliz que ainda acha tudo isso muito lindo…

  • Samuel Batista dos Santos diz: 21 de julho de 2015

    A “menina do Atlântico” se transforma a cada dia numa selva de pedras, poluída, violenta e barulhenta. Vale mais a lei do lucro e o desejo da ostentação. A natureza é só um detalhe neste mundo de fantasias.

  • Pedro Henrique diz: 22 de julho de 2015

    É engraçado…. a cidade cresce, recolhe impostos, consegue expandir avenidas, atrai investidores e turistas, o povo só reclama. E não é pela construção civil, podia ser qualquer outro segmento produtivo que a berraceira estaria instalada de qualquer jeito. O que falta pro brasileiro é se informar melhor e entender que não existe atividade produtiva sem impacto. Agora, o foco é minimizar impactos, essa é a discussão. E não ficar com esse papo velho e antigo de puxar brasa pra sua sardinha. BC tá linda, próspera, uma cidade que dá orgulho viver. Problemas? Todas as cidades têm. Agora, querer sufocar os segmentos que produzem é total falta de visão.

  • Carolina Butskey diz: 22 de julho de 2015

    Estive hoje de manhã na apresentação no Sinduscon. Como teria sido importante que todos tivessem comparecido e podido ver o tamanho do projeto, a quantidade de áreas que contempla, a amplitude do olhar, um projeto de tirar o chapéu.
    Meio ambiente, praças, novas avenidas, sistema de transporte público integrando a cidade a outras cidades, ciclovias, coisa bonita de ver. Claro que precisou contratar uma empresa privada para ajudar no desenvolvimento desse plano, porque dificilmente governos chegariam tão longe sozinhos….ou, pior, pessoas leigas no assunto chegariam muito menos. O pessoal da construção foi lá e fez, e fez aberto ouvindo vários setores.
    Estão de parabéns, o Carlos Humberto -está de parabéns, e se sair candidato mesmo vai ser um presente pra cidade.

  • Maria Cláudia diz: 22 de julho de 2015

    Que bom que liberaram as construsões! Já era tempo porque o ramo só tem demitido gente ja que não se constrói mais. Penso que essa parada foi boa, valorizou nossoos imoveis porque diminui a quantidade a venda, mais estava na hora de abrir de novo porque as pessoas precisam trabalhar e a cidade vive da construsão.

  • james diz: 22 de julho de 2015

    Por favor ,não liberem prédios na INTERPRAIAS…..

Envie seu Comentário