Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Excesso de atestados médicos já custou R$ 350 mil à Secretaria de Educação de Penha este ano

28 de julho de 2015 0

A Secretaria de Educação de Penha passará a aceitar apenas atestados assinados pelo médico do trabalho da prefeitura. O motivo é o excesso de licenças: só este mês, 75 funcionários de todos os setores apresentaram documento pedindo afastamento por motivo de saúde.

O secretário, Adriano de Souza, diz que não está questionando a veracidade dos atestados. Mas encaminhou os laudos para uma análise mais criteriosa na Secretaria de Saúde. A maioria dos afastamentos leva a assinatura dos mesmos médicos, o que para o secretário, é “no mínimo estranho”.

Só este ano os afastamentos na Educação já custaram R$ 350 mil aos cofres públicos.

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário