Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Demora na consulta

30 de julho de 2015 2

Ainda não há prazo para a consulta sobre a extensão do contrato de arrendamento da APM Terminals no Porto de Itajaí ser avaliado pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Até o início da semana a Advocacia Geral da União (AGU) ainda não havia enviado o caso pedindo parecer.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (2)

  • Renato diz: 30 de julho de 2015

    Algumas breves observações… 1. A APM Terminals arrendou o porto de terceiro, ou seja, entrou pela porta dos fundos. Agora quer evitar uma nova licitação a todo custo e assim continuar com o arrendamento. 2. Tal manobra envolve o poder público, assim, morosidade, burocracia, briga de egos entre agências/ministérios e todos os vícios possíveis e conhecidos estão envolvidos. 3. Itajaí pode até ser o maior PIB de SC, mais tem a mesma expressão/influência política que o Rei da Dinamarca… Talvez o Rei tenha um pouquinho mais. Nossos políticos são uma piada. 4. O país está de pernas pro ar, alguém acha que o problema do Porto de Itajaí é prioridade para o Governo Federal? Na pior da hipóteses faz-se nova licitação e pronto.

  • Jackson diz: 30 de julho de 2015

    Concordo plenamente Renato, primeiro deixaram se instalar no mesmo complexo um entidade privada com a mesma atividade fim, o órgão ambiental jamais deveria ter dado licença de operação, se não fosse público, agora querem dar o famoso “jeitinho” para ajudar aos amigos do rei, para que meritocracia se eles sempre querem uma ajudinha ? Basta ver a questão das obras no porto de Itajaí, quem venceu a licitação e quanto tempo demorou ? quem foi beneficiado diretamente pela demora ? Pode até ser legal, mas totalmente IMORAL, mas o que interessa agora é falar da tal “lava jato” desta forma se manipula o povo sempre

Envie seu Comentário