Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 22 julho 2015

Balneário Camboriú terá casa de festas da Xuxa

22 de julho de 2015 2
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

 

Inaugura neste sábado em Balneário Camboriú a primeira unidade catarinense da rede de casas de festas Casa X, que pertence à apresentadora Xuxa Meneghel.

A abertura será com uma festa beneficente para 35 crianças do Grupo Latarte, de Camboriú. A abertura oficial para o público é na segunda-feira.

Paquitas

A casa terá uma nave, semelhante à que virou marca registrada da apresentadora, e haverá seleção para paquitas, que atuarão no local.

A Casa X Balneário Camboriú terá área baby, cama elástica, piscina de bolinhas, ninhos com sons e cenografia de bichos, camarim para meninos e meninas com mix de fantasias e máscaras, teatrinho para apresentação de shows, mini cidade, mini quadra de futebol, jogos eletrônicos interativos e games Kinect.

A expectativa é que a própria Xuxa participe de um evento em breve na casa, que ficará na Rua 1500, entre a 4ª Avenida e a Marginal Leste.

TJSC derruba liminar que garantia quarta empresa na licitação do Centro de Eventos

22 de julho de 2015 0

O Tribunal de Justiça voltou atrás e revogou a liminar que havia garantido ao Consórcio Santa Catarina Forte o direito de concorrer na licitação da obra do Centro de Eventos de Balneário Camboriú. O consórcio havia sido considerado inapto pelos técnicos da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte. Na semana passada, a liminar fez com que fosse adiada a abertura de envelopes, que está marcada para hoje à tarde. Com isto, apenas três empresas deverão ter as propostas apresentadas.

Justiça concede prisão especial para vereador Zé Ferreira e determina transferência

22 de julho de 2015 1
Foto: Divulgação Câmara de Vereadores

Foto: Divulgação Câmara de Vereadores

 

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina concedeu ao vereador licenciado Zé Ferreria (PP) o direito de prisão especial. A decisão, assinada pelo desembargador Moacyr de Moraes Lima Filho, tem data de 21 de julho e determina que Ferreira seja transferido para o 1º Batalhão da Polícia Militar.
O vereador foi preso preventivamente durante a Operação Parada Obrigatória, do Gaeco, no dia 14 de julho.

De acordo com o despacho do magistrado, o mandato de vereador permite o recolhimento em prisão especial e pode ser concedida se não há condenação.
A determinação seria válida apesar de Zé Ferreira ter pedido licença do cargo de vereador antes da decisão do TJSC.  Nesta terça-feira Vanderley Dalmolin (PP) assumiu a cadeira no Legislativo.

Separado

Desde a prisão Zé Ferreira tem sido mantido em uma cela separada, onde só podem lhe fazer companhia internos que tenham perfil semelhante. O motivo para a segregação foi o fato de ele ter ocupado um cargo de direção na Secretaria de Segurança Pública do município.

Medidas como essa são tomadas para garantir a segurança do preso.

Projeto pede extensão do camelódromo da igreja em Balneário

22 de julho de 2015 2
Foto: Marcos Porto

Foto: Marcos Porto

 

A prefeitura aguarda uma nova proposta de extensão do camelódromo da Igreja em Balneário Camboriú. Um projeto inicial já havia passado por várias etapas de aprovação e havia sido encaminhado para audiência pública, já que aumentar o comércio depende da criação de uma nova lei. Mas na sexta-feira, o responsável pela proposta retirou o assunto de pauta da audiência pública depois de ter recebido questionamentos.
A extensão ocorreria num terreno onde fica um prédio de cinco andares, que foi adquirido pela administração do camelódromo.

Bistrô lança hambúrguer versão fit

22 de julho de 2015 2
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O Mov`Café & Bistrô, de Balneário, incluiu no cardápio um hambúrguer em versão light, com direito a cenouras cortadas em palito e com molho de alho poró para substituir as batatas fritas. No lugar do pão um gofre belga, sem lactose – assim como o queijo. O hambúrguer é grelhado. Sob medida para economizar calorias.

Palestra do governador

22 de julho de 2015 0

O governador Raimundo Colombo (PSD) palestrou para os empresários de Itajaí e região na segunda-feira à noite e deixou mensagem de otimismo, falando em superação da crise. Mas também reclamou da burocracia que, segundo ele, emperra as ações do governo. Colombo não abriu a palestra para perguntas: limitou-se ao script oficial.

Nova data

22 de julho de 2015 0

Edição de hoje do Diário Oficial deve trazer a nova data para abertura das propostas do Centro de Eventos. É amanhã, às 17h. Desta vez, com a inclusão da empresa que havia sido considerada inabilitada e recorreu à Justiça.

Requerimento pede devolução dos supersalários em Navegantes

22 de julho de 2015 0

A Câmara de Vereadores de Navegantes aprovou requerimento do vereador Fredolino Bento (PMDB) para que sejam canceladas as gratificações aos servidores que se beneficiaram da lei dos supersalários na prefeitura (que acabou revogada) e os valores sejam devolvidos aos cofres públicos.

A tal lei permitia que o servidor efetivo que tivesse, eventualmente, respondido por um cargo comissionado, permanecesse com a comissão incorporada ao salário e isso contasse, também, para a aposentadoria. Não é preciso fazer muitas contas para concluir que a mamata quebraria os cofres do município em pouco tempo.

Para que serve o recesso da Câmara de Vereadores

22 de julho de 2015 0

Com exceção de Bombinhas e Navegantes (que têm um esquema diferente de agendamento de sessões), todas as Câmaras de Vereadores da região, de Porto Belo a Balneário Piçarras, estão em recesso. São as “férias de julho” dos vereadores, como as que as crianças têm na escola.

Para garantir os dias de folga das sessões (que em alguns casos, como Camboriú, podem durar o mês todo), há uma corrida para votação de projetos nas semanas que antecedem o recesso. Menos mal que, por aqui, já não há mais pagamento por sessões extraordinárias – o que era bem comum há alguns anos.

O curioso é que as “férias de julho” só valem para os parlamentares. Os servidores das Câmaras continuam trabalhando. É fato que parte dos vereadores também segue em atividade. Mas, sem sessão, não há proposições ou votações durante o recesso.
Ouvi alguns dos presidentes dos Legislativos da região e todos afirmaram não ver necessidade na paradinha de julho. Mas quem tem coragem de propor o fim do recesso?

A pausa nas sessões é uma “tradição” que veio do Congresso Nacional, na época em que os deslocamentos eram mais difíceis. Acabou sendo instituída em todas as instâncias legislativas (a Assembleia também tem seu recesso). Aplicação prática, nos dias de hoje, não há.

O que fica é uma sensação incômoda para quem elege parlamentares que têm direito a duas férias por ano, que juntas somam no mínimo 45 dias.

Em tempo: ouvi de um parlamentar que a folga é importante para que os vereadores fiquem com os filhos que estão em férias. Direito que qualquer outro trabalhador não tem.

Pode não ser ilegal. Mas é imoral